Jornalista lança livro sobre o massacre dos garimpeiros de Serra Pelada

f42b27ce-c2bc-4418-8d20-1c4ee4151a22

O livro-reportagem “Encurralados na Ponte”, do jornalista Paulo Roberto Ferreira, que desvenda o massacre dos garimpeiros de Serra Pelada pela Polícia Militar em 1987, será lançado no próximo dia 22 em Belém.
Em 29 de dezembro de 1987, cerca de 300 garimpeiros protestavam na ponte rodoferroviária de Marabá, no Sudeste do Pará, por onde transita o minério de ferro da Vale. Havia uma negociação em curso para desocupação, mas os manifestantes foram surpreendidos com a violência policial. A versão oficial na época, e aceita até hoje, é a de que não houve vítimas.

Mas o livro prova que o que ocorreu foi, na verdade, um massacre. “O texto resgata a memória da luta dos garimpeiros e é uma denúncia sobre os conflitos gerados por um modelo de desenvolvimento e de consumo que expropria os direitos da população local. Ficam buracos, desaparecidos, mortos e cruzes fincadas pelas terras, pontes, estradas e rios da amazônia paraense”, ressalta o jornalista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s