Diego Souza ganha recepção de ídolo ao ser apresentado no Botafogo

903708a8-000c-483d-98ae-8d86806f612f

Nos braços do povo, a chegada foi de arrepiar. Diego Souza é Botafogo. Gerado pela botafoguense Dona Cristina, em coletiva que durou 26 minutos no Salão Nobre de General Severiano, emocionou-se ao falar da mãe, com o carinho dos alvinegros e não se eximiu da responsabilidade que tem: gols. Volante de origem, adiantado no desenrolar da carreira, hoje é centroavante e está ciente de sua tarefa: terminar com a seca dos homens de área do Glorioso.

Terminada a entrevista, diante de uma multidão, disse que era muito gostoso ouvir o “Ninguém Cala” quando jogava contra. Mostrou-se ansioso para escutar o cantor em seu favor e afirmou, com um palavrão, “estar a favor pra c…” do Botafogo, o que levou a torcida ao delírio. Em seguida, puxou seu canto favorito dos alvinegros.

– A motivação é fora do normal. E podem ter certeza de que vou retribuir isso aqui (a recepção da torcida) dentro de campo – garantiu o reforço aos torcedores, antes de puxar a música ”Ninguém Cala”.

d1okh5ow0ae84w-

O reforço assinou o contrato de empréstimo até o fim de 2019 ao lado do presidente Nelson Muffarej. No início da apresentação, Diego Souza revelou que a cobrança vai começar dentro de casa. Sua mãe, Cristina, é botafoguense.

– Estou muito feliz de poder vestir a camisa do Botafogo. Esse clube sempre foi muito presente na minha vida. Minha mãe é botafoguense. Hoje estou não só feliz de vestir a camisa, mas também por dar essa felicidade para a minha mãe.

Como vinha atuando pelo São Paulo, o atacante só precisa ser regularizado para fazer sua estreia.

d1okxwzwkaeidx0

TRECHOS DA ENTREVISTA

Carinho da torcida

Desde quando surgiu a possibilidade de vir para o Botafogo, vejo o carinho do torcedor comigo e isso não tem preço. A redes sociais aproximam bastante. Fico feliz pelo carinho, por estar vestindo essa camisa, vou fazer de tudo, não vou medir esforços, para transformar esse carinho em gols e vitórias.

Retorno ao Rio

O que mais pesou foi o projeto que o Botafogo me mostrou, é ambicioso. É um time aguerrido, que está criando uma identidade boa e quero fazer parte, agregar, ajudar, fazer com que o torcedor chegue no estádio e saiba o que vai acontecer lá dentro. Quando a gente cria uma identidade, traz a alegria do torcedor, sai de casa sabendo o que vai esperar da equipe.

Muda o patamar do elenco?

Chego para agregar, para tentar ajudar da melhor maneira possível. O time do Botafogo é bom, jovens jogadores qualificados, rápidos. Vou fazer de tudo para me adaptar o mais rapidamente possível e poder ajudá-los. Tenho certeza que vamos sair bem e jogar um bom futebol jogar de igual para igual.

Motivação

Estou com a expectativa maravilhosa. Esse ano temos três campeonatos importantes. Expectativa ótima para uma conquista, um time que tem tudo para surpreender. Jovens jogadores de muita qualidade, treinador estudioso. Estou feliz e motivado para ajudar.

São Paulo

Ano passado foi um ano bom, fui o artilheiro do São Paulo. Em 2019 as coisas não aconteceram da melhor maneira para o São Paulo. Até porque eu não joguei muito. Todo ano da minha carreira o final é sempre muito proveitoso. Fico tranquilo porque sei do meu potencial. É um recomeço maravilhoso. Não estou aqui para provar nada, venho para agregar, ajudar, jogar meu melhor futebol e trazer alegria para a torcida. Não tem preço ver o torcedor feliz com a sua chegada. É um combustível para querer entrar em campo o mais rapidamente possível. 

(Do Globoesporte.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s