A volta aos tempos do “ame-o ou deixe-o”

images_cms-image-000609352

“Vai haver uma limpeza como nunca houve antes nesse país. Vou varrer os vermelhos do Brasil. Ou vão embora ou vão pra cadeia”.

Jair Bolsonaro, em vídeo exibido a seguidores na Avenida Paulista

Um comentário em “A volta aos tempos do “ame-o ou deixe-o”

  1. Do jeito que a coisa está com juízes se ajoelhando pedindo clemência para o acéfalo que será eleito, pqp, Deus nos livre, com o voto de muitos odiadores da esquerda e tão acéfalos quanto o seu candidato, não será difícil vermos nas ruas das cidades execuções sumárias pelo simples fato de uma pessoa ostentar uma estrela vermelha no seu peito.
    Infelizmente, estamos condenados às trevas.
    O que mais me amedronta é ver gays, negros, pobres, lésbicas e religiosos apoiando abertamente a quem irá conduzi-los ao paredão de fuzilamento.
    Nossa bandeira nunca será vermelha, ela será manchada de vermelho pelo sangue de milhões de inocentes que serão executados a céu aberto com as bençãos dos pastores e aplausos dos psicopatas da direita.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s