“Conciliação de classes” acabou porque os pobres saíram ganhando

show_bolsa-768x427

Por Carlos Henrique Machado (*)

Em uma década o Brasil conseguiu sair do mapa da fome. Um feito inédito na história da ONU.

Não só isso, nos treze anos de PT, foram criados vários programas sociais que serviram de grandes abrigos que mudaram a cara do país com a inclusão de milhões de brasileiros como metas que deveriam ser alcançadas, e foram.

Por isso, é compreensível que as classes economicamente dominantes não queiram saber de conciliação de classes porque as camadas mais pobres da população nos governos Lula e Dilma avançaram muito e, por conseguinte, houve uma sensação física de perda de território institucional das classes média e alta.

Na fragmentação social do país, ganham os mais poderosos, sempre!

Tanto que, depois do golpe, só quem ganhou foram os grandes investidores, os rentistas e os bancos. O restante da população sofreu, na pele, a restrição desse espaço.

Foi aí também que desabrochou o ódio gratuito nunca visto. Digo gratuito porque ninguém perdeu nos governos Lula e Dilma.

Então, essa misteriosa ira desenfreada foi abrindo espaço com o discurso contra o Bolsa Família, Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida e tantos outros programas sociais que produziram de alguma forma a transferência de renda para os segregados pelo Estado.

Com o golpe, o termo “política pública” foi substituído por “mercado”.

A ordem é esquecer a população pobre excluindo-a do orçamento do Estado para priorizar as ordens da Bovespa.

(*) Músico, compositor e pesquisador de música popular brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s