Para manter Lula preso, ordem judicial é mandada às favas

aroeira-2-600x316

Rogério Favreto, como plantonista, fala pelo TRF-4 durante os finais de semana e fora do horário de expediente, segundo a escala de plantão, desde a quarta-feira, dia 4, até a terça-feira da semana que vem, 17.

Quem discordar de suas decisões pode e deve recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, onde o plantonista decidirá se acolhe ou não a reclamação. Ou recorrer ao tribunal pleno.

Não há “conflito” de ordens judiciais, por dois desembargadores, até porque o processo contra Lula, está esgotado naquela jurisdição.

Quanto a Moro, é mais simples.

Não tinha o direito de “determinar” a manutenção de Lula preso, contra ordem de instância superior.

A ordem de soltura foi dada às 9h05 e entregue às 10h à Polícia Federal, com força de Alvará de Soltura.

Moro deu seu despacho às 12h05.

Neste intervalo, a PF descumpriu a ordem.

Agora, diante da nova ordem e prazo já encerrado para seu cumprimento, espera-se uma armação, quando o presidente do TRF-4 possivelmente dará um mandado de segurança, solicitado por um desconhecido advogado do Ceará, instrumento evidentemente inepto para rediscutir uma ordem de soltura que, por óbvio, não pode ser dado por “periculum in mora”, já que nada se caracterizaria arriscado por Lula dormir em São Bernardo do Campo.

A espera, agora, é um novo “enrolation” da PF.

Descumprindo a ordem de quem sabe ser a autoridade legítima.

Se a ordem de Favreto é ou não correta, como diz o jurista Lenio Streck, são outros quinhentos.

“Examinando o que se tem até agora, vê-se que há uma ordem de soltura que deve ser cumprida. Ordem judicial se cumpre. Nem a polícia nem Moro podem se opor, mesmo que a ordem de HC seja eventualmente indevida ou ilegal. “

O que se revela é que prender e manter preso Lula não é uma decisão jurídica, mas uma “causa” que não pode ser negligenciada por um dia sequer.

Estão, há quase 10 horas, buscando uma forma aparentemente legal de sustentar um descumprimento de ordem de soltura.

Ou que a Globo, afinal, aceite a libertação, ainda que provisória, de Lula. A emissora, aliás faz uma longa sustentação da necessidade de manter Lula preso.

Nota do blogueiro – Às 19h30, a Globo News informou que o presidente do TRF-4 decidiu manter Lula preso, atropelando decisão soberana do desembargador plantonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s