Série C: empate no Re-Pa classifica o Papão e elimina o Leão

EC2gdjVWsAs_JBi

Quadro final de classificados à próxima fase da Série C mostra a incrível coincidência na pontuação: todos terminaram com 28 pontos, forçando o desempate nos critérios técnicos (vitórias e saldo de gols) para definir as colocações. O empate no Re-Pa, 1 a 1 (gols de Wesley e Vinícius Leite), classificou o Papão, mas não foi suficiente para o Leão, que amargou a desclassificação no final da rodada, pois o pênalti que garantiu a vitória do Ypiranga sobre o Juventude foi assinalado aos 44 minutos do 2º tempo.

8 comentários em “Série C: empate no Re-Pa classifica o Papão e elimina o Leão

  1. Remo foi covarde. Não jogou pra ganhar. Aceitou a pressão do paisandu.
    Remo não merecia passar de fase mesmo. Infelizmente…

    Curtir

  2. Presidente tem que tentar manter a base para o ano que vem. Alguns jogadores merecem e devem continuar. Não dá pra mandar todo mundo embora e contratar do zero.
    Remo tem bons jogadores.
    Já o técnico, não é mau treinador, porém é retranqueiro. Já deu o que tinha que dar. Precisa melhorar sua postura se quiser ser um técnico vencedor. Falta garra, vontade. Parecia sempre derrotado na beira do campo.

    Curtir

  3. Olha Gerson, que fanfarronice esse jogo do Juventude x Ypiranga. Enquanto o Paysandu perdia para o Remo eu já tava temendo pelo pior (como torcedor bicolor), um gol arrumado do Ypiranga, como de fato aconteceu. Note o ‘timing’ — o gol saiu já no final da partida.

    Bem, felizmente o Vinícius Leite (que *nunca* pode ser reserva do Safadão) empatou para o Paysandu. Se não fosse ele era o Paysandu que estaria de fora hoje. Já na torcida pelo Paysandu e contra Juventude e Ypiranga.

    Curtir

  4. Foi muito bem planejado. Eles esperaram a situação se definir porque o Juventude temia perder o primeiro ou o segundo lugar e as vantagens daí decorrentes. Esquema funcionou mesmo.

    Curtir

  5. Eu também acho que o Márcio foi muito conservador nas mexidas. Tinha opções para dar uma sacudida no ataque, com o Danilo Bala e o Carioca. Hélio foi muito mais certeiro nos dois clássicos.

    Curtir

  6. Concordo com o Gerson, mas vamos lembrar que nessa reta final, o Remo ficou muito desfalcado, Garre, Gustavo Ramos e Zotti(Mesmo como Opção), além é claro da Duas matérias, Djalma, e o outro que operou o joelho (Não lembro o Nome) fizeram muita falta, é quase meio time, além de não dar opções ao banco de reservas. Nós alunos, devemos comemorar sim a campanha, explico.
    1 – Quando começou o ano, só tínhamos esperança no novo presidente.
    2 – Não tínhamos nem time, foram contratados jogadores baratos desconhecidos, sem onerar a folha de pagamento.
    3 – Com o Netão o Remo ficou perdido, contrataram o Márcio e apartir daí, o Remo cresceu com os mesmo jogadores.
    4 – Ganhamos um campeonato paraense, onde tudo se nivelava por baixo, parecia tudo perdito.
    5 – Torcida como sempre abraçou a causa, conseguiram reerguer o clube, restauraram o estádio junto com a diretoria, agora podemos jogar os próximos campeonatos no Baenão.
    6 – Temos uma espinha dorsal, devemos manter pelo menos 11 jogadores, não podemos começar do nada novamente.
    7 – Verdade que este ano tínhamos um time e não um elenco, mas entendo a diretoria, que tentou errou na quantidade e não na qualidade.
    8 – Também é verdade que a situação financeira do clube do Remo, não permitia maiores investimentos.
    9 – Fica a lição que jogos em casa ou se ganha ou se empata, jamais pode-se perder, um empate, 1 ponto fez a diferença.
    10 – Fica a lição ao presidente e demais diretores, contratações pontuais com qualidade pelo menos de 5 a 6 jogadores, mas a espinha dorsal desse ano, acho que podemos ano que vem ter alegria maiores.

    Curtir

  7. E, como número 11, eu trocaria o treinador. O Márcio é um bom treinador, mas, como mencionado em postagem anterior, é adepto a retranca…no 2º tempo aceitou a pressão do PSC desde o início…não tem cara de ser treinador que inflama os jogadores as vésperas dos jogos.
    O Bala deveria ter entrado no 2º tempo, com o Wesley sendo deslocado para a esquerda. Enfim, a questão das substituições já foi bem abordada pelo Gerson nesta e em outras postagens.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s