Atacante chega ao Leão e nega fama de farrista

A Diretoria do Remo apresentou nesta quinta-feira o último reforço para a disputa do Parazão e da Copa Verde. É o atacante Edgar, 30 anos, cedido pelo Sampaio Corrêa (MA). Curiosamente, Edgar iniciou carreira no futebol paraense, defendendo o Ananindeua, em 2008. Na entrevista de apresentação ele disse conhecer bem a torcida azulina: “Você entra ali no Mangueirão, vê aquela torcida e se arrepia. Aquilo me deu mais motivação para vir para cá. O professor Josué (Teixeira, técnico do Remo) ligou para eu vir para cá e falei que vinha para cá ajudar ele. Nesse período que eu vou ficar, vou me dedicar ao máximo para ajudar a equipe com muitas vitórias”.

O Remo joga com o Sampaio no dia 12 de janeiro, no Souza, e Edgar pretende entrar na partida. “O presidente Sérgio Frota (Sampaio) ligou para o Josué dizendo para ele não me colocar nesse jogo. Mas eu vou treinar e quero jogar, quero pegar ritmo o mais rápido possível”, disse.

Sobre a fama de farrista, Edgar negou categoricamente. “Isso é conversa de pessoas que não gostam do jogador. No Sampaio, eu fiz por onde. Às vezes, o cara perde um treino por doença, e pensam que a o cara está na vagabundagem. E a torcida vai ver que sou um jogador diferente e não sou nada disse que falaram”, explicou. (Com informações de Café Pinheiro/Bola) 

6 comentários em “Atacante chega ao Leão e nega fama de farrista

  1. Eu não duvido não que seja verdade,pois o time se desfazer de um jogador que dizem ser bom e ele aceitar jogar num clube que não paga ninguém,só tendo problemas para que gere esse tipo de transação. Vamos esperar pra ver !

  2. Paysandu perdeu um dos melhores jogadores da campanha passada. Salvou o time da derrota em diversos jogos, assim como o goleiro, Émerson. No Remo acredito nas novas contratações, agora é aguardar a formatação e a aplicação tática do time.

  3. Dia 12 vou lá iniciar as avaliações, Lucilo.

    Quanto ao Edgar, o que há de informações sobre o jogador parte de várias e diversas fontes, o que, sob o meu ponto de vista, eliminam a chance de ser mera antipatia com o jogador. Máxime porque a impressão que tive de tudo o que pesquisei, do ponto de vista pessoal, ele parece ser querido entre torcedores, dirigentes, treinadores, companheiros, jornalistas etc.

    Por isso minha expectativa, conforme eu já comentei noutra postagem, é que, sob as bênçãos do Fenômeno, ele aqui encontre a paz e a tranquilidade suficientes para levar adiante a sua profissão com êxito, e, de quebra, faça um punhado de gols para ajudar o Mais Querido.

    Seja bem vindo e tenha muito boa sorte por aqui, Edgar!!!

Deixe uma resposta