Um comentário em “Palavras ao vento

  1. Era um pesadelo na vida dos pais (dela). Quando em visita em Porto Alegre criava seus casos em família pela culinária e cosatumes que desfrutou desde que nasceu. Certa feita chegou a declarar que os gaúchos queriam que ela desfilasse em Copacabana montada a cavalo e de vestidinho de chita; Se soubesse que morrendo nasceria no Rio queria morrer. Não deu outra! Vai voltar sim mas no mais remoto cafundó do Rio Grande do Sul.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s