Atacado por torcedores nas redes sociais, repórter combate ‘fake news’

André Hernan entrou há 15 anos no Grupo Globo como estagiário. Hoje, é um dos principais repórteres da emissora. Na Copa do Mundo da Rússia, por exemplo, foi a aposta para acompanhar a seleção brasileira por conta de seu estilo de reportagem: linguagem informal, bastidores e informações fora do protocolo. “Falo de futebol ao vivo e nas transmissões como se estivesse numa mesa tomando vinho com meus amigos”, conta, ao UOL Esporte. O estilo consagrou o repórter e virou até bordão. Em suas participações nos programas da casa, já é rotina os apresentadores pedirem pela “última informação” de Hernan.

herhn-300x300

Mas a exposição e a fama conquistadas nos últimos anos têm preço: já viralizaram pelas redes sociais diversas imagens falsas com informações supostamente escritas pelo repórter, como um acerto do São Paulo com o goleiro Marcelo Grohe, então no Grêmio, em outubro do ano passado.

“Fake news é uma praga que precisamos combater. Essa mentira (sobre Grohe no São Paulo) proliferou em grupos e também nas redes sociais. A Globo fez uma nota desmentindo. Mas a mais curiosa foi há pouco tempo: um sujeito criou um perfil falso no meu nome no Twitter e anunciou que o Pato já estaria de saída do São Paulo. Levei na boa, mas muita gente replicou essa mentira. As pessoas tentam desconstruir a sua credibilidade por pura maldade. Isso é nojento”, desabafa Hernan.

A relação do jornalista com as redes sociais, segundo ele, é um “desafio diário”. “Outro dia um torcedor do Palmeiras tuitou: ‘Graças a Deus a Globo tirou o André Hernan da cobertura dos jogos do Palmeiras’. Aí eu respondi: ‘Tirou não. Estou de férias. Quando eu voltar você vai ter que me aturar’. Foi engraçado. Eu bloqueio quem me ofende. Mas quem provoca para chamar atenção ou em tom de brincadeira eu dou uma zoada, acho divertido. Mas é difícil manter uma relação saudável, ainda mais em tempos de polarização política. Às vezes, respondo aquelas mensagens mais grosseiras dos haters e acabo me arrependendo depois. O seguidor pode te xingar, mas se eu xingo é o repórter da Globo que está sendo mal educado, e aí é uma exposição desnecessária.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s