O passado é uma parada

DkNMVLPXsAAPuye

Praça do Relógio, idos de 1960. Ver-o-Peso e Feira do Açaí ao fundo, com os clíperes que marcavam a área urbana de Belém no período.

3 comentários em “O passado é uma parada

  1. Lá no clípper estacionados três lotações, um tipo de ônibus que circulava nos bairros mais centrais e não permitia viajar em pé por isso eram de menor porte. Naquele tempo, pelo menos percebíamos a tentativa de buscar soluções para o trânsito

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s