Bate-papo no boteco virtual: Independente x Remo

Campeonato Paraense 2018 – 2ª rodada

Independente x Remo – estádio Navegantão, em Tucuruí, às 17h

destaque-480982-independentexremo-696x392

Na Rádio Clube, Jorge Anderson narra; Rui Guimarães comenta. Reportagens – Paulo Caxiado e Valdo Souza. Banco de Informações – Adilson Brasil

destaque-696x392

84 comentários em “Bate-papo no boteco virtual: Independente x Remo

  1. Remo não tem saída de bola. É só chutão pra frente dos zagueiros.
    Ridícula a apresentação dessa equipe.
    Infelizmente muda diretoria mas não perdem o costume de trazer jogadores ruins…

    Curtir

  2. Vinte minutos de jogo e o Remo não conseguiu fazer nenhuma jogada. Isso pq estão treinando desde dezembro. Imagina se não estivessem…

    Curtir

  3. Amigo Luís, o Cláudio Santos se afastou dos nossos comentários desde o ano passado em face de problemas particulares.

    Curtir

  4. Gol do Independente foi do meia Fabrício, logo aos 3 minutos de partida, aproveitando falha da zaga remista na saída de bola.

    Curtir

  5. 27′ Jogo truncado, com o Independente encolhido estrategicamente e atacando quando há brecha. Como agora, quando Chaveirinho e Léo levaram muito perigo na área azulina.

    Curtir

  6. Remo padece do mesmo mal do primeiro tempo contra o Bragantino. Não consegue sair jogando. Volantes se atrapalham o tempo todo e Adenilson não cria porque é marcado em cima, até com violência, por Leandrinho.

    Curtir

  7. 28′ Mais dois ataques perigosos do Independente. Escanteio pra Fabrício cobrar, tocando para Chaveirinho. Centroavante Marcelo afasta o perigo

    Curtir

  8. Volantes Dudu e Felipe Recife tão inseguros e erráticos quanto Leandro Brasília e Geandro, que foram os titulares na estreia

    Curtir

  9. 30′ Em desvantagem no placar, sem criar situações de perigo no ataque, o Remo depende de chutões a esmo, facilitando o trabalho dos defensores do Galo, que é mais organizado e joga à vontade.

    Curtir

  10. 32′ Ney da Matta não dá sinais de que vá promover mudanças ainda no 1º tempo, mesmo com a má atuação do time remista.

    Curtir

  11. 33′ Cruzamento de Esquerdinha, Felipe Marques cabeceia com perigo. Ataque mais agudo do Remo no jogo até agora. Muito pouco para quem chegou a Tucuruí na condição de favorito

    Curtir

  12. 36′ O Independente joga à vontade, sem sofrer pressão e indo à frente com liberdade.. no meio-campo, vantagem de Chicão, Alexandre Pinho e Fabrício sobre o trio azulino. Adenilson, a essa altura, já demonstra estar fora de jogo.

    Curtir

  13. Esse 4-3-3 do Ney da mata ta furado. Ou ele muda isso ou o Remo vai sofrer muito ainda.
    Esses caras tem q entender que o Parazão é disputado na chuva e em campos ruins, não dá pra ter uma equipe muito leve como ele quer.

    Curtir

  14. 40′ Ney da Matta precisa ajustar e aproximar mais os setores. Laterais não estão sendo utilizados, embora Levy tenha chegado agora com certo perigo.

    Curtir

  15. Para organizar a meiuca, só tirando um dos atacantes para colocar um meia. Ou trocar um dos volantes…
    Tanto Felipe Recife quanto Dudu tem características de primeiro volante, marcadores.
    Retiraria Dudu para colocar Leandro Brasília.
    Junior Amorim dando nó tático no Ney da Matta.

    Curtir

  16. O Remo não deu um chute a gol, tem que torcer para não levar mais gols e tentar arrumar o time. Pior que não tem banco para mudar esta apresentação.

    Curtir

  17. A tentativa do treinador azulino, trocando todo o meio de campo, é compreensível. Afinal, a peça não funcionou no jogo passado.

    Todavia, em se tratando a meiúca do centro nervoso da equipe, o que se vê é que o time está como se estivesse estreando novamente no campeonato e padecendo do mesmo desentrosamento e falta de rítmo de competição. E lembre-se que hoje não se pode reclamar do gramado.

    Curtir

  18. Léo Rosa, que teve passagem tenebrosa pelo Remo na Série C, parece ter recuperado parte do bom futebol. Faz boa partida pelo Galo.

    Curtir

  19. Independente abriu o placar logo de cara, aproveitando a falha da zaga do Remo e passou a controlar o jogo, impondo seu próprio ritmo. Teve o trabalho facilitado pela apatia do meio-campo do Remo, onde Adenilson não conseguiu jogar e os volantes Dudu e Felipe Recife foram amplamente dominados pelas manobras do Galo Elétrico. Além do gol, Chaveirinho e o próprio Recife quase marcaram em jogadas propiciadas pela desorganização do setor defensivo do Remo. As poucas tentativas ofensivas da equipe foram através de lances individuais de Elielton e Felipe Marques. O centroavante Marcelo é peça improdutiva, até porque é pouquíssimo acionado. Caso queira empatar o jogo, Ney da Matta precisa com urgência compactar mais o time para frear os avanços do Independente, explorar as laterais e colocar alguém capaz de criar jogadas no meio-campo – Adenilson andou em campo e foi muito marcado por Leandrinho. Jayme na frente e Andrey no meio podem ser as alternativas para tentar mudar a postura da equipe no 2º tempo.

    Curtir

  20. O lado esquerdo do Remo não existe e pelo lado direito o Levy não acerta um cruzamento. Time muito mal: zaga insegura, meio-campo improdutivo e ataque inexistente. Será difícil o segundo tempo, pois tem que mudar pelo menos quatro peças, mas a regra permite somente três.

    Curtir

  21. Ao mesmo tempo, é preciso considerar que Junior Amorim conseguiu encaixar um tipo de jogo que deixou Ney da Matta sem saídas. Independente foi muito superior em todos os aspectos.

    Curtir

  22. E o problema principal é a falta de articulação entre as três peças. A bola passa direto da defesa para o ataque, ficando o Edenilson só olhando pra cima vendo a bola passar sobre sua cabeça. Sem receber a bola ele não tem condições de preparar as jogadas com qualidade para o ataque que até se movimenta mas não recebe bolas em boas condições. Se o Remo não tem quem faça a transição defesa/ataque, hoje, só hoje, poderia colocar mais um meia na contenção, tirando o centroavante de referência e deixar o Adenilson livre para se dedicar exclusivamente para a criação e servir os atacantes.

    Curtir

  23. Entrada de Jeferson Recife no lugar de Adenilson…Acho que Ney acabou de matar o que ainda havia de criação no Remo.
    Esperem muita correria no Remo, e muitas faltas do Independente para segurar o jogo.
    Ponto negativo pro Ney.

    Curtir

  24. 2′ Primeiro ataque do Remo mostra um time mais rápido na frente. Jefferson passa para Jayme, que chuta forte para defesa parcial de Paulo Rafael

    Curtir

  25. Ney pegou dois times bem armados, por Arthur e Junior Amorim.
    Sem falar no Castanhal, treinado por Lecheva.
    Não existe mais tantos bobos no Parazão.
    Em relação ao jogo: Esquerdinha decepcionando.

    Curtir

  26. Gol do Independente.. golaço de Ezequias após escanteio cobrado por Fabricio. Zaga do Remo ficou olhando a viajar. Galo 2 a 0

    Curtir

  27. Andrey vindo para refazer a criação da meiuca. Mudança obvia…
    Penso que Andrey deveria ter entrado na vez de Jeferson Recife.

    Curtir

  28. Diretoria novamente sacaneando o torcedor azulino. Tinha tudo pra dar certo, torcida empolgada lotando o estádio, preparação antecipada, salários aparentemente em dia, porém faltou o principal: bons jogadores. O que vai acontecer? Eliminações, falta de renda, salários atrasados, imagem do clube manchada…
    Pobre clube do Remo. Não merece os dirigentes que tem.

    Curtir

  29. Esses técnicos de fora sofrem no Parazâo porque se acham uns sabichões que não procuram conhecer devidamebte os times do interior.

    Curtir

  30. Tomar um gol da distância que o Ezequias cabeceou e complicado, reflete a falta de marcação da equipe remista. Time totalmente desorganizado. Parece que o Independente é o time grande, joga organizado e com determinação logo chegará ao terceiro gol.

    Curtir

  31. Toda a onzena remista vai mal neste jogo.

    Mas, pior do que todos eles foi o técnico.

    E já posso conjugar o verbo no passado, pois, ele, o técnico, com a última substituição que promoveu, já fez tudo o que poderia fazer pelo time. Agora, é só aproveitar o privilégio de ficar assistindo lá no banco. Cometeu erro estratégico básico na escalação do time, e, depois, tentou consertar. Mas, já era tarde, o jogo já estava perdido.

    Curtir

  32. Dois “independentes” já padecem com cãibras. E o segundo já vai ser substituído. Ou seja, mesmo vencendo já estão extenuados. Tivesse o professor azulino guardado o Edenilson pro segundo tempo…

    Curtir

  33. Fim de jogo no Navegantão. Após 3 minutos de acréscimos, termina a partida com vitória do Independente por 2 a 0, com gols de Fabrício (2′ do primeiro tempo) e Ezequias (14′ do 2º tempo). Grande atuação do time de Tucuruí, que controlou bem o jogo, sem permitir ao Remo reagir, mesmo depois das mudanças promovidas no time por Ney da Matta. Com a entrada de Jayme, Jefferson Recife e Andrey, o time acelerou o ritmo, mas teve apenas lampejos sem a força necessária para alcançar o empate. Quando mostrava tentativa de troca de passes, o time sofreu o segundo gol num escanteio cobrado por Fabrício que não foi interceptado pela defesa. Ezequias cabeceou forte e certeiro, fazendo 2 a 0. A partir daí, o Remo voltou ao ritmo inicial, errando na saída e com pouquíssimas tentativas agudas na área. Vitória justa.

    Curtir

  34. Time medíocre. Sem comentários. Esse número 5 só tem tamanho e mais nada, vaza. A zaga sofrível. Os mesmos erros de 2015, 16 e 17.

    Curtir

  35. O Independente, com a segunda vitória consecutiva, ocupa o primeiro lugar isoladamente no grupo A1. O Remo, com 3 pontos, mantém a primeira posição no grupo A2, mas pode ser superado ao longo da rodada.

    Curtir

  36. Remo, com os jogadores disponíveis no elenco, não pode jogar sempre no 4-3-3, pois fica excessivamente exposto com a defesa lenta formada por Martony e Bruno Maia, ambos novamente muito fracos no jogo deste sábado. Curiosamente, o Fabrício, que já passou pelo Remo, comandou as ações no meio-campo de um jeito que não se viu do lado remista. Em vários momentos, a atuação pífia do Leão lembrou a performance do time montado por Josué Teixeira para a Série C 2017.

    Curtir

  37. Resultado esperado, afinal, queiramos ou não, todos os novatos estão se habituando ao futebol paraense. Apesar disso, Ney não pode achar menosprezar o adversário e jogar num 4-3-3 mal treinado.

    Curtir

  38. Acho que vai ser um RexPa de dar calos nos olhos visto a ruindade do que o Remo apresentou hoje e o Paysandu no jogo de estreia quando sofreu para ganhar do Pebas me plena curuzu com um a menos. Mas vale lembrar que tudo isso é culpa da diretoria de ambos os times que contratam uma enxurrada de jogadores o que fazem com que os times se apresentem com essa falta de entrosamento horrível.

    Curtir

  39. A vitória do Galo Elétrico era prevista e em certos momentos da partida passou a abusar de algumas jogadas individuais já que o time de Belém não esboçou nenhuma reação.
    Eu, desde o jogo contra o Bragantino, não vi no time azulino uma equipe que passasse confiança ao seu torcedor.
    Mas é só a segunda rodada o campeonato promete.
    E parabéns ao Independente pela boa vitória sobre um grande da capital.

    Curtir

  40. Gooooooooooooooool do Galo!
    Leão eletrocutado pelo galo elétrico kkkkkk
    Novidade kkkkkk
    A realidade volta!
    Papão o maior do Norte sem mi mi mi de maior torcida que não via o time desde de setembro! kkkkk

    Curtir

  41. Já pagaram o Dewson? kkkkkkkkkkkkkk ele apita hj? kkkkkkkkkkk goooooooooooooooool do Paulista 9×0 égua do time sem vergonha kkkkkkkkk olhaaaaaa o gás

    Curtir

  42. Posso estar enganado, mas não acredito na capacidade técnica desses jogadores, e conhecimento tático do treinador. Isso porque, depois de mais de 30 dias de treino, nada apresentaram de conformidade técnica e tática até agora. Espero que nos próximos jogos eles demontrem que estou enganado.

    Curtir

  43. Goooooooool do Galo kkkk

    Alessandro, alegria o Papão dá pra sua torcida todos os anos ao contrário do teu time.

    Edson não tira a bronca dessa vergonha que vocês passaram kkkk

    Sem mi mi mi de torcida maior kkkkkkk

    Curtir

  44. Lucilo, ainda espero mais um pouquinho (no máximo, mais dois jogos), mas, dos novatos já efetivamente experimentados, só creio nos três a que já me referi (Felipe Marques, Edenilson e Elielson). Os demais estão todos no radar da desconfiança.

    A propósito, o Isac, apesar do gol marcado no primeiro jogo, como já entrou com o segundo tempo em andamento, ainda não entra no rol dos avaliados.

    Ah, ontem, o treinador também apareceu no meu radar. A alteração integral da meia cancha e a escalação do Adenilson logo de cara ao invés de aguardar o segundo tempo, a demora em notar a necessidade de um quarto meia, constituem opções que militaram contra o trabalho dele.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s