Caso Rony: juíza nega tutela de urgência para liberar o jogador

A juíza Léa Helena Pessoa dos Santos Sarmento, da 3ª Vara do Trabalho do TRT/8ª Região, não aceitou os argumentos da defesa do atleta Rony e negou a concessão de uma tutela de urgência para que fosse liberado antes mesmo da instrução processual.

No despacho, ela manda aguardar a audiência inaugural designada para o dia 30/10, às 13h10. Será a audiência de conciliação. Se não houver acordo, uma audiência de instrução será marcada para encaminhamento da decisão sobre o caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s