Falhas de formação

16 de outubro de 2017 at 0:19 5 comentários

ESPORTES - SALVADOR - BA - 14/10/2017

POR GERSON NOGUEIRA

Saber passar é um dos itens básicos da cartilha de um boleiro. No futebol meia-sola ensinado e praticado no país pentacampeão do mundo, essa lição parece ter sido negligenciada pelos professores e instrutores dos jovens atletas. Números revelados pelo sistema de estatísticas da ESPN (TruMedia) apontam para a gravíssima deficiência brasileira no fundamento.

Falta o apuro necessário para executar desde a simples troca de passes na defesa, entre zagueiros e volantes, até assistências mais caprichadas no ataque. Dos times brasileiros de Série A, o Corinthians é o melhor posicionado (26º do ranking), com média de 512 passes por jogo.

Na comparação com os índices das principais ligas do mundo – Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, França e Argentina –, o líder do Brasileiro tem números pífios, inferiores até aos de times emergentes, como o Defensa Y Justícia, da Argentina, que aparece com 518 passes por partida. O Nápoli detém a melhor marca: média de 742 passes por jogo.

Curiosamente, os treinamentos de times brasileiros – inclusive das divisões menores – são constituídos por longas sessões em campo reduzido. É o chamado treino alemão, que Carlos Alberto Parreira adorava ministrar para a Seleção durante a Copa de 2006 na Alemanha, enquanto o técnico germânico Klinsmann preferia priorizar fundamentos.

Até hoje é possível ver equipes brasileiras dedicando até uma hora de treino à prática do tal exercício alemão, com titulares e reservas jogando em meio campo apenas e com traves menores.

Os levantamentos do TruMedia parecem confirmar as desconfianças que senti ao ver Parreira botando os jogadores do escrete canarinho naquele espaço diminuto em Königstein, antes da estreia no mundial de 2006.

Para se ter uma ideia, o Corinthians também é o time brasileiro que mais acerta passes – 81,8% de precisão. Fica a léguas de distância do líder no quesito, o PSG de Neymar, com 88,7%.

Quando o assunto é assistência, o bicho pega de vez. Os corintianos continuam na frente entre os brasileiros, com média de 0,93 assistências que resultam em gol. Fica em quadragésimo lugar na lista internacional.  Barcelona e Manchester City têm média de 2,46 assistências decisivas por partida.

Quem se dedica a ver jogos das duas principais divisões brasileiras não se surpreende com os dados apontados na estatística da ESPN. O que mais chama atenção nas partidas das séries A e B é a quantidade vergonhosa de passes equivocados.

Até tentativas de passe curto resultam em erros, resultantes quase sempre do mau posicionamento dos jogadores em campo, com distância acentuada entre os setores.

Há, porém, a questão individual. Jogadores que receberam formação deficiente nas divisões de base acabam tendo dificuldades maiores na execução dos fundamentos básicos – passe, chute e cabeceio.

Os números são frios e implacáveis: lições de casa precisam ser revisadas pelos clubes brasileiros, com urgência.

————————————————————————————–

Mutirão da torcida azulina aponta para dias melhores

O tradicional estádio Evandro Almeida vem sendo restaurado por um mutirão comandado por torcedores, muitos deles oriundos de facções normalmente criticadas pela violência nos estádios. A mobilização já resultou na recuperação completa do lance de arquibancada que fica do lado da rua 25 de Setembro. Para marcar festivamente a entrega dessa parte do estádio, os torcedores programaram um grande evento para o próximo domingo, 22.

Acima de tudo, é preciso ressaltar que o trabalho foi todo estruturado em doações e esforço voluntário. Através de campanhas na internet, principalmente no Facebook, foram arrecadados materiais de construção para finalizar a arquibancada e repaginar o muro de entrada na avenida Almirante Barroso.

São providências que revelam o comprometimento da torcida e fazem acreditar na recuperação de um clube atolado em dívidas e entreveros políticos. Sem muito alarde, apesar do necessário trabalho de divulgação, os torcedores dão um excelente exemplo de comprometimento com a causa azulina.

Resta agora a contrapartida dos dirigentes, empenhando-se para que o Remo se fortaleça também no âmbito administrativo.

——————————————————————————————

Um emergente que deixa muito figurão no chinelo

Pela primeira vez na Copa do Mundo, a emergente Islândia parece se esmerar em dizer ao planeta que tamanho não é desculpa e nem documento. Depois do brilho na recente Eurocopa, cumpriu campanha histórica nas eliminatórias europeias e chegará à Rússia conduzindo os sonhos de uma população modesta para os padrões brasileiros – 339.747 habitantes.

Apesar do baixo contingente humano (ou talvez por isso mesmo), a Islândia já entra no mundial ostentando números que fazem inveja à maioria dos países. Isso significa que, em termos de qualidade de vida, está nas posições mais honrosas do ranking planetário.

Além de baixíssimo índice de mortalidade infantil, o país tem a sexta maior expectativa de vida do mundo e nível educacional impecável.

Que o Brasil, líder do outro ranking (da Fifa) tente se espelhar na grandeza e nos esforços do mais jovem participante do banquete maior do futebol.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 16)

Entry filed under: Uncategorized.

Rock na madrugada – Motörhead, I Don’t Believe A Word Direto do Twitter

5 Comentários Add your own

  • 1. Nelio( o Maior campeão nacional de Norte, Nordeste a Centro Oeste  |  16 de outubro de 2017 às 14:16

    Agora me deu medo!!!! O Paysandu, através da ajuda imensa de sua torcida FIEL, conselheiros, abnegados e torcedores endinheirados, reestruturou e ampliou o antes precário estádio da Curuzu, o qual hoje é o melhor particular do Norte e próprio para jogos da série B e Copa do Brasil. Eu ajudei com doação de material. Mas nesta reestruturação do Estádio Vovô da Cidade é bom que se saiba que em nenhum momento se pediu, se aceitou ou se falou em ajuda de torcida de vândalos tipo terror bicolor. Se por acaso ajudaram foi por conta própria e sem alarde porque essa ajuda deles ninguém queria no bicolor. E nem deveria- se aceitar porque é muito perigoso e temeroso para qualquer boa pretensão. Ou seja, a reforma de estádio azulino tendo no pelotão de frente vândalos da chamada remoçada, o tempo vai provar o que digo: prenúncio de coisa mais ruim para o sofrido time azulino. É sério o que falo. Torcida de marginais não amam o clube. Se amassem não prejudicariam como prejudicam e já causaram muito prejuízos a seus clubes inclusive esse azulino. Os interesses deles vão muito além de futebol, time forte, títulos. Os interesses deles são mais particulares, políicos e podem custar muito caro ao clube quando eles começarem a exigir e botarem as manguinhas de fora como sempre fazem. Eu temo muito por essa “reforma” às pressas comandadas por torcida de vândalos como foi observado na coluna, porque tenho muitos amigos, conhecidos e parentes azulinos que certamente vão querer ir ao estádio quando “reformado” Não esquecer o velho e tradicional ditado:” DIZE-ME COM QUEM ANDAS E EU TE DIREI QUEM ÉS”

    Curtir

  • 2. Nelio( o Maior campeão nacional de Norte, Nordeste a Centro Oeste  |  16 de outubro de 2017 às 14:28

    Só para finalizar: Ajuda de torcedores de bem é muito propícia e vantajosa, mas o pelotão de frente de reforma de patrimônio do clube tem que ser por dirigentes, conselheiros, etc. como ocorreu no caso da reforma bicolor. Quando a torcida, principalmente de vândalos se colocam a frente de tudo é poder paralelo e isto pode ser fatal. Será que no azulino não tem mesmo pessoas sérias( dirigentes e ex dirigentes, etc. que possam tomar a frente da reestruturação desse estádio??? Vamos desejar o melhor e sucesso na reforma, mas num caso fatídico por exemplo quem vai ser cobrado?? A diretoria, CONDEL que dizem está a frente da reforma?? Dos engenheiros e dos Bombeiros que vão assinar a liberação para jogos?? ou dos vândalos da remoçada que estão comandando a reforma??????mistérios da meia noite que voam longe.

    Curtir

  • 3. Jorge Paz Amorim  |  16 de outubro de 2017 às 18:57

    Durante muito tempo a formação do jogador brasileiro priorizou a habilidade individual em detrimento ao sentido coletivo. Devia-se isto a crença que os bi-campeões mundiais(1958-1962) resolviam tudo sozinhos. Nem a lição de 1966 foi assimilada e o fantasma da geléia geral do nosso futebol, fundado no mantra da superioridade da raça brasileira no trato da bola, nos atormenta até os dias atuais ofertando números deploráveis no quesito que dá movimento ao jogo.
    Felizmente, vivemos um momento diferente da seleção brasileira graças ao atual treinador que parece ter feito carreira imune a essa tragédia, embora isto não indique perspectiva de mudança da mentalidade arraigada desde tempos remotos.

    Curtir

  • 4. Edson do Leão - meu time nunca fugiu de campo  |  16 de outubro de 2017 às 20:30

    Sabe de nada Cornélio, quem levantou teu chiqueiro foi o roubagol junto com a big, todo mundo viu o caminhão do roubagol descarregando cimento lá dentro kkkkk

    Curtir

  • 5. Adauto Moura  |  18 de outubro de 2017 às 11:01

    SOMENTE A MASSA AZULINA PODE E NECESSITA GRITAR EM UNÍSSONA : “FORA TODOS ELES!”

    PODEMOS RESUMIR ESSA REUNIÃO DO CONDEL (PRESTAÇÃO DE CONTAS) EM UMA ÚNICA PALAVRA SOBRE A “LAMA, PÂNTANO, LIMBO” EM QUE SE ENCONTRA O CLUBE. PALAVRA ESTA DE UMA TESE QUE PERMEIA ULTIMAMENTE (E POR QUE NÃO HISTORICAMENTE ?) OS ALICERÇES DA INSTITUIÇÃO CLUBE DO REMO, PREDOMINANTEMENTE O SETOR DE FUTEBOL “PROFISSIONAL”. TESE ASSIM COMPROVADA EM APARELHAMENTO, AMADORISMO CRÔNICO, CORPORATIVISMO, PATRIMONIALISMO, FISIOLOGISMO E CORRUPÇÃO. A PALAVRA : CONDEL = BORDEL!…OU AINDA, ANACRONISMO!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,403,811 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.971 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Edson do Leão - meu… em Papão esclarece sobre liminar…
Edson do Leão - meu… em Para entender o imbróglio Lupo…
Miguel Silva em ‘Time do século 21…
Nelio(maior campeão… em Procuradores se retiram de eve…
Gabriel Mendes em ‘Time do século 21…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: