Remo consegue na Justiça o desbloqueio das rendas de jogos

torcida-3

A nova diretoria do Remo tenta aos poucos arrumar a vida financeira do clube. Na segunda-feira (11), conseguiu o desbloqueio de 30% das rendas dos jogos. Essa vitória foi viabilizada com o pagamento de R$ 422 mil na conta do Projeto Conciliar, do Tribunal Regional do Trabalho. Uma reunião prevista para sexta-feira (15) servirá para sacramentar os ajustes.

“Em dezembro, o juiz Itamar Lemos, deu um despacho dizendo que se conseguíssemos com que o valor da cota do Copa do Brasil caísse no início do Parazão, ele iria desbloquear as rendas. Na sexta-feira (15), teremos uma reunião com o juiz para alinhar tudo, mas já está decidido, pois foi despachado no dia 18 de dezembro. Vamos homologar. Teremos um Re-Pa no próximo domingo (17) e não queremos ser surpreendidos com oficial de justiça”, disse o advogado André Serrão.

O Remo encara o Serra (SE) nesta quarta-feira (13), no Espírito Santo, pela 1ª fase da Copa do Brasil. Em caso de empate ou vitória, o Leão garante mais uma cota no valor de R$ 625 mil, que está bloqueada antecipadamente, mas a intenção é que isso seja revertido.

“Há um bloqueio da cota (caso o Remo avance na Copa do Brasil). O que tínhamos de parcelas atrasadas era da ordem de R$ 440 mil e o bloqueio dessa primeira cota já deu conta de tudo. Na reunião da próxima sexta-feira, vamos dialogar também sobre a questão desta segunda cota, caso o Remo passe de fase”, acrescentou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s