Capa do Bola – segunda-feira, 22

22 de maio de 2017 at 1:53 5 comentários

unnamed (100)

Entry filed under: Uncategorized.

Enquanto isso… Leão confirma jogo contra o Cuiabá às 19h de domingo

5 Comentários Add your own

  • 1. Jorge Paz Amorim  |  22 de maio de 2017 às 7:56

    Tá na cara que o problema maior não é a ausência de um camisa 10. O Remo paga, isto sim, o preço de ter mudado o time no atacado e entrosamento pra jogo de conjunto não é mercadoria disponível ali na feira da 25.
    Como o lateral direito vem rendendo bem menos que o Léo Rosa, como Gabriel Lima não fica nada a dever aos importados que entram jogando e até mesmo o Jaime poderia ser um terceiro atacante fazendo o vai e vem pela direita, certo é que Josué devia voltar atrás e optar pela mescla, com pelo menos seis remanescentes do Parazinho entrando de cara.
    Seria até a valorização do seu próprio trabalho, reconhecido por todos como bem acima da expectativa e evidentemente uma forma de driblar esse desentrosamento.

    Curtir

  • 2. Antonio Oliveira  |  22 de maio de 2017 às 10:06

    Amorim, só tenho dúvida quanto à lateral direita. Da metade do segundo turno até o final, não me se possa afirmar com certeza de que o Léo Rosa tenha tido um desempenho melhor do que o que está tendo o Damião.

    No mais, seu parecer me parece super adequado à realidade do Mais Querido, especialmente quanto à desvalorização do trabalho feito anteriormente (pelo próprio autor do trabalho). De fato, o abandono de tudo o que foi feito no Regional, parece inexplicável, máxime quando os substitutos não conseguem mostrar que a substituição foi vantajosa.

    Aliás, para não ser excessivamente rigoroso, até, agora, o único que não deixa dúvida de que não compromete é o goleiro. O Vinícius não deixou cair o nível, o qual, diga-se, era muito elevado na época do André Luis. Mas, é preciso dizer que tal reconhecimento se não acrescenta justiça à decisão do treinador de fazer a troca (salvo se estivesse machucado, o André Luis não merecia ser sacado do time). Apenas não acrescenta mais gravidade ao equívoco que parece ter sido cometido com a troca em massa.

    Curtir

  • 3. Jorge Paz Amorim  |  22 de maio de 2017 às 11:51

    Acho que a troca no gol foi motivada pelos jogos finais de André Luís, que falhou no gol do Independente, no Mangueirão, e quase entrega o ouro em saída estabanada contra o Paysandu.
    Quanto ao Léo, mesmo tendo caído de produção, penso que mesmo nos piores momentos sua produção não desceu a nível tão baixo quanto ao apresentado pelo concorrente.

    Curtir

  • 4. Antonio Oliveira  |  22 de maio de 2017 às 13:18

    Amorim, quanto ao André Luís, fui até rever os lances. Do que revi, concordo que expliquem a troca, como pretexto. Mas, sinceramente, não me parece que justifiquem. Afinal, foi uma campanha duríssima e ele sempre mostrando ser um goleiro de confiança, muita confiança. E, mesmo nestes dois jogos, onde realmente ocorreram estes dois lances, por assim dizer, infelizes, o então titular se houve muito bem em bolas perigosíssimas.

    Sobre o cotejo Léo Rosa/Damião, minha posição é de dúvida. Daí que, neste caso, acho ser perfeitamente possível adaptar o caso àquele ditado e consignar um in dubio pro treinador.

    Curtir

  • 5. lopesjunior  |  23 de maio de 2017 às 0:29

    Baluartes, o Remo está desentrosado sim, é verdade. Também vi, como todos relataram, problemas na lateral direita, mas não só. Vejo muita dificuldade na transição defesa-ataque. Atacar é um problema sério pro mais querido e desde o Parazão! Foi por isso que Marquinhos foi dispensado. Ou estou enganado? Acho que o Henrique está com dificuldade para se adaptar à forma de marcação e vive chegando atrasado, mas é preciso observar que os cabeças-de-área não estão melhores que os do Parazão. Acho que os laterais jogaram muito isolados e Gerson melhorou muito, aparecendo mais pro jogo no meio no segundo tempo. O goleiro Vinícius tem dado conta do recado e mostra que está a altura do André Luís. O problema azulino é falta de criatividade e de velocidade, além do óbvio desentrosamento.

    O caso Eduardo Ramos. Não sei se dei opinião a respeito da situação dele na época, mas se eu mesmo fosse diretor do clube minha atitude seria diferente. Daria um puxão de orelhas nos dois, nele e no Josué Teixeira porque ambos são funcionários do Clube e não tem nada que bater boca na internet. Edgar foi pego na balada e foi tratar-se. Pela precedência, o mesmo deveria ser feito com Eduardo Ramos. Independente de Eduardo Ramos ter reincidido na balada, o precedente dá direito a todo jogador do plantel só a partir de Edgar e o fato de os dirigentes terem optado por apoiar o treinador mostra um certo amadorismo na solução de conflitos, o que é algo bastante comum em empresas. A disciplina é para ambos. Eduardo Ramos não foi o primeiro e nem será o último jogador a mostrar esse comportamento e tem atrasados a receber e o clube ainda investe muito nele. Dispensa-lo àquela altura do campeonato seria insensato, como foi de fato. O Remo sofreu para chegar às finais contra o Paysandu e perdeu, sem contar a eliminação precoce na Copa Verde, porque sem Flamel também. Se a roupa suja tivesse sido lavada em casa… Se voltar ao time, pode ajudar a equilibrar o meio-campo, junto com Flamel, mas duvido que queira voltar a jogar com Josué no comando.

    Labarthe precisa jogar bem, mas vai precisar organizar o meio-campo em torno de si o quanto antes, para que o meio flua e concatene jogadas produtivas. Flamel pode apoia-lo se voltar logo a jogar.

    Laterais isolados, ligação direta e desarrumação da defesa são indicativos de que todo o meio-campo está desarticulado e falta um cadenciador, organizador de jogadas, sem falar do posicionamento, que deixa muitos furos pro adversário aproveitar. Por isso mesmo, Josué Teixeira precisa aproveitar melhor a base do Parazão pra ter um mínimo de entrosamento e efetuar as mudanças no time titular ao longo do certame, penso.

    Mas, como remista, quero que o time ganhe logo de 3×0 no domingo pra ganhar confiança e crescer no campeonato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,360,432 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.885 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Jorge Paz Amorim em Papão sai no lucro
09751 em Capa do Bola – quarta-fe…
Osvaldo Costa em Papão sai no lucro
Antonio Oliveira em A canonização de Aécio
Filipe Rocha em A canonização de Aécio

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: