Vitória dá ânimo novo ao Leão

POR GERSON NOGUEIRA

Depois de quatro jogos sem vencer, o Remo superou ontem à noite o Independente, que era a única equipe invicta do campeonato. Não foi uma atuação brilhante, mas diferiu das últimas apresentações pela intensidade com que o time se lançou à disputa, não permitindo que o adversário ficasse à vontade dentro do Mangueirão. Além da reabilitação, o triunfo devolveu ao Remo a condição de líder do grupo A2, superando o São Raimundo no critério de desempate.

Há quem veja na disposição demonstrada pelos jogadores o efeito Givanildo. É bem possível que isso tenha influenciado no ânimo do time, mas seria injusto não enxergar a participação do auxiliar Netão na distribuição dos atletas em campo.

Com simplicidade, ele escalou o Remo com dois atacantes bem abertos, Elielton e Felipe Marques, para manter o Independente na defensiva e abrir espaços para o centroavante Isac e os homens de meio-campo.

A estratégia não funcionou bem nos primeiros 15 minutos, quando o Independente andou rondando a área em jogadas de Fabrício e com cruzamentos para Betinho explorar a conhecida fragilidade do miolo de zaga remista.

O Remo crescia quando a bola chegava a Elielton na direita. Com dribles em velocidade, ele atraía a marcação de até três adversários, facilitando a movimentação dos demais companheiros. Aos 15 minutos, ele entrou na área e cruzou rasteiro, mas Felipe Marques chegou alguns segundos atrasado.

bol_qui_010318_11.ps

Apesar de o Independente segurar a bola e trocar passes tentando envolver o Remo, as jogadas mais agudas eram sempre criadas pela ofensiva azulina. Aos 20 minutos, em reposição defeituosa do goleiro Dida, Isac recebeu na intermediária e lançou Elielton, que avançou e bateu cruzado, abrindo o placar.

A abertura do placar deu ao Remo confiança para pressionar ainda mais. Aos 23 minutos, lançado por Isac, Felipe Marques bateu de fora da área e Dida evitou o gol desviando com a ponta dos dedos.

O Independente chegava só de vez em quando, mas criava problemas para os zagueiros do Remo. Aos 29’, apareceu na frente do goleiro Vinícius para cabecear com liberdade. A bola passou rente ao travessão. Logo na sequência, Levy foi à frente e cruzou na área para Mimica, que perdeu grande oportunidade.

Elielton, destaque individual do jogo, marcou o segundo gol aos 38’ após Esquerdinha cobrar um arremesso lateral. O atacante venceu na velocidade ao zagueiro Charles, deixou a bola quicar e mandou um chute cruzado, sem defesa para Dida.

Como de praxe, a zaga azulina cochilou e um escanteio cobrado por Fabrício resultou no gol do Independente, aos 41’. A bola passou por vários defensores e bateu no zagueiro Halisson, tomando o rumo das redes.

Depois do intervalo, já sem Levy, substituído por Gustavo, o Remo controlou o ímpeto do Independente e ganhou em movimentação no meio-campo com a substituição de Adenilson por Jefferson Recife. Com tranquilidade, ficava à espreita das subidas do adversário para desfechar contra-ataques.

Foi desse jeito que aconteceu o terceiro gol, aos 35’, em grande arrancada de Felipe Marques pela direita. Ele passou pelo goleiro Dida, que havia abandonado a meta, e cruzou para Jefferson escorar para o fundo do gol.

O resultado ajuda a acalmar os espíritos no Evandro Almeida, permitindo que Givanildo Oliveira assuma hoje em clima mais ameno. Alguns jogadores – Elielton, Esquerdinha, Bruno Maia e Felipe Marques, principalmente – tiveram atuação destacada, evidenciando a motivação que naturalmente ocorre quando há uma troca de comando. Resta saber se irão manter o mesmo ritmo na sequência de jogos.

——————————————————————————————

Cirurgia de Neymar cria apreensão no escrete

Depois do show tabajara de desinformação protagonizado pelo PSG e assessoria de Neymar, a cirurgia do jogador está mesmo confirmada para o fim de semana, em Belo Horizonte. O tempo de recuperação leva até oito semanas, o que permitirá o retorno aos gramados possivelmente em maio, a um mês e meio da estreia do Brasil na Copa (em 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov).

Por mais tranquilizadoras que sejam as informações dos médicos e especialistas, a cirurgia abre um ponto de interrogação quanto ao desempenho do principal jogador da Seleção Brasileira no mundial. Ao mesmo tempo, é inevitável a lembrança do ocorrido com Neymar na Copa de 2014, quando foi atingido violentamente no jogo contra a Colômbia. Será que o craque sempre terá uma relação difícil com a Copa do Mundo?

(Coluna publicada no Bola desta quinta-feira, 01)

3 comentários em “Vitória dá ânimo novo ao Leão

  1. “Não foi uma atuação brilhante”

    Caro Gerson e amigos deste blogue campeão, de fato o torcedor consciente do Remo não espera atuações brilhantes da parte deste plantel azulino, que precisa ser efetivamente reforçado. Espera sim vontade, vibração, disputa de bola, ocupação dos espaços, aproximação, e isso a onzena remista apresentou ontem (embora com limitações), desbancando mais um favorito.
    Como falei neste espaço, não é necessária muita coisa para se tirar leite dessas pedras que estão aí por Antônio Baena. Não é preciso muito para que o Remo voltasse a ganhar seus jogos, considerando o nível técnico do campeonato paraense.

    Também, jogasse com as qualidades apresentadas na noite de ontem, não precisaria ser brilhante para ao menos empatar no primeiro jogo contra o Manaus, ficando à feição para conquistar a vitória e a classificação no jogo de volta. Da mesma forma que não precisaria jogar com brilhantismo para, no mínimo, conseguir o empate contra a milionária equipe do S. C. Internacional.

    A mim me parecia antes uma equipe travada, talvez pelas orientações dadas pelo ex-treinador, que poderia limitar um ou outro elemento, ou mesmo uma espécie de corpo mole, onde um jogador de ataque com a bola sem que houvesse outros a lhe socorrer; a bola, por conseguinte, quando chegava quadrada à área adversária, mal trabalhada, maltratada, daí a “bola não entrar”, como discursava de forma vazia Ney da Mata.

    É questão de corrigir essas mazelas, não esquecendo do vacilante setor defensivo.

    Uma coisa foi boa nessa sequência de mal resultados: possibilitou a correção de rumos — creio eu.

    Avante, Clube do Remo, e que venha o Águia!

    Curtir

  2. Neymar é jovem e a lesão, apesar de cirúrgica, deve ter recuperação total e retorno sem qualquer tipo de limitação, diferente de uma articulação importante tipo joelho ou tornozelo, que costumam abreviar muitas carreiras. O problema é o momento, com risco de lesão muscular na pressão de readquirir força e ritmo de jogo em curto espaço de tempo para a maior das competições. Tite deve estar preocupadíssimo e pensando no plano B, como poupá-lo da primeira fase. Aí seriam apenas quatro jogos se chegar à final.

    Curtir

  3. O time veio de um momento conturbado pelas más atuações. Mas já dizia aos meus vizinhos que queria ver o Mais Querido sob outra direção, com outro olhar sobre o time. É que venho imaginando que Jeferson Recife deveria ocupar uma cabeça-de-área para dar mais liberdade para Adenilson ir mais adiante no gramado, jogando mais próximo da meia-lua, onde parece ficar mais a vontade e mais próximo de Isac. Jeferson Recife pela forma que parece ter-se adaptado à meiúca, poderia ser aquele volante que chega junto no ataque, e funcionando quase como um centro-avante no terceiro gol azulino, embaixo da trave só para empurrar a bola pro gol, parece que isso faz algum sentido. O 4-3-3 imaginado inicialmente por Ney da Matta poderia ter sido resolvido assim, o meio-campo com um volante fixo, outro de mais movimentação e um armador, com a vantagem de que uma transição ao 4-4-2 seria naturalmente facilitada pela simples substituição de um ponta por mais um meio-campista, provavelmente outro cabeça-de-área, avançando Jeferson Recife para meia-atacante ou outro meia-atacante que pudesse compor com Adenilson. Mas como tudo isso é só teoria de torcedor… Tô na expectativa de ver como o bom e velho Givanildo vai montar esse time.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s