Eymael declara voto em Haddad e defende pacto pela democracia

44648431_942143339318047_4910717575903576064_n

A propagação nas redes sociais neste final de semana de um vídeo em que o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL) aparece dizendo que bastaria um “cabo e um soldado” para fechar o Supremo Tribunal Federal (STF) mudou pelo menos um voto nesta eleição presidencial. Na manhã desta segunda-feira (22), o candidato da Democracia Cristã (DC), Eymael, fez um post em seu perfil no Facebook afirmando que a declaração afastava qualquer possibilidade de se manter neutro na disputa e propôs que Fernando Haddad (PT) construa um “pacto nacional pela democracia no Brasil”.

“A afirmação publicada ontem, do deputado Federal eleito pelo PSL em São Paulo, Eduardo Bolsonaro e considerada GOLPISTA pelo decano do STF, Ministro Celso de Melo, de que BASTA UM SOLDADO E UM CABO PAR FECHAR O STF, afasta qualquer possibilidade de neutralidade! Proponho ao Candidato a Presidente, Fernando Haddad, que ULTRAPASSE as fronteiras do PT e firme, com as Lideranças Político Partidárias Democráticas do país, o PACTO NACIONAL PELA DEMOCRACIA NO BRASIL!”, diz o post de Eymael.

No domingo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que vem sendo citado como um dos possíveis nomes para liderar uma frente do tipo em apoio a Haddad, havia manifestado repúdio às declarações de Eduardo Bolsonaro.

 

2 comentários em “Eymael declara voto em Haddad e defende pacto pela democracia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s