A valsa do adeus

DO_yl-UWsAAg2Gy

POR GERSON NOGUEIRA

O jogo vale pouco mais que um amistoso, mas permitirá a alguns jogadores do Papão a chance de mostrar serviço aproveitando a última partida pela Série B 2017. Há gente que passou o campeonato inteiro sem dar sangue ou suor em campo. É a derradeira oportunidade de deixar boa impressão, talvez garantindo até a renovação de contrato.

Décimo-primeiro colocado, com 48 pontos, o Papão busca chegar a uma colocação mais honrosa, que ajude a diminuir a frustração pela campanha malsucedida e muito abaixo das expectativas.

Caso passe pelo Figueirense hoje à noite, o Juventude não pontue e Boa Esporte e Brasil não vençam, o Papão pode terminar a competição em oitavo lugar, posição das mais dignas para quem fez um campeonato tão bisonho.

A partida vale também como uma espécie de definidor de prioridades para os diretores alvicelestes. É a chance de tirar as dúvidas que restam sobre alguns atletas, embora se saiba que as decisões quanto ao elenco de 2018 já estejam tomadas.

Do time que vai a campo no estádio Orlando Scarpelli, alguns não entram nas avaliações finais. Marcão está assegurado para a próxima temporada. É a mesma situação de Diego Ivo, Perema, Guilherme Santos, Renato Augusto e Rodrigo Andrade.

O ponto de interrogação permanece suspenso sobre Augusto Recife, Ayrton, Caion e Magno. Pelas últimas cinco rodadas, Caion tem boas chances de permanecer, até pelo rendimento superior aos outros atacantes – Marcão, Anselmo e Wellinton. Magno começou bem, mas perdeu espaço e virou reserva de luxo. Pode ficar, mas não tem lugar assegurado.

Ayrton teve altos e baixos na temporada. Na verdade, muito mais baixos do que altos, daí a impaciência do torcedor em relação a ele, sentimento que não deve ser muito diferente entre os dirigentes do clube. Especialista em chutes de média distância, pouco produziu nas cobranças de falta. Foi mal também no apoio ao ataque, chegando a ser vaiado pela torcida em muitas ocasiões.

Augusto Recife tem uma história respeitável na Curuzu, mas o tempo é implacável e ele não conseguiu jogar em alto nível desde 2015. No ano passado, seu desempenho já foi muito questionado. Neste ano, passou a maior parte do tempo entre os suplentes, só entrando quando um dos volantes titulares – Renato Augusto ou Nando Carandina – estava ausente.

Bergson, goleador do time na temporada e no Brasileiro, tem propostas de outros clubes. Pode até se transferir para o exterior. Fez um excelente campeonato, apesar das lesões e ausências em momentos importantes. Sua campanha individual foi acima da média e superior à performance do próprio time. Fica a sensação de que ele e o Papão poderiam ter ido mais longe se o grupo fosse mais qualificado.

A recompensa vem no interesse despertado junto a clubes da Série B e até da Série A, criando um cenário que dificulta a permanência do artilheiro na Curuzu. Por mais grato que seja ao Papão, dificilmente ficará em Belém, levando em conta as possibilidades financeiras que lhe são oferecidas.

Dos que não atuarão hoje, Fábio Matos também é peça certa para o próximo ano. Carandina também deverá continuar. Não é o que deve ocorrer com Marcão, Wellinton Jr., Jean, Rafael Dumas e Juninho. Os erros cometidos na montagem do elenco estão muito evidenciados neste quinteto, que já vive um clima de valsa do adeus.

——————————————————————————————

Leão se reforça e acerta em escolha regional

O Remo anunciou mais três contratações: Bruno Maia, zagueiro; Geandro, volante; Elielton, atacante. De todos, o ex-jogador do Tapajós é o nome mais surpreendente e interessante. Desde que perdeu Roni, o Remo não conseguiu arranjar um especialista em atuar pelos lados do campo. Pimentinha poderia ter sido esse jogador, mas acabou saindo antes mesmo de se estabilizar no Evandro Almeida.

Elielton é jovem (25 anos), faz gols e corre bastante. Com esse perfil, deve ser um dos destaques nas competições de começo da temporada, Copa Verde e Campeonato Paraense, com extrema valia para Ney da Matta, que já admitiu gostar de times que exploram bem a velocidade e os contra-ataques. Sem ser muito badalado, Elielton pode vir a ser um dos grandes nomes do time na temporada.

——————————————————————————————

Grêmio impõe vantagem, mas final

da Libertadores segue em aberto

O mais argentino dos times brasileiros teve imensas dificuldades para superar o surpreendente Lanús, campeão argentino, dentro do Olímpico. Em alguns momentos, parecia que o Grêmio era o visitante e o Lanús o tranquilo dono da casa. Com passes certos, aproximação entre os setores e pontadas sempre perigosas, o time de Almirón conseguiu fazer um jogo bem interessante até a metade do segundo tempo.

Acabou golpeado num lance fortuito, de bola erguida na área e falha da dupla central de zagueiros. O gol de Cícero pode vir a dar ao Grêmio seu terceiro título de Libertadores, mas Renato terá que armar estratégia menos previsível como visitante na próxima quarta-feira, em La Fortaleza.

O Lanús provou anteontem que é um time frio e tecnicamente qualificado. Pode não ter a força de marcação gremista, mas compensa com avanços surpreendentes de Martinez, Sand e Marcone, que trocam muitos passes e chegam com muito perigo à área adversária.

A vantagem estabelecida pelo Grêmio é significativa, mas o representante argentino não está fora de combate ainda. Se levar a melhor, o Lanús pode também semear no continente uma nova mentalidade administrativa. É, de longe, o clube sul-americano mais organizado e imune a querelas políticas.

(Coluna publicada no Bola desta sexta-feira, 24)

Um comentário em “A valsa do adeus

  1. O Grêmio abriu vantagem, mas time argentino é sempre perigoso. Esse mesmo Lanús conseguiu reverter em La Fortaleza placares mais adversos. Acho que a decisão vai para os penais. Sobre a coluna, é mesmo uma valsa do adeus, mas poderia ter outro título: fim de feira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s