STJD suspende Vacaria e obriga Remo a pedir efeito suspensivo

vacaria-2

Os volantes Geandro e Vacaria (foto) e o preparador de goleiros Juninho foram julgados e punidos pelo STJD, na tarde desta quinta-feira. Geandro, que já cumpriu suspensão de um jogo, está livre para atuar contra o Salgueiro (SP), segunda-feira (06), pois sua pena foi de apenas uma partida por ter sido expulso contra o Santa Cruz (PE).

Os casos de Vacaria e Juninho foram mais graves e cada um recebeu punição de três partidas. O advogado Osvaldo Sestário, que representa o Remo no STJD, ficou de ingressar com pedido de efeito suspensivo para Vacaria nesta sexta-feira.

A pena imposta ao volante foi considera excessivamente rigorosa, visto que o preparador Juninho, que chegou a espetar o quarto árbitro com uma caneta, também pegou gancho de três jogos.

5 comentários em “STJD suspende Vacaria e obriga Remo a pedir efeito suspensivo

  1. Não é a punição do Vacaria que foi rigorosa, mas a do celerado que dava socos com a ponta de uma caneta nas costas do árbitro reserva que foi branda. Vacaria chamou o árbitro de palhaço, disse que era pai de família e arrematou seu destempero verbal contra o desafeto da ocasião desferindo contra ele vários palavrões.
    Se houve ou não tráfico de influência pra tudo ficar por menos, é difícil afirmar agora. Certo é que não há rigor excessivo nas penas, ao contrário.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s