Leão lucra com apostas certeiras

POR GERSON NOGUEIRA

É voz corrente nos meios esportivos que o Remo foi mais certeiro que o PSC nas contratações da temporada. Suas apostas frutificaram ao longo da Série C. Dos novos nomes, que chegaram após a contratação do técnico Márcio Fernandes, quase todos têm sido bem aproveitados na competição. Nesse sentido, Ramires, Douglas Packer, Yuri, Carlos Alberto, Zotti, Daniel Vançan e Guilherme Garré são nomes imediatamente lembrados.

marcao_gustavoramos

Há uma regra básica no futebol moderno que jamais deve ser desrespeitada. Contratações devem ser sempre pontuais, para preencher carências óbvias. Do contrário, é grande a probabilidade de se tornarem inócuas.

Na reta final do Campeonato Estadual, antevendo as exigências da Série C, o Remo agiu de maneira cirúrgica, indo buscar jogadores de fato necessários, a fim de reforçar pontos frágeis da equipe.

Com o entrosamento adquirido e a assimilação das propostas de jogo do técnico Márcio Fernandes, os jogadores recém-chegados foram se encaixando naturalmente. Até os reservas, como Vançan, entraram jogando em bom nível.

O meio-campo passou a se consolidar com a dupla Yuri e Ramires, adquirindo força criativa com Douglas. Quando foi lançado, Zotti se saiu bem diante do Luverdense. O mesmo se aplica a Garré, que teve boa atuação no 2º tempo diante do Atlético-AC.

O meia-atacante Carlos Alberto chegou como indicação pessoal de Fernandes e não decepcionou. Seu futebol foi crescendo aos poucos e, à medida que o entrosamento chegou, tornou-se peça fundamental na armação ofensiva montada pelo técnico.

Ramires virou uma espécie de representante de Fernandes dentro de campo, responsabilizando-se pela mudança de postura tática quando a situação exige. Além do trabalho sempre firme na marcação, tem se mostrado desembaraçado nas tentativas ofensivas, sempre que há necessidade.

Parte significativa da boa campanha que o Remo faz até o momento deve ser creditada, em muitos aspectos, à precisa atuação do diretor de Futebol Luciano Mancha e às sugestões do técnico Márcio Fernandes.

O começo do trabalho, ainda no Parazão, não foi tão animador. Fernandes ainda dedicava atenção excessiva a Diogo Sodré e Mário Sérgio, jogadores que chegaram antes dele.

Aos poucos, superando erros evidentes de contratação – casos de Deivid Batista e Edno –, o trabalho começou a surtir efeito. As ideias de fazer um time mais empenhado em trocar passes e valorizar a posse de bola passaram a ser vistas na prática, substituindo a tática do “saber sofrer”, defendido por João Neto.

Ainda é cedo para cravar prognósticos, mas não se pode negar que o Remo encontrou um sistema de jogo adequado às peças individuais. Tudo até aqui tem sido feito dentro dos limites da coerência. Se vai alcançar a classificação e o acesso, já é outra história.

—————————————————————————————-

Uma estratégia inédita e bem-vinda

O governo do Estado vai patrocinar pela primeira vez clubes paraenses que participam do Campeonato Brasileiro. A dupla Re-Pa está na Série C, Bragantino e São Raimundo disputam a Série D. No total, o incentivo será de R$ 1,3 milhão, que permitirá aos clubes fazer uma campanha melhor, com recursos que permitirão contratações e investimentos.

A assinatura do protocolo de intenções de patrocínio entre os quatro clubes, Governo, Federação Paraense de Futebol e Banco do Estado do Pará (Banpará) aconteceu na quarta-feira, 29.

Além da evidente valorização do esporte paraense, a ajuda do governo servirá para incentivar patrocinadores locais a também contribuírem com os clubes. O contrato dará condições aos clubes de terem mais visibilidade, refletindo positivamente em favor da imagem do Estado.

Desportista e torcedor, o governador Helder Barbalho avalia que o fortalecimento dos clubes representa uma alavanca de comunicação voltada para o turismo, através dos anúncios nas camisas e de incentivo à visitação aos principais pontos turísticos do Pará.

Como contrapartida pelo patrocínio, os times usarão camisas e faixas convidando torcedores de outros Estados a visitarem o Pará, configurando uma estratégia inédita que só evidencia a utilidade do apoio entre governo e esporte. Os primeiros a aparecer com o novo patrocínio serão o S. Raimundo e o PSC.

—————————————————————————————-

Pará sedia Copa com ajuda a pessoas carentes

A partir de segunda-feira, 3 de junho, torcedores que quiserem assistir os jogos da Copa América Sub-16 Masculina, que será disputada na Arena Guilherme Paraense, em Belém, devem trocar um quilo de alimento não perecível pelo ingresso no próprio local da competição.

As trocas ocorrerão nas datas das partidas, começando às 09h e terminando 19h30, na própria arena, localizada na rodovia Augusto Montenegro, bairro Castanheira. Os alimentos arrecadados serão repassados a instituições de Belém que ajudam pessoas carentes.

O paraense Matheus Leoni, ala-armador da seleção brasileira, formado na divisão de base do PSC e que hoje defende o Palmeiras, é uma das atrações da competição. O Brasil estreia na segunda-feira, às 20h30, contra Porto Rico, fechando uma rodada que terá jogos interessantes, como Argentina x EUA e Canadá x Uruguai.

(Coluna publicada no Bola desta sexta-feira, 31)

9 comentários em “Leão lucra com apostas certeiras

  1. Análise comparativa perfeita quanto aos contratados e seus desempenhos até o momento, meu caro, Gerson. Com relação a ajuda financeira do Governo Estadual, o problema é o círculo vicioso que se perpetua, o ideal seria que nesse tempo os clubes se tornassem independentes de ajudas governamentais. Não estou criticando o atual governo nesta ação, no momento é oportuno tal ajuda, só espero que no próximo ano não seja necessário.

    Curtir

  2. O governador está indo contra a maré. Recentemente a justiça proibiu a Caixa de patrocinar times de futebol. Como já comentaram, se torna um círculo vicioso. Esse valor poderia ser muito bem usado na principal estratégia dele: a área da segurança pública.

    Curtir

  3. Penso que ele vem utilizando recurso adequado à área da segurança e os resultados mostram isso. E vejo de forma positiva o incentivo aos clubes.

    Curtir

  4. Em relação as contratações eu já havia falado que o Remo tinha feito as melhores pois do lado Bicolor além de repatriar os ” malas” as contratações se limitaram a jogadores de baixíssima qualidade técnica, o resultado está nos gramados.
    Mais ainda, o processo de melhoria no futebol do Paysandu tem que incluir a trocas da maior parte das peças ruins.
    O time pode ser comparado a um carro velho que precisa de reparos urgentes e para isso estão usando peças usadas e desgastadas no lugar de peças novas ou originais.
    Acorda Papão, parabéns Leão!

    Curtir

  5. Em relação ao patrocínio do governo eu sou contra, mas com ressalvas, a dupla RexPa é importante na divulgação do nosso estado, como os recursos estão limitados para estes, os oriundos do governo são muito bem-vindos.

    Curtir

  6. No meu círculo de bate-papos, já vinha comentando o acerto do Remo nas contratações. Porém, não acho que isso seja resultado de planos criteriosos, mas consequência de pura sorte e por atacado. Os contratados em barca apresentam bom preparo físico e técnico e, muito importante, disposição para jogar. Tiveram pouco tempo para adaptação ao nosso clima exigente, mas nem por isso vejo esses jogadores reclamando disso e daquilo. Sorte para o Leão.

    Sou contra essas ajudas a clubes de futebol usando dinheiro público. Mais produtivo, se é pra usar, seria estabelecer um prêmio em caso de acesso à Série B. Não acho que Remo e Paysandu tenham hoje condições de disputar a Série A, mas a Série C não é lugar pra eles.

    Curtir

  7. Sim, amigo, desde o primeiro jogo na Série C. O contrato entre a Setur e os clubes, firmado na semana passada, já estava valendo desde o começo da competição.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s