Seguranças de mercado amordaçam, surram e filmam adolescente por furto de chocolate

policia-civil-600x337

A Polícia Civil instaurou um inquérito nesta segunda-feira (2) para apurar um crime de tortura contra um jovem de 17 anos da periferia da zona sul de São Paulo. O adolescente contou à polícia ter sido detido em um supermercado por dois seguranças que o colocaram nu, amordaçaram e agrediram com um chicote feito com fios elétricos.

Toda a cena foi gravada e divulgada pelo WhatsApp. O adolescente, E.M.O., é morador de rua e dependente químico. O próprio delegado do caso, Pedro Luiz de Sousa, do 80º DP, conhece o rapaz, que circula pelas ruas pedindo comida e juntando latinhas na Vila Joaniza, onde se localiza a delegacia e o supermercado.

No vídeo, o jovem aparece completamente nu, com uma mordaça feita de pano e fita colante na boca. Ele apanha dentro de uma sala. Chora muito enquanto ouve dos agressores que não é para se proteger com as mãos. Um dos agressores diz ao jovem que está fazendo aquilo “para não ter de te matar”.

Caso se confirme a autoria, o delegado disse que deverá pedir a prisão temporária dos suspeitos. O BuzzFeed News procurou a gerência daquela unidade da rede de supermercado Ricoy, onde aconteceu o episódio, mas não obteve resposta. Em nota à TV Globo, a rede de supermercados declarou ter afastado os dois seguranças e disse ser contra esse tipo de comportamento. O crime de tortura pode resultar em até oito anos de prisão. (Do BuzzFeed Brasil)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s