Cartada decisiva

5 de junho de 2017 at 2:11 4 comentários

POR GERSON NOGUEIRA

A expectativa maior em torno do jogo desta noite, em Aracaju, é pela estreia do Remo. Explico: até agora, o time jogou, mas não estreou. A Série C está na quarta rodada, mas o time azulino ainda deve uma atuação digna de pretendente ao acesso. Na estreia, venceu às duras penas o Fortaleza no Mangueirão. Depois, perdeu para o ASA em Arapiraca e empatou com o Cuiabá em Belém. Três atuações sofríveis. Time errático, marcando mal, criando pouco e apresentando e erros primários de posicionamento.

Contra o Confiança, hoje à noite, o Remo terá ser diferente de tudo o que foi no campeonato. Além de mostrar um futebol mais convincente, precisa resgatar o espírito obreiro visto no Campeonato Paraense na equipe formada quase toda por jogadores da terra.

Há motivos para acreditar na recuperação. O principal deles é a entrada de Eduardo Ramos no meio-de-campo, para executar tarefas que nenhum dos armadores trazidos para a Série C conseguiu cumprir: criar jogadas e ditar o ritmo da equipe. Dois importados já foram embora – Rony e Danilinho – e dois – Mikael e Kaio Wilker – só permanecem graças à generosa avaliação do técnico Josué Teixeira.

A presença de Tsunami como volante buscar assegurar marcação mais sólida no meio e a volta de Léo Rosa pode fazer com que a equipe tenha finalmente um lateral de verdade pela direita.

Nas entrevistas sobre a partida, o técnico destacou seu retrospecto no clube, superior comparativamente ao da temporada passada quanto ao aproveitamento de jogadores regionais – 19 no elenco atual. É verdade que Josué tem os méritos por essa mudança, mas é fato também que abriu mão dos regionais assim que começou a Série C.

Por sinal, a mudança abrupta na equipe, deixando de lado a base formada no Parazão, desponta como a grande causa da campanha insossa que o Remo produziu até agora na Série C. Depois do tropeço em casa diante do Cuiabá, Josué foi pressionado pela torcida e abriu mão de sua opção pelos ‘forasteiros’ para escalar um time bem parecido com o do Estadual.

Com os seis remanescentes da campanha no Parazão, é possível que a equipe consiga desenvolver um jogo mais organizado e competitivo, embora o desentrosamento deva continuar em face das várias alterações e da permanência de jogadores que se mostraram muito limitados – casos de João Paulo e Mikael.

Surgiram especulações de que a partida pode marcar a despedida de Josué Teixeira, independentemente de vitória ou derrota. O desgaste tem se acentuado e o discurso crítico adotado pelo treinador em relação às divisões políticas do clube é revelador de um descontentamento mais profundo.

O certo é que, com quatro pontos ganhos, o Remo joga uma cartada decisiva contra o líder Confiança: pode ir ao céu – alcançar o G4 em caso de vitória – ou ao purgatório – ficar na sexta posição, a apenas um ponto dos últimos colocados, na hipótese de um resultado negativo.

———————————————————————————————-

Enfim, uma rodada de triunfos na Série D

São Raimundo e São Francisco tiraram o pé da lama na rodada de ontem da Série D, com vitórias importantes em seus grupos. O Pantera derrotou o Baré-RR, em seu estádio, por 1 a 0, gol do zagueiro Bernardo. O triunfo garante a liderança do grupo A02, com um ponto à frente do Fast Clube.

Já o São Francisco, que havia perdido em casa na rodada passada, passou pelo São Raimundo-RR por 1 a 0 no estádio Barbalhão e assumiu a segunda colocação do grupo A03, cinco pontos atrás do Rio Branco-AC.

O São Raimundo desfruta de situação mais confortável, podendo se classificar direto para a segunda fase. O São Francisco precisa lutar para pelo menos garantir a posição atual e brigar pela classificação entre os 15 melhores em segundo lugar.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 05)

Entry filed under: Uncategorized.

“O artista paga alto preço por levar uma vida não convencional” A frase do dia

4 Comentários Add your own

  • 1. Alberto Lima - Recife  |  5 de junho de 2017 às 13:30

    Jogo difícil hoje!!

    Confiança-SE x Sem Confiança-PA

    😂😂

    Curtir

  • 2. Eric  |  5 de junho de 2017 às 14:20

    Uma vitória do leão entrar no g-4

    Curtir

  • 3. camiloferreira  |  5 de junho de 2017 às 15:39

    Sugiro Leo Goiano como novo treinador azulino.

    Curtir

  • 4. Frederico Teron  |  5 de junho de 2017 às 18:22

    Uma derrota do Leão nada muda, apenas fica um espaço mais longo para a reabilitação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,236,702 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.633 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Nelio em Brasil x PSC – comentári…
Peixoto em Brasil x PSC – comentári…
Jorge Paz Amorim em As verdades da bola
Edson do Leão - meu… em Brasil x PSC – comentári…
Antonio Oliveira em As verdades da bola

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: