Fala, mestre Palmério…

“A prisão tardia (e bota tardia nisso) de Eduardo Azeredo não passa de cortina de fumaça para novos crimes contra a democracia. Um tucano depenado no xadrez? Essa turma não brinca em serviço, Não existe margem para o acaso. Só para o não vem ao caso.”

Palmério Dória, jornalista e escritor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s