Aos 34 anos, Fred está de volta ao Cruzeiro

20171223145841457463i

Cruzeiro poderá arcar com multa de R$ 7 milhões por ter assinado com o atacante Fred. No contrato entre o jogador e o Atlético, rescindido nessa sexta-feira, um item estipula valor de R$ 10 milhões de penalização caso ele deixasse o alvinegro e acertasse com o clube celeste. Como o Galo ainda deve cerca de R$ 3 milhões ao centroavante – segundo a cúpula cruzeirense -, a Raposa teria que assumir o restante para o maior rival. O jurídico do Cruzeiro avalia o contrato e pode contestá-lo na Justiça.

Independentemente disso, a diretoria celeste já se preparou caso precise assumir a multa de Fred. O Cruzeiro conseguiu uma parceria com dez empresários para ajudar a arcar com o salário do atacante durante dois dos três anos de vínculo e também com a possível multa. Ele ganhava cerca de R$ 800 mil no Atlético e receberá a mesma faixa salarial na Toca.
“Conseguimos reunir um grupo de grandes cruzeirenses que querem participar da vida do clube e nos ajudar nesta grande aquisição. O Fred é o melhor atacante do Brasil, está voltando para casa, muito feliz de voltar para o Cruzeiro”, disse ao Superesportes o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado.
Segundo Itair, o Cruzeiro entrou na negociação depois que soube que o Atlético queria rescindir com o atacante. O Galo publicou nesta manhã o rompimento amigável com o jogador. “O Atlético acertou, ontem (sexta-feira) à noite, rescisão amigável com o atacante Fred. Agradecemos os serviços prestados pelo jogador e desejamos sucesso na sua vida profissional”, anunciou o clube mineiro.
Cruzeiro não negociou com o Atlético. O estafe de Fred e a diretoria cruzeirense estudaram o contrato que o jogador tinha com o rival. A multa em caso de transferência para a Toca está no contrato. A dúvida é se o fato de ele ter rescindido antes pode mudar o entendimento jurídico. Caso necessite pagar os R$ 7 milhões, a Raposa vai contar com ajuda de parceiros.
“Acompanhei tudo pela imprensa. Como a gente sabia que ele queria sair, buscamos contato. Ele estava encaminhado com um time do Catar. Mas foi desejo dele jogar no Cruzeiro. Ele queria ficar em Belo Horizonte, queria voltar para o Cruzeiro. Quanto à possibilidade da multa, o nosso departamento jurídico está analisando”, destacou Itair.

Mano deu sinal verde

O técnico Mano Menezes aprovou a chegada de Fred. Em dois anos de Atlético, Fred marcou 42 gols em 83 partidas, sendo o décimo artilheiro da história do clube em Campeonatos Brasileiros, com 24 tentos. “A gente não contrata sem o Mano. A gente passa para o Mano. Ele quis o jogador. É o maior artilheiro da atualidade. Então, ele é um grande artilheiro do momento. Todos queriam o Fred”, frisou Itair.
Revelado pelo América, Fred atuou um ano pelo Cruzeiro, entre agosto de 2004 e agosto de 2005, tempo suficiente para se tornar um dos grandes ídolos da torcida. No período, ele marcou 56 gols em 71 apresentações. Foram 33 vitórias, 15 empates e 23 derrotas.

20171223140047602330o

As fotos da reunião que selou o acordo vazaram antes mesmo do anúncio oficial. Além de Fred, participaram do encontro o presidente do Cruzeiro Wagner Pires de Sá, o vice de futebol Itair Machado e o agente do jogador, Francis Melo.
“Fala nação azul. Estou aqui com muita felicidade para expressar minha gratidão a todos vocês pelo carinho. Em especial ao Itair, ao presidente Wagner por estarem realizando o desejo do meu coração de estar voltando para a minha casa. Tenho certeza que nesse ano vamos comemorar muitos gols juntos, títulos importantes. Então quero aproveitar para desejar um Feliz Natal para todo mundo, e não vejo a hora da minha apresentação. Que Deus abençoe todos e agora estamos mais juntos do que nunca”, disse Fred em vídeo divulgado pelo clube.

Na Toca, ele foi artilheiro da Copa do Brasil de 2005, com 14 gols, e do Mineiro daquele ano, com 13. O sucesso de Fred com a camisa do Cruzeiro atraiu interesse do Lyon, da França, que fechou sua compra por 15 milhões de euros (R$ 43 milhões). À época, a negociação teve intermediação do então agente Marcelo Djian, hoje diretor de futebol celeste. (Do Super Esportes)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s