Inquérito de Jucá ficou 5 anos na gaveta de Gilmar

images_cms-image-000557680

Em sua coluna nesta terça, na Folha de SP, o jornalista Bernardo Mello Franco relembra que o inquérito contra o senador Romero Jucá que acaba de prescrever ficou nada menos do que cinco anos parado na gaveta do ministro Gilmar Mendes no Supremo Tribunal Federal.

Confira abaixo alguns trechos do texto:

“O Supremo acaba de fornecer mais um exemplo de sua ineficiência para julgar políticos com foro privilegiado. Depois de 14 anos, o tribunal arquivou um inquérito que apurava se Romero Jucá recebeu propina em obras federais em Roraima. O senador não foi declarado culpado nem inocente. O caso prescreveu antes de ir a julgamento.

(…)

Os registros da Corte mostram que um de seus colegas [Gilmar] ajudou a assar a pizza servida ao presidente do PMDB. Em abril de 2006, Gilmar Mendes pediu vista do inquérito contra Jucá. Ele levaria quase três anos para devolver os autos, em fevereiro de 2009.

Depois disso, o ministro assumiu o comando da Corte e ainda esperou até setembro de 2011 para pautar a questão de ordem que levantou. Ele propôs devolver o caso à primeira instância, mas foi derrotado na votação em plenário.

Durante os cinco anos em que Gilmar segurou o inquérito, o relógio correu contra a investigação e a favor de Jucá. O senador ainda responde a pelo menos dez inquéritos e disse ontem que todos serão arquivados. Pelo visto, sua nova profecia tende a se realizar”. (Do Brasil247)

4 comentários em “Inquérito de Jucá ficou 5 anos na gaveta de Gilmar

  1. Se inquerito do Jucá ficou 5 anos na Gaveta do Juiz Gimar Demendes rsrsrsr , o inquérito do Lula não passassará nem um dia nas mãos dele, porque esse é o homem que libera geral. Se o Lula for mesmo recolhido à prisão é so mandar o processo para ele que ele manda soltar na hora. Esse home é igual ambientalista e detesta ver um falcão da politica na gaiola.

    Curtir

  2. Nélio, os golpistas não precisam se preocupar. Gilmar votou contra a posse de Lula no ministério de Dilma, com base no grampo ilegal montado no Palácio do Planalto (e vazado depois) pelo probo juiz camisa-preta. Gilmar é o próprio golpe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s