Leão avança, mas passa aperto

remo-sobradinho22

POR GERSON NOGUEIRA

O Remo cumpriu o seu papel, venceu por três gols de diferença e se classificou à 2ª fase da Copa Verde, coisa que não conseguia há dois anos. Apesar do placar folgado, a equipe foi inferior ao Sobradinho em grande parte do confronto. Na primeira meia hora de jogo não se via sinal de organização e plano tático do lado azulino. As coisas só começaram a mudar (discretamente) após o gol de Gustavo Ramos, aos 38 minutos.

O lance nasceu de num lançamento alto de Dedeco na área, pegando a zaga desprevenida. Gustavo partiu da direita para o centro da área e recebeu livre para tocar no canto direito do gol de Léo.

Antes disso, porém, o Remo passou maus pedaços. Os primeiros 30 minutos de partida mostraram um Sobradinho jogando com liberdade, inicialmente em ritmo lento, mas tocando a bola com consciência pelos lados e se insinuando em direção à área azulina.

Com boa movimentação dos meias Geovane e Carlos Henrique, o time visitante acionava bem os atacantes Gilvan e Winsman, criando seguidas oportunidades quando exploravam o lado esquerdo da zaga remista.  Ronaell não tinha cobertura e era constantemente envolvido nas triangulações.

Os volantes Pingo e Dedeco não faziam o bloqueio à frente da defesa e permitiam espaços para as manobras do Sobradinho. A melhor chance foi desperdiçada por Winsman. Após confusão na área remista, o atacante recebeu sem marcação, mas bateu rente ao poste do gol de Tiago, aos 29 minutos.

A situação só ficou mais tranquila para o time e a torcida presente ao Mangueirão após Gustavo balançar as redes. Minutos depois, Dedeco também marcou, mas a jogada foi invalidada por impedimento.

whatsapp-image-2019-08-21-at-23.00.57

Na etapa final, o panorama não se alterou muito. O Remo voltou mais plugado, marcando mais em cima e com Neto Baiano saindo da área para tentar jogadas pelo lado esquerdo. O problema é que o meio-campo não se acertava. Os erros de passe não permitiam a elaboração de jogadas. Zotti, que devia ser o organizador, foi um dos menos produtivos da equipe.

Aos 15’, Márcio Fernandes decidiu fazer uma alteração dupla, substituindo Neto Baiano e Geovane por Hélio Borges e Wesley. A modificação fez o Remo sair da apatia no meio. Surgiram mais jogadas pela direita com Hélio, que insistiu com tentativas de driblar e chegar à área.

Aos 20 minutos, Emerson Carioca perdeu chance preciosa. Recebeu passe longo de Fredson, chegou à frente dos zagueiros, mas chutou rasteiro facilitando a defesa parcial do goleiro.

Cansado, Zotti foi substituído por Eduardo Ramos aos 30’. Foi o último cartucho de Márcio Fernandes para tentar garantir a vitória por dois gols de diferença e fugir à cobrança de penalidades.

Ramos deu mais qualidade e dinamismo à meia-cancha, liberando Wesley para se juntar a Gustavo, Carioca e Hélio no ataque. Deu certo. Aos 34’, Hélio avançou pela direita, passou pela marcação e chutou cruzado. A bola bateu em dois zagueiros e entrou no meio do gol.

Depois de alcançar a vantagem que precisava, o Remo passou a marcar em seu próprio campo, facilitando a chegada do desesperado Sobradinho. A marcação sempre atrapalhada permitiu duas chegadas agudas do time candango, com Gilvan e Erick.

Aos 46, o goleiro Tiago apareceu muito bem para evitar o gol do Sobradinho. Andrei mandou um chute forte e o goleiro espalmou. No rebote, o próprio Andrei cabeceou e Tiago desviou com a ponta dos dedos quando a bola tomava o rumo das redes.

Aí o Remo saiu em contra-ataque rápido com Gustavo Ramos, que driblou o lateral e cruzou para Emerson. Livre de marcação, ele chutou no canto direito. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Com o terceiro gol, o público finalmente se manifestou comemorando a vitória e a classificação. Apesar do resultado positivo, a atuação relaxada e o desempenho ruim de vários jogadores deixaram um rastro de preocupação na cabeça dos torcedores.

———————————————————————————-

Jogadores exibem coragem e dão exemplo

Ainda repercute, pelo ineditismo, a reação dos jogadores do Figueirense, anteontem à noite, recusando-se a entrar em campo contra o Cuiabá pela Série B do Campeonato Brasileiro. O ato resultou em derrota do Figueira por W.O. e derrota por 3 a 0. Em sua defesa, a diretoria do clube tentou se justificar, atribuindo toda a responsabilidade aos jogadores.

O ato foi de iniciativa dos atletas, mas a causa do problema tem a ver com atos de irresponsabilidade administrativa da diretoria, que vem protelando o pagamento de salários e perdeu a confiança do elenco profissional.

A equipe catarinense ainda será ser julgada pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), correndo perigo de novas sanções. A recusa dos jogadores foi uma resposta à atitude da presidência, que não cumpriu promessas de quitação da folha salarial, atrasada desde julho de 2019.

Os direitos de imagem também estão pendentes desde maio. A decisão de não entrar em campo já era consensual entre os jogadores desde o começo da semana passada. Em nota, a diretoria tentou evitar a greve prometendo quitar as dívidas até o dia 28 de agosto, mas o diálogo já havia sido suspenso entre as partes.

Situações desse tipo ocorrem frequentemente na Argentina e no Chile, onde os sindicatos de atletas são mais participativos e os atletas demonstram maior consciência trabalhista. Que o exemplo do Figueira sirva de exemplo para atletas e dirigentes. Respeito aos profissionais deve ser prática diária.

(Coluna publicada na edição do Bola desta quinta-feira, 22)

5 comentários em “Leão avança, mas passa aperto

  1. Com todo respeito que tenho a crônica esportiva do Pará, falo principalmente em relação ao REMO, 2 anos que o CLUBE não conseguia passar de fase nessa deficitária e pobre tecnicamente falando “COPA VERDE”, serie C então, melhor até não falar. Querem de mais de um clube que mau conseguiu montar um elenco e agora quase não tem um meia de ofício pelo menos com 50% em sua real condição de jogo.
    Um outro detalhe, tirando a competição que não ia muito longe mesmo, as restantes, em uma consegui o BI, e nas outras, está no páreo e com significativas chances.

    Forte abraço!

    Curtir

  2. Concordo em parte com as observações, Paulo. Nas circunstâncias, o Remo cumpre o papel que lhe cabe, classificando-se na CV e indo bem na Série C. O problema é ignorar as terríveis falhas mostradas contra o limitadíssimo como o do Sobradinho, montado há um mês com a metade de um outro time (Real). Ninguém está cobrando espetáculos de técnica e virtuosismo, apenas o respeito a fundamentos básicos do jogo, como passe, cabeceio e finalização, ausentes do jogo desta noite. Aliás, o time parecia indisposto, apático, sem vontade, razão de ter sido sufocado em vários momentos.

    Curtir

  3. Gerson, a rigor os jogos deste meio de semana, da dupla RExPA, pela CV, foram virtuosos, sim, mas por excessos de apatia – enfrentando clubes mais limitados ainda, quase amadores ou barrigas de aluguel, e, principalmente, pela falta de respeito ao torcedor. Reflexos reincidentes de times formados por jogadores sem espírito de competição, sem qualificação técnica e limitada capacidade física/atlética, que entram em campo tal qual “assessores parlamentares”, torcendo para o relógio correr por eles, pensando apenas no dia do pagamento. Em se tratando dos pseudos times “B” ou “alternativos”, a coisa desce ao nível do esgoto, com jogadores que sequer têm pretensão de se tornarem titulares de seus clubes !!

    Curtir

  4. O Gerson está certíssimo em sua avaliação sobre o jogo de ontem. Se o Sobradinho convertesse às chances de gol que teve, não sei não se o Remo estaria comemorando essa classificação. O time do Remo tem momentos que parece que não treina, e isso realmente é preocupante pq o time, tanto faz o titular ou alternativo, perdeu a qualidade na troca de passes. Nesse item o nisso rival está bem melhor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s