Morre Paulo Jares, um craque do fotojornalismo

vj_20_08_171

O fotógrafo paraense Paulo Jares ficou conhecido por registrar a delicadeza de grandes personalidades do mundo artístico do Brasil, como Baden Powell, Tom Jobim, Zeca Pagodinho e Paulo Coelho e, simultaneamente, mostrar os dramas dos índios amazônicos, a violência dos crimes contra a floresta, a ocupação desenfreada do norte do país, por meio de mineradoras e madeireiras.

Esse olhar amazônico, típico de um repórter investigativo, talvez tenha sido a grande marca de sua carreira – e poucos profissionais fizeram relato histórico tão minucioso dos problemas daquela região nos anos 1990 e 2000 quanto ele. Paulo trabalhou na revista Veja e no antigo Jornal do Brasil, ganhando vários prêmios nacionais de fotografia.

paulo-jares-tuira (1)

Em 1989, enviado pelo jornal A Província do Pará a Altamira, para o Primeiro Encontro das Nações Indígenas do Xingu, ele fez um dos mais conhecidos registros daqueles anos de confronto – a da índia caiapó Tuíra ameaçando com um facão o diretor da Eletronorte, José Antônio Muniz Lopez, durante protesto contra a criação da hidrelétrica de Kakaraô, atual Belo Monte.

Para Paulo Santos, curador da obra de Jares, ele “esteve presente como fotojornalista em grandes momentos da história da Amazônia; desbravando a realidade amazônica, que mistura as cidades e as florestas sempre tão próximas, conseguiu cenas icônicas enquadradas por suas lentes”.

baden-powell-em-sua-residecc82ncia.

Filho do jornalista Roberto Jares Martins, que dirigiu A Província do Pará, Paulo Jares morreu na segunda-feira, 19, no Rio de Janeiro, aos 51 anos. (Com informações da revista Veja)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s