Brigadistas denunciam ameaças recebidas em grupos de WhatsApp

Em entrevista neste domingo (01), os quatro brigadistas de Alter do Chão falaram sobre os dias na prisão, disseram que irão retomar os trabalhos o mais rápido possível e denunciaram mensagens de ameaça que vêm recebendo em grupos de WhatsApp.

“Eu acatei tudo o que pediram para que as coisas se resolvessem logo, mas quando cortaram o meu cabelo, a coisa que eu mais tive medo foi que a minha filha de 10 meses não me reconhecesse. Foi um golpe duro, mas ali a gente entendeu como um procedimento e a todo momento eu quis colaborar para que a verdade viesse à tona”. João Victor Pereira, brigadista

“Até minha mulher falou para o meu vizinho que eu estava sendo levado e ele não acreditou. Ele disse eu vi a polícia aí, mas eles sempre estão aí com vocês por causa da brigada. A gente está sofrendo uma tremenda injustiça, a gente não deveria ter sido preso, a gente estava colaborando com as investigações desde o começo”. Daniel Gutierrez, brigadista

“Foi estarrecedor pensar que a gente estava sendo suspeito de um crime ambiental, sendo que tudo o que a gente faz é para proteger o meio ambiente e não é de agora, é de muito tempo. É revoltante a gente ser preso por conta de uma coisa completamente oposta aquilo que a gente acredita”. Marcelo Aron, brigadista

“Pra mim, ter tido o cabelo raspado não é nada diante da injustiça que nós estamos sofrendo. É muito mais do excessivo, é inacreditável, é surreal a gente ser suspeito de uma coisa que não fez. Eu nunca tinha passado por isso, nunca tinha sido algemado e nem acusado de uma coisa que eu não fiz. Então, diante disso, tudo fica muito relevante”. Gustavo Fernandes, brigadista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s