Um novo ‘Special One’?

622_6aeb86b3-53ec-3192-b439-12981151e548

POR FRANCISCO DE LAURENTIIS E VLADIMIR BIANCHINI – ESPN

No final do ano passado, o Hull City já parecia fadado à queda na Premier League.

Afinal, o clube aurinegro estava encravado na lanterna, tomando uma goleada atrás da outra e vendo os donos tentarem vender a equipe de qualquer forma, enquanto a torcida abandonava cada vez mais as arquibancadas. A esperança parecia perdida.

Coube a um treinador português, já chamado de “novo Special One“, resolver tudo isso.rata-se de Marco Silva, 39 anos, contratado em 5 de janeiro deste ano e que estava desempregado após passagens por Estoril-POR, Sporting-POR e Olympiacos-GRE.

Ninguém esperava muito do desconhecido luso, um ex-lateral direito de equipes pequenas de Portugal, mas que vinha em rápida ascensão na carreira de treinador. Logo de cara, porém, a diretoria do Hull City avisou que havia encontrado a peça ideal para colocar o clube nos trilhos.

“Ele possui ótimos números recentes, e sentimos que essa é uma contratação ousada e animadora para nossa meta de seguir na Premier League“, disse o vice-presidente dos Tigers, Ehab Allam.

Ele estava certo.

Em pouco mais de um mês, Marco Silva arrumou a casa e transformou os Tigers de “galinha morta” em sensação na Inglaterra. Com bons resultados, ele já saiu da lanterna e pode até tirar o Hull da zona do rebaixamento nesta rodada, se conseguir vencer o Arsenal neste sábado, às 10h30 (de Brasília), no Emirates.

Algo que não é novidade em sua carreira, aliás. Em 2015, ele viu seu Olympiacos bater o Arsenal por 3 a 2 em Londres, pela fase de grupos da Uefa Champions League. Pela equipe grega, ele ainda conquistou o título da liga nacional em 2015/16, antes de pedir demissão por vontade própria em junho de 2016, alegando motivos pessoais.

A série recente do português pelo Hull inclui uma incontestável vitória por 2 a 0 sobre o Liverpool de Jurgen Klopp, pelo Inglês, e um triunfo por 2 a 1 sobre o Manchester United de José Mourinho, pela Copa da Liga Inglesa – além de um 0 a 0 com os Red Devilspela Premier League, em pleno Old Trafford.

Em todos esses jogos, o estilo de Silva foi muito exaltado pela imprensa inglesa, que salientou a maneira como o luso colocou os experientes Klopp e Mourinho “no bolso” com suas táticas ousadas.

E para montar um time que joga bem taticamente, Marco mostrou que o trabalho duro era a única solução. Desde que assumiu o Hull City, ele cortou as folgas dos jogadores e apostou em cada vez mais treinamentos para equilibrar a equipe. A estratégia do novo comandante vem funcionando melhor do que a encomenda até o momento.

Marco Silva nasceu em Lisboa, em julho de 1977, e foi revelado pelo Belenenses, em 1996. Lateral direito de pouca habilidade, jogou numa série de times pequenos até chegar em 2005 ao Estoril, equipe na qual finalmente deslanchou e fez sucesso.

Em seus seis anos com a camisa amarela, ele ajudou a levar o time da segunda para a primeira divisão, mas resolveu pendurar as chuteiras em 2011, atormentado por lesões. Graças ao técnico brasileiro Vinícius Eutrópio, atualmente no Santa Cruz, resolveu virar treinador, dando início a uma carreira que parece bastante promissora.

“Quando eu cheguei ao Estoril, em 2010, o Marco era o capitão. Mas logo que assumi, ele se aposentou pouco depois, porque vinha de muitas lesões. Eu disse a ele então que ficasse trabalhando comigo no clube, e ele virou diretor esportivo”, lembra Eutrópio. “Nesse período, criamos uma excelente relação, e ele já começou a se preparar para virar treinador. Eu via um grande potencial nele para essa função desde cedo”, garante.

Quando Eutrópio deixou o Estoril, em 2011, deu a Silva a tão esperada chance. “Chamei o Marco para jantar na minha casa e disse que iria deixar o clube, mas pedi a ele que ficasse no meu lugar. Ele ficou bastante surpreso com isso e hesitou um pouco no começo, mas agarrou a chance e hoje já virou um ótimo técnico”, conta Eutrópio.

Sua ascensão foi meteórica. Logo após assumir a vaga do comandante brasileiro, Marco Silva levou o Estoril do 10º lugar à liderança, terminando como campeão da 2ª divisão e retornando à elite com apenas três derrotas em 24 jogos. Acabaria eleito treinador do ano em Portugal pela Federação.

Na temporada seguinte, fez excelente campanha na 1ª divisão, acabando em 5º lugar e classificando a pequenina equipe para a Liga Europa, algo que nunca tinha ficado nem perto de acontecer. Nessa época, ganhou da torcida o apelido de “novo Special One“, em referência a José Mourinho, o Special One original, que também começou em um time pequeno.

Seu sucesso o levou ao Sporting, um dos gigantes do país. Em 2014/15, ele ganhou a Taça de Portugal, mas acabaria demitido apenas quatro dias após o título, e de maneira bizarra. Os alviverdes não gostaram do fato de Silva não ter vestido o terno com o escudo do clube lisboeta em uma partida e o mandaram embora por justa causa.

O luso foi então para o Olympiacos, ficando uma temporada no time de Atenas. Foi campeão do Campeonato Grego e brilhou com a vitória por 3 a 2 sobre o Arsenal, na Liga dos Campeões, antes de pedir demissão da equipe alegando motivos pessoais.

Estava desempregado até o início deste ano, quando chegou ao Hull City.

Um dos grandes parceiros de Marco Silva nos tempos de Estoril foi o meia brasileiro Evandro, ex-Palmeiras, Atlético-MG e Atlético-PR, que comandou o meio-campo amarelo na melhor fase do clube, quando chegou a bater de frente com os grandes.

Segundo o armador, Marco Silva é um técnico de ações rápidas e eficientes.

“Ele mudou bastante coisa em pouco tempo no Estoril, e isso mostra a capacidade dele. O Marco assumiu o time em um momento colocado, quase caindo para a 3ª divisão, e salvou o clube, levou para a 1ª divisão! Depois, ainda conquistamos a vaga na Liga Europa jogando de igual para igual com os gigantes de Portugal”, exalta, ao ESPN.com.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s