Tumulto em Buenos Aires provoca adiamento da final entre Boca e River

naom_5bf9c0a228e38

A finalíssima da Copa Libertadores entre River Plate e Boca Juniors foi adiada para este domingo (25). O duelo estava marcado para começar às 18 horas deste sábado (24), depois sendo postergado em 2h15 pela Conmebol em função do ataque ao ônibus do time visitante na chegada ao Monumental de Nuñez. E um novo adiamento foi adotado.

O ônibus foi recebido a pedradas neste sábado, no momento em que chegava ao estádio. Jogadores foram atingidos por estilhaços de vidro. O primeiro duelo da final terminou empatado por 2 a 2, no estádio de La Bombonera.

Os dirigentes de Boca Juniors e River Plate se reuniram com representantes da Conmebol e também com o presidente da Fifa Gianni Infantino após o incidente. A intenção do Boca é adiar a partida. Os dirigentes das duas entidades tentam convencer os visitantes a ir a campo.

O capitão do Boca Juniors Pablo Pérez, com cortes no braço e ferimento no olho, foi encaminhado a um hospital. O diretor do time visitante, Jorge Roberto Anró, concedeu entrevista e avisou que não há clima para acontecer a final. Segundo ele, o elenco não está em condições de entrar em campo por causa das agressões recebidas no momento da chegada no estádio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s