Conselho que proferiu insultos racistas pede renúncia à diretoria do Santos

O conselheiro do Santos Adilson Durante Filho pediu renúncia neste sábado. A informação foi divulgada pelo Peixe por meio de nota oficial. Adilson teve um áudio racista vazado. A gravação foi feita há cerca de três anos, num grupo de amigos. Ele afirma que todos os pardos e mulatos não têm caráter.

“Sempre que tiver um pardo… O pardo o que que é? Não é aquele negão, mas também não é o branquinho. É o moreninho da cor dele. Esses caras, você tem que desconfiar de todos que você conhecer. Essa cor é uma mistura de uma raça que não tem caráter. É verdade (…) É verdade, isso é estudo. Todo pardo, mulato, tu tem que tomar cuidado. Não mulato tipo o P…(membro do grupo). O P… é tipo para índio, tipo chileno, essas porr*. Tô dizendo um mulato brasileiro. Os pardos brasileiros. São todos mau-caráter. Não tem um que não seja”, diz o áudio de quase um minuto.

Adilson Durante havia sido desligado do cargo de secretário-adjunto de Turismo na Prefeitura do Santos e do PSD anteriormente. Uma notícia-crime foi registrada contra ele. 

Veja a nota oficial do Santos abaixo:

Na manhã deste sábado, 20 de abril de 2019, o associado Adilson Durante Filho protocolou na secretaria do Egrégio Conselho Deliberativo o pedido de renúncia da função de conselheiro, triênio 2018/2020, e afastamento definitivo do quadro associativo do Clube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s