STJD aceita pedido de impugnação do jogo Náutico x PSC, mas não paralisa a Série C

o-arbitro-leandro-vuaden-em-jogo-entre-nautico-e-paysandu-1568414084019_v2_900x506

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) determinou hoje (13) a impugnação do jogo entre Náutico e Paysandu, válido pela Série C do Campeonato Brasileiro. O confronto ocorreu em 8 de setembro, nos Aflitos, e deu ao time pernambucano o acesso para a segunda divisão nacional. O Paysandu entrou com este pedido ao lado da Federação Paraense de Futebol (FPF) por conta de um polêmico pênalti marcado pelo árbitro Leandro Vuaden. A decisão dentro de campo favoreceu o Náutico aos 49 minutos do segundo tempo.

O juiz viu toque de mão de Uchôa após cabeceio de seu colega Caíque Oliveira. A cobrança foi convertida, levou o placar para 2 a 2 e resultou na decisão por pênaltis, na qual o Timbu levou a melhor e conquistou a vaga. O clube paraense procurou o Tribunal sob alegação de que Leandro Vuaden cometeu “grave erro de direito ao marcar erroneamente um tiro penal”. A decisão do STJD é assinada pelo presidente Paulo César Salomão Filho, que, porém, não aceitou paralisar a disputa da fase final da Série C do Brasileirão – o Náutico joga a semifinal contra o Juventude depois de amanhã (15).

O Náutico terá dois dias para se manifestar; posteriormente, a Procuradoria deverá obedecer a um prazo igual. (Com informações do UOL)

4 comentários em “STJD aceita pedido de impugnação do jogo Náutico x PSC, mas não paralisa a Série C

  1. Não vai dar em nada, apenas o protocolo normal de qualquer, aceita-se porá cumprir os prazos e terem pago a ação, no final vai ao plenário e se arquiva para não gerar jurisprudência, somente para dar uma satisfação ao associado, nada mais que isso.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Não se trata apenas de dar uma satisfação aos torcedores e associados e sim porque o clube realmente foi prejudicado e o erro de arbitragem foi tão grosseiro que teve repercussão nacional.

    De fato, todos os analistas de arbitragem de canais como SportTV, ESPN Brasil e Esporte Interativo foram unânimes em afirmar que não houve pênalti(o cabeceio do Caíque batendo em pequena distância no companheiro de equipe, por si só, não configura pênalti)

    Assim, se diante de tanta repercussão, a Diretoria nada fizesse essa hora estava sendo criticada por omissão.

    Também não acredito na anulação da partida por não haver precedente(com a ressalva de que no caso Aparecidense e Ponte Preta também não havia precedente e o STJD anulou a partida), porém é possível que haja uma punição pesada para o árbitro e o Náutico perca o mando de campo por algumas partidas em razão da invasão da torcida nos aflitos.

    Curtir

  3. Caro Gerson li seu comentário sobre o jogo do Paysandu e concordo com você. Realmente houve um pênalti claro em favor do Bragantino não marcado pela arbitragem.

    E com relação ao polêmico lance, no caso o pênalti marcado pelo árbitro Vuaden em favor do Náutico você entende que houve ou não a penalidade?

    Curtir

  4. Acho que o árbitro errou. Pelas normas atualizadas da Fifa, não cabia a marcação. A bola bateu no braço do Uchoa, mas acho que o Vuaden foi traído pelo reflexo de anos de estrada. Há pouco tempo, aquele lance era penal, sem discussão. Agora, pelas regras em vigor, não é mais. O próprio jogador parece conformado com a marcação, o que de certa forma ajuda a entender a decisão do árbitro naquela fração de segundos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s