Um empate amargo

19 de junho de 2017 at 10:17 4 comentários

POR GERSON NOGUEIRA

Incapaz de superar a forte retranca do Juventude, sábado à tarde, o Papão se conformou com o empate sem gols, completando quatro jogos seguidos sem vitória na Série B. O tropeço aprofundou a crise, forçou a saída do técnico Marcelo Chamusca e fez o time – que já esteve na liderança do campeonato – cair para a 10ª colocação.

Desde os primeiros minutos, o jogo adquiriu um panorama que não mudou até o final. O Papão tinha a posse de bola e atacava muito, mas não conseguia ultrapassar as duas linhas de marcação montadas por Gilmar Dal Pozzo. O Juventude se mantinha atrás, sem se expor a maiores riscos e fazendo de vez em quando uma investida em contra-ataque.

Mesmo com essa postura cautelosa, o time gaúcho teve mais chances de gol no 1º tempo. O centroavante Tiago Marques esteve perto de marcar aos 12, aos 15 e aos 40 minutos. Na melhor oportunidade, ficou cara a cara com Emerson, mas pegou mal na bola, que saiu à esquerda da trave.

De sua parte, o Papão se atrapalhava nas próprias pernas. Apesar de ter campo livre para tocar a bola até a intermediária adversária, errava muitos passes e finalizações. Diogo Oliveira, encarregado de armar as jogadas, só apareceu no jogo ao disparar de fora da área, aos 22 minutos, fazendo o goleiro Mateus espalmar para escanteio. Depois disso, sumiu de novo.

Com cinco baixas importantes (Felipe Gabriel, Leandro Carvalho, Rodrigo Andrade, Augusto Recife e Wellinton Jr.), Chamusca foi obrigado a mexer na estrutura da equipe e optou pelas mudanças erradas. No meio-campo, por exemplo, preferiu Renato Augusto, pouco dinâmico, a Jonathan, que tem boa presença ofensiva.

Manteve Marcão na frente, com Bergson mais recuado. Como esperado, o artilheiro da equipe na temporada se movimentou pouco, sem arriscar nenhuma finalização. Já o centroavante completou oito jogos sem balançar as redes e teve atuação discreta. Sua participação mais destacada foi aos 25’ da etapa final quando desviou de cabeça e a bola quase entrou. O problema é que o cabeceio foi contra a trave bicolor.

No afã de sufocar, Chamusca chegou a ter quatro atacantes em campo – Bergson, Marcão, Daniel Amorim e Lucas Taylor. O mais produtivo foi Lucas, que buscou a linha de fundo e cruzou com perigo duas vezes. A insistência era inócua porque o repertório se resumia a cruzamentos, facilmente neutralizados pela zaga e pelo goleiro do Juventude.

Como o time não elaborava jogadas, o gol quase veio em lances fortuitos. Após rebote, Perema mandou a bola no travessão. Minutos depois, a bola resvalou no zagueiro e passou rente à trave de Mateus. Talvez para dar um toque de emoção à partida, o goleiro do Juventude soltou uma bola na área, aos 45’, mas Daniel Amorim não chegou a tempo para aproveitar.

No fim das contas, um resultado que só foi festejado pelo visitante, que veio a Belém disposto a não perder e cumpriu bem o plano de jogo. O Papão confirmou as piores impressões deixadas nas rodadas anteriores: um time frágil no meio-campo e inofensivo no ataque. Chamusca, contestado pela torcida, sai sem conseguir montar um time razoavelmente confiável. (Fotos: WAGNER SANTANA/DIÁRIO DO PARÁ)

———————————————————————————————–

Sob nova direção, Leão quer surpreender o Belo

A rodada da Série C foi inteiramente favorável ao Remo. Os adversários diretos empataram seus jogos, permitindo ao time paraense seguir no G4 independentemente do resultado do confronto de hoje contra o Botafogo-PB, em João Pessoa. Caso vença, ficará na vice-liderança da chave.

Será a estreia de Oliveira Canindé como técnico do Leão. Nos treinos da semana, ele priorizou a marcação e as saídas rápidas para o ataque. Características que a equipe já mostrava sob o comando de Josué Teixeira, embora falhando na cobertura da zaga e nos avanços pelas laterais.

A estrutura ofensiva se mantém, com Eduardo Ramos na armação e Edgar e Nino Guerreiro no ataque. Contra adversário que joga ofensivamente, Canindé vai apostar no contra-ataque para chegar à vitória. A conferir.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 19) 

Entry filed under: Uncategorized.

Galeria do rock O passado é uma parada

4 Comentários Add your own

  • 1. Raime  |  19 de junho de 2017 às 14:31

    Queria saber quem foi o analista que indicou o centroavante Daniel Amorim para o Papão, com respeito ao ser humano, mas o camarada é mais ruim que o Cearense e o Alfredo, e se duvidar aos regionais que temos por aqui. $$$$$ perdido.

    Curtir

  • 2. celira  |  19 de junho de 2017 às 16:06

    Jogador fraco mesmo Raime. A saída de Cearense tem muito a falta de interesse de Chamusca pelo jogador. Ele era muito melhor para compor este grupo.

    Curtir

  • 3. Joseney Basílio  |  19 de junho de 2017 às 16:23

    E o Bilau dando sopa no Pantera!

    Curtir

  • 4. Nelio  |  19 de junho de 2017 às 21:04

    Eu acho que tem fazer uma CPI nessas contratações de atacante bicolor. rsrsrsrsrsrsrsr Brincadeiras a parte, vejo que a coisa é muito séria mesmo. Se eu não fosse de Belém, não conseguiria acreditar que o Paysandu fez contrato com uma dezena de atacantes e nenhum serviu: Alfredo, Alessandro , Amorim, B Veiga, Everaldo, Marcão, Rivaldinho, Ruan, Rivaldinho, Souza, O Paysandu é nota 10 em contratação de atacante ruim. não tem igual no planeta. credo!!!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,192,362 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.825 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

camiloferreira em Remo x Moto – comentário…
blogdogersonnogueira em Remo x Moto – comentário…
Edson do Leão - meu… em No sufoco, Remo vira e vence o…
Antonio Oliveira em Remo x Moto – comentário…
Anônimo em A frase do dia

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

junho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: