Renato: ‘Ao me cortar, Telê tirou a chance de o Brasil ganhar a Copa’

renato-gaucho-15052018225259456

Por Cosme Rímoli, no R7

Foi o corte mais polêmico da história da Seleção.

Um churrasco regado a bebidas acabou com a chance real de o Brasil conquistar a Copa de 1986. Os detalhes estão explicados de maneira explícita por Renato Gaúcho, como nunca foram.

Amargo, como poucas vezes se viu, ele mostrou na entrevista, sua maior frustração na carreira. Ele tinha certeza de que poderia ter feito o Brasil campeão mundial no México.

“Eu havia sido o melhor jogador da Seleção nas Eliminatórias. Tinha 23 anos, estava voando fisicamente. O Brasil iria jogar no México ao meio-dia. O time já tinha algumas peças envelhecidas. Tinha certeza que seria muito importante”, aposta Renato.

“O Telê Santana não me puniu. Puniu um país para manter a disciplina. Me cortou e, em seguida, perdeu o Leandro, que não foi à Copa, por solidariedade”, diz.

Com o polêmico corte do atacante, Leandro, que foi carregado para a concentração por Renato, desistiu de ir para a Copa. Por solidariedade ao amigo. A Seleção perdeu a fortíssima ala direita. E mais, Telê perdeu o grupo. Os jogadores não concordaram com o rigor do treinador. O ambiente foi péssimo no Mundial do México.

Logo após a eliminação nas quartas de final, vários jogadores se reuniram para comemorar o fim do ciclo de Telê Santana na Seleção. Na famosa noite de bebedeira com a presença de jornalistas, a ausência de Renato Gaúcho e Leandro foi lamentada.

“Telê foi injusto. E puniu o Brasil. Eu nunca faria o que ele fez…”.

6 comentários em “Renato: ‘Ao me cortar, Telê tirou a chance de o Brasil ganhar a Copa’

  1. Se for analisar pelo histórico de Renato, o futebol que jogava e tudo que já ganhou e vem ganhando como atleta e treinador pode-se acreditar que tinha forças para ajudar o Brasil a trazer a Copa 86. Mas pelo lado da indisciplina nunca, jamais. Atleta Indisciplinado não é atributo em nenhum lugar no mundo para se vencer alguma coisa. O dia que passar a ser me tire o tubo.
    Ja basta por aqui um dirigente do vizinho Remo brigar com treinador que barrou atleta indisciplinado. Será que o Renato deixe os caras atletas fazerem tudo que querem na concentração do Gremio?? Se for não apoio mais ele para a seleção canarinho um dia.

    Curtir

  2. Papo furado de irresponsável. Ele não era isso tudo que se acha como jogador. E como treinador, ainda acho que suas vitórias vem da conjunção das estrelas. O caráter desse Renato Gaúcho pode ser medido com o que ele fez com o Botafogo, numa final de Campeonato Brasileiro contra o Flamengo.

    Curtir

  3. Como torcedor, e não um investidor, não dou a mínima para declarações de boleiros, me importam mais os gols. Renato pode falar o que quiser. A decisão de Telê Santana é uma decisão de pouco, ou nenhum, impacto social prático na vida dos brasileiros. A decisão dele teve grande impacto sobre Renato. O fato de Renato e Leandro não terem ido à copa de 1986 não significa absolutamente nada sobre a classificação final da seleção naquela copa. Nesse sentido, a declaração de Renato é só especulação e uma certa amargura, compreensível até.

    Por outro lado, do ponto de vista do Código Civil, os clubes são associações sem fins lucrativos e que usam dinheiro público indiretamente por causa das vantagens fiscais e tributárias. Clube de futebol é uma instituição de direito privado que presta serviço de interesse público. E a finalidade da CBF é promover o futebol. Convenhamos que ela tem bastante sucesso nisso, embora a maneira de fazer isso seja algo duvidoso e até questionável. E a declaração de Renato é de um profissional que perdeu uma grande oportunidade na carreira esportiva, mesmo tendo um comportamento reprovável aos olhos do chefe.

    Considerando que Renato teve brilho e conquistas importantes ao longo da carreira mesmo após a copa de 1986, de que adiantou o corte da seleção? Abrir mão de todo um lado direito promissor numa seleção de futebol numa copa do mundo não me parece uma coisa inteligente. Talvez Telê tenha exagerado e perdido a copa de 86 por causa disso. Talvez. É que numa copa do mundo todas as seleções estão com seu máximo e num torneio tão curto como a copa a oscilação de desempenho das seleções tende a ser desprezível, diferente do que se vê num campeonato longo, salvo por acontecimentos fortuitos, como quando Pelé se ausentou da copa de 62 e Neymar, na de 2014.

    Pelo que é possível discernir, o desempenho da seleção de 86 poderia ter sido mais alto, mas isso não garantiria a taça, visto pelo que a seleção de 82 passou no Sarriá. Do episódio fica apenas a questão do comportamento de Renato e se, mesmo hoje, não ocorre o mesmo com outros atletas, apenas com desfecho diferente.

    Curtir

  4. A única coisa que fica no ar e vem à tona ou até prova depois de 31 anos da Copa 86, após as declarações polêmicas do Renato é que a perda da Copa pode ter como causa também a fritura do Mestre Telê por um grupinho de atletas que foi à Copa e não ficou satisfeito com a exclusão de Renato e pedida de desconvocação do Leandro. Muita coisa pode agora pode nos esclarecer sobre a eliminação nos penais para a França depois muitos gols perdidos durante o jogo. Até o Zico( que não andava satisfeito com Telê por ido ido esquentar o banco de reserva) perdeu penal decisivo. A festa de atletas comemorando o fim da era Telê na seleção provam tudo isso. Se mestre Telê estivesse vivo certamente o assunto iria render e propagar muito mais que as declarações do Vampeta o qual disse que “o Corinthians fingia que pagava ele, e ele fingia que treinava e jogava”. Certamente Mestre Telê ficaria indignado e atiraria para muitos lados, se sentindo traído pelo grupo que convocou para trazer a Copa 86

    Curtir

  5. Concordo. A Seleção perdeu muito sem o principal atacante em atividade no Brasil na época, embora isso não queira dizer – como alardeia Renato – que a Copa estava ganha. Telê era um técnico com visões modernas das táticas do futebol, mas era um homem com conceitos muito rígidos em relação à disciplina, apegado à tradição familiar. Isso explica a reação dele ao comportamento de Renato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s