Após apresentação, Fernandes inicia trabalho no Leão

dirsonneto_marciofernandes_paulomotafilho

Márcio Fernandes foi apresentado ontem e iniciou de imediato o trabalho à frente do elenco do Remo. Acompanhou de perto os trabalhos físicos e técnicos dos jogadores para tirar suas primeiras impressões. A estreia será no próximo dia 7, contra o Tapajós, no estádio Barbalhão, mas ele deve utilizar o período de folga na tabela para se informar melhor sobre o grupo de atletas.

“Temos que aproveitar o máximo de tempo que temos em mão. Já gostaria de ter estado aqui na terça-feira, mas infelizmente não foi possível porque foi cancelado o voo. Teve muita chuva em São Paulo e foi impossível da gente estar aqui ontem. Chegamos hoje e já fomos trabalhar para conhecer o grupo, ver realmente o que a gente pode melhorar. Digo melhorar não no sentido que estava ruim, mas melhorar porque em tudo na nossa vida a gente pode melhorar. Se está bom, a gente pode melhorar”, disse, durante a apresentação à imprensa.

marciofernandes-8

Sobre João Neto, seu antecessor, Fernandes mostrou-se diplomático. “Se ele esteve no time até agora, o conhecimento que ele tem da equipe é muito maior que o meu, que estou chegando. Claro que vou colocar em prática muita experiência que consegui no futebol, mas ele pode me ajudar, e muito! Claro que vai ter essa conversa, não só com ele. Já comecei a conversar com partes da equipe para saber algumas coisas, estar a par de tudo. Porque não juntar as forças para se chegar a algo melhor? É isso que vou fazer”, ressaltou.

A respeito dos reforços, observou que jogadores que disputam o Campeonato Paulista são o principal alvo, mas admitiu que as contratações costumam ser complicadas. “Quando termina os regionais, você até se surpreende com o tanto que jogadores que ficam à disposição, mas o (Campeonato) Paulista é o que termina mais perto do Brasileiro e é o que dá uma condição de contratar jogadores melhores, porque a Federação banca muito mais os times do que em outros regionais. A condição financeira dessas equipes é muito maior do que as de outros Estados. Por isso eles conseguem levar jogadores melhores. Para a gente trazer esses jogadores, só terminando o campeonato. Estamos procurando. Vamos tentar seduzir esse jogador, tentar tirá-lo antes”, disse.

GUSTAVO FAZ CRÍTICAS

“O planejamento estava montado para começar com o Neto e a diretoria tomou essa decisão de tirar ele por causa dessa pausa. Entendo que faltou um pouco de calma com ele”, disse o atacante Gustavo Ramos, medindo as palavras, mas lamentando a saída de Netão. Autor de dois gols e algumas assistências no Parazão 2019, Gustavo é um dos poucos destaques do Remo na competição.

“Os torcedores são muito emotivos. Querem que aconteçam as coisas tudo no curto prazo, mas a gente sabe da qualidade do grupo”, disse. “Pensar somente no Re-Pa é pensar pequeno. Pois, a gente sabe que tem a Série C do Brasileirão, que é um campeonato bastante difícil”, completou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s