O presidente da CBF não errou. Ele é o próprio erro

img_0176

Por Juca Kfouri

O coronel Nunes, que preside a CBF porque era o vice-presidente mais velho, não votou errado em Marrocos por acaso. Acaso teria sido se tivesse acertado e votado, como ficou acordado entre os membros da Conmebol, na candidatura EUA/México/Canadá.

Mas Nunes se confundiu ao votar, como trocou o Mar Negro pelo Vermelho.

Teorias da conspiração já pululam nos bastidores do futebol, como pelos corredores da Federação Paulista de Futebol, onde se garante que o voto foi proposital e por vingança da investigação do FBI sobre os três ex-presidentes da CBF.

Tudo é possível, mas traição para perder é de tamanha burrice que é melhor aceitar a tese do erro mesmo, embora o coronel não escondesse sua simpatia por Marrocos, “que nunca sediou uma Copa”. Ontem houve vários erros, hoje mais um e amanhã e depois haverá outro e outro e outros enquanto durar, até abril do ano que vem, o folclórico mandato do fabuloso coronel Nunes.

Pelo menos, ao contrário de Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, ele diverte a patuleia.

11 comentários em “O presidente da CBF não errou. Ele é o próprio erro

  1. “Quando os atos de alguém desmentem suas palavras é descoberta sua hipocrisia”. Li esta frase em algum lugar e resolvi adotá-la. Os paladinos da democracia, os anti-discriminação e os politicamente corretos, quando falsos, em algum momento escorregarão, mostrando suas verdadeiras faces. É o caso do autor desse texto. A pinimba com Nunes é pelo fato dele ser do norte, e isso é imperdoável para a imprensa sulista, acostumada a ver no comando supremo do futebol brasileiro suas crias regionais. Sempre incensaram as figuras de déspotas e corruptos como Havelange e Teixeira na CBF, só capitulado aos fatos delituosos da dupla quando estes já não mais podiam ser escondidos debaixo do tapete. Foram condescendentes com os dois até onde puderam, invernizando como grandes gestores as imagens do sogro e do genro, como se a sucessão dos contraparentes no comando máximo do futebol brasileiro fosse a coisa mais natural do universo. Nunes não caiu de paraquedas na presidência da CBF. Para o bem ou para o mal, é fruto das regras e conchavos espúrios dos que sempre mandaram na CBF, oriundos do eixo Rio-São Paulo. Resta agora à imprensa desse eixo, na impossibilidade de dar um golpe e colocar alguém da simpatia dela no comando do futebol, tentar ridicularizar a figura de Nunes, que nem cheira e nem fede. Se o subconsciente de Nunes falou por Marrocos, é até aceitável frente ao disparate de fazer uma copa em três países, imensos territorialmente, incluindo os EUA, na tentativa de agradar esse país, hoje muito empenhado em engaiolar os dirigentes da Fifa.

    Curtir

  2. Parabéns pela postagem Miguel Silva. Concordo com tudo que você escreveu e ainda acrescento que: Esse senhor, o qual sempre chamo de “Juca ki é furo”, sempre se julgou dono da verdade no esporte brasileiro, nunca me convenceu com seus comentários toscos, principalmente nesse sobre o Coronel Nunes. De verdade o problema do ” Juca Ki é Furo” não é contra votação do Coronel a favor do Marrocos, é sim ´contra um homem do Norte na CBF como você bem citou. É Pura discriminação que temos sofrido há muito anos, principalmente hoje em dia. É só ver atletas sulistas em fim de carreira que ninguém quer mais por lá, aceitam vir para o Norte mas só se receberem fábulas em dinheiro, porém lá jogam até por míseros salários. Posso afirmar que se o Coronel Nunes tivesse votado a favor dos EUA, não tenho dúvida que Juca ki Furo estaria opinando que o Coronel Nunes era da “elite dos poderosos que sempre mandaram na CBF ” e jamais iria votar num país africano pobre ou humilde igual Marrocos. A nossa felicidade hoje em dia é que diferente de antes, a globalização e expansão de redes sociais podemos desabafar e responder dentro dos limites, concordando, discordando ou até criticando certas opiniões. Antigamente isso era bem mais difícil e o cara podia achar que estava abafando ou convencendo a maioria com sua opinião.

    Curtir

  3. Vocês, nobres foristas, estão enganados, completamente. É de se lamentar que estejam cegos nessa situação com o coronel. Se ele estivesse pelo menos certo, eu até concordaria com vocês. Agora, ele fez papelão sim e não é porque é do norte, do pará, que tem de ser aliviado. Invocar esse argumento de que só porque ele é do norte a imprensa o está crucificando é um sofisma, que mostra o quanto esse bairrismo de vocês é prejudicial. Ele errou sim e muito feio, a ponto de colocar a CBF em (mais) um rolo. E olha que eu nunca fui com a cara do Kifury, mas nessa ele tá certo, já que é visivel que este sr é despreparado e só está de marionete no comando. Vocês, foristas, deveriam refletir sobre suas opiniões para não serem vitimas de um bairrismo bobo !

    Curtir

  4. Amigo Miguel, o coronel é uma figura indefensável, que só está nesse cargo pela cumplicidade com criminosos confessos como Marin, Del Nero e Teixeira. Juca é um jornalista sério, merece nosso respeito e admiração. Sua frase foi certeira e correta. Não misturemos as coisas.

    Curtir

  5. Nélio, ninguém é dono da verdade, mas Nunes é um oportunista que está nesse cargo justamente porque a CBF é o que é. Juca é um profissional competente e merecedor de respeito.

    Curtir

  6. Que bom, Mateus, que nem tudo está perdido por aqui. A título do velho clubismo bobo, vi alguns comentários tentando atribuir “preconceito” contra o velho coronel. Ora, ora… preconceito todos devemos ter contra cartolas pilantras, sanguessugas do futebol, gente que se deu bem a vida toda às custas de uma paixão popular tão bonita. O coronel mostra novamente que é um despreparado que vive a envergonhar o Pará lá fora, deveria formar dupla breganeja com aquele trepidante deputado dos confetes.

    Curtir

  7. Aliás, esse papo regionalista de defesa dos conterrâneos cai por terra quando o próprio conterrâneo não se ajuda e nem ajuda sua terra. Saiu a lista das cidades sedes da Copa América 2019 e Belém está fora, como sempre. Defensores do cartolão aloprado dirão o quê??

    Curtir

  8. Como disse, o coronel não cheira e nem fede. Faz parte da corriola que sempre mandou no futebol brasileiro. O que não dá pra aceitar é a mídia hegemônica tentar agora depreciar e ridicularizar, com pitadas de cinismo, um cidadão que é mais um entre os que, ao longo dos anos foram levando o futebol brasileiro para a atual indigência em que se encontra. Interessante que a crítica mordaz é pelo fato de Nunes ter contrariado, consciente ou inconscientemente, o conluio planejado pela Conmebol. Se não fosse ele, Nunes, o autor do feito agora estaria sendo exaltado pelos hipócritas por ser independente, corajoso etc e tal. Não vi crítica alguma pelo fato maior que foi a mandraquisse de escolher três países sede, com um dos objetivos, o maior, de agradar os americanos, pedra no sapato da corriola. Quanto a ser bairrista, não tomo isso como depreciativo a minha pessoa. Sou o que a maioria das pessoas são, defendendo o meu pedaço, seja no futebol, na política, na economia. Os mesmos que falam em bairrismo são os que acham que árbitros sempre estão a prejudicar os times do Pará, que a imprensa forasteira deprecia o nosso estado e que a CBF nos ignora em horários e datas de jogos para nós prejudicar e outras chorumelas mais. Nunes comanda a FPF há anos, mas nunca se viu um movimento articulado de imprensa, clubes e torcedores para desalojá-lo do cargo que ocupa. Jabuti não sobe em árvore.

    Curtir

  9. A próxima presepada do coronel Odorico será fazer uma tatuagem de rena na bunda com i nome do “Marin” e vai ter besta que aplaudirá…

    Curtir

  10. Daqui há pouco o Coronel Odorico estará tatuando o nome do Marin na bunda e vai ter lezo achando bonito porque “ele é do norte”. Te dizê…

    Curtir

  11. Descobri que há uma multidão de outros lesos (com esse, viu?) adeptos de conchavos, conluios… Alguém já disse que toda unanimidade é burra. Mas acho mesmo que por trás de unanimidades há mesmo é muita esperteza.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s