Entre a cruz e a caldeirinha

9 de novembro de 2017 at 13:09 3 comentários

POR KIKO NOGUEIRA, no DCM

A Globo está numa sinuca de bico com o vídeo em que William Waack, em frente à Casa Branca, impaciente com as buzinadas que invadiam o estúdio, comenta no ouvido de Paulo Sotero, diretor do Wilson Center — centro de estudos de geopolítica:

“Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto. Com certeza”.

O desfecho mais óbvio é fazer Waack ajoelhar no milho e pedir desculpas. Em seguida, demiti-lo. Vale uma suspensão. Mas tudo é possível ali. 

Provavelmente, uma sindicância será instaurada para saber como as imagens vazaram e quem vazou. A transmissão é do ano passado, na cobertura das eleições americanas, e será difícil achar o autor.

A “piada” de WW, que deixou seu interlocutor constrangido, é típica do sujeito que fala isso toda hora. Aquela sordidez foi apenas uma que foi ao ar.

O episódio deixa evidente que Waack não é detestado apenas fora da emissora — a raiva que guardam dele também está no coração de seus colegas.

Quem vazou sabia o que fazia e lavou a alma de milhões de pessoas.

A reação da internet, pedindo sua cabeça, mostra o tamanho do ódio a ele. Ódio kármico.

Waack tornou-se um monstro ao longo do processo de impeachment de Dilma. A arrogância, o rancor que demonstrava o colocaram no padrão de um Jabor.

Dilma era “insignificante e cúmplice de ditaduras”. Liderava o “bloco do fracasso”.

Na GloboNews, dedicou um programa inteiro a uma declaração que Dilma não deu, a de que “as forças ocidentais deveriam dialogar com o Estado Islâmico”.

Num rompante, ao vivo, se exaltou: “manda ela calar a boca”. Ela e Lula eram “mentirosos”. Suas diatribes foram reproduzidas orgiasticamente pelo MBL num canal canalha no YouTube.

Mas com Dilma podia.

Como vão ficar seus pingue pongues com Eraldo Pereira? Imaginemos que Eraldo, num surto, cravasse: “É coisa de judeu”. E então?

A situação fica ainda mais patética diante do best seller “Não Somos Racistas”, de seu chefe Ali Kamel, uma tese alucinada jogada no lixo por uma das estrelas da casa.

Ex-companheiros de Waack relatam que ele não era assim. Virou um kataguiri com o antipetismo cafajeste e deram-lhe corda — até ele se enforcar.

Como diz o jornalista Palmério Dória, a máscara mortuária de Waack está mais exposta do que nunca. Faltava ser enterrada.

Entry filed under: Uncategorized.

Entre discurso e prática Centrais sindicais convocam atos contra a reforma trabalhista

3 Comentários Add your own

  • 1. Miguel Silva  |  9 de novembro de 2017 às 14:19

    Se não o demitirem, ele vai estacionar na Série B do jornalismo da Globo, a Globonews. Fará companhia às rebaixadas Leilane e Pelajo e aos secundários Lo Prete e Camarotti. Ali eles podem podem falar impropérios à vontade, pois a audiência se aproxima do traço.

    Curtir

  • 2. 09751  |  9 de novembro de 2017 às 14:33

    Deve visitar o mesmo clube do Bóris Casoy.

    Curtir

  • 3. Antonio Oliveira  |  10 de novembro de 2017 às 7:41

    Menos um para posar mentirosamente em público. Pena que tal qual a mosca na sopa, morta uma já vem outra em seu lugar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,403,811 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.971 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Edson do Leão - meu… em Papão esclarece sobre liminar…
Edson do Leão - meu… em Para entender o imbróglio Lupo…
Miguel Silva em ‘Time do século 21…
Nelio(maior campeão… em Procuradores se retiram de eve…
Gabriel Mendes em ‘Time do século 21…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: