O dia em que Beatles e Pink Floyd foram vizinhos de gravação

Pink-Floyd-e-The-Beatles

Depois que pesquisadores do rock sessentista descobriram que Bob Dylan quis gravar com os Beatles e os Rolling Stones, uma outra história deliciosa daqueles anos dourados é sobre a proximidade física entre Beatles e Pink Floyd durante o período de gravação do aclamadíssimo Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band nos estúdios Abbey Road, em Londres. O Pink Floyd gravava The Piper at the Gates of Dwan, seu primeiro disco, a poucos metros de distância do estúdio onde John, Paul, George e Ringo davam os retoques na obra-prima do Fab Four.

Em seu livro Inside Out: A Personal History of Pink Floyd, o baterista Nick Mason conta que ele e os outros três jovens companheiros da formação original do Pink – Syd Barrett, Roger Waters e Richard Wright – gravavam The Piper na porta do lado ao estúdio dos Beatles, em Abbey Road. Ele conta no livro sobre o dia em que ele e os companheiros assistiram à gravação de “Lovely Rita”. Obviamente, enquanto fãs, a gravação influenciou o que estavam fazendo naquele momento, especialmente quando se compara a canção dos Beatles com a instrumental “Pow R. Toc H.”, do Pink.

(Ouça, abaixo, as duas canções).

pink-floyd-syd-barrett-david-gilmour-roger-waters-rare-vintage-60s-70s-retro-classic-rock-music-musician-photo-3

A influência dos Beatles sobre a música do Pink Floyd e de todas as bandas de rock da época nunca foi negada, mas o livro de Mason revela que as bandas estiveram muito próximas e poderiam ter feito até um registro informal, uma canja, tão comum nos dias atuais. Pena que ninguém teve essa ideia naquele momento.

3 comentários em “O dia em que Beatles e Pink Floyd foram vizinhos de gravação

  1. Há quem afirme justamente o contrário, os Beatles foram influenciados pelo som inovador do Pink Floyd, basta perceber que o Sgt. Peppers se tornou um dos melhores bolachões dos rapazes de Liverpool, o iê iê iê virou rock…

    Curtir

  2. Amigo André, respeito sua opinião, mas nunca ouvi ou li nenhum tipo de análise nesse sentido. É preciso entender que os Beatles estavam na estrada há mais de 12 anos, amadurecidos e consagrados. A obra conceitual que é Sgt. Peppers foi toda concebida pelo gênio Paul McCartney, depois da guinada criativa iniciada em 1967 com Rubber Soul. Além disso, quem foi acompanhar a gravação do Fab 4 em Abbey Road foi o Pink, em início de carreira, e não o contrário. Já li muitas resenhas
    e até livros traçando um paralelo entre Sgt. Peppers e Pet Sounds, dos Beach Boys, que foi gravado primeiro. Jamais, repito, soube de qualquer referência a uma suposta influência do Pink, até então uma banda semi-desconhecida.

    Curtir

  3. Amigo Gerson, assisti, anos passados, um documentário sobre o Pink Floyd, se não me engano produzido pela BBC, onde foi mencionada a gravação dos discos Beatles/Sgt. Peppers e Floyd/The Piper em estúdios praticamente frontais, por uma ou mais semanas. Durante a narrativa eles citam que o toque psicodélico que os Beatles imprimiram no Sgt. Peppers, inexistente em trabalhos anteriores, poderia ter sido influenciado pelos vizinhos de porta. Falam também da admiração mútua que nasceu dessa convivência. Pode ser coisa de fã puxando a sardinha para a sua brasa, mora? Rs. Abraços fraternos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s