Petrobras patrocina filmes clássicos do Canal 100

JoaoSaldanha06

A Petrobras patrocinou a digitalização e a restauração de imagens de grandes lances do futebol brasileiro e outros esportes veiculadas nas maiores salas de cinema do Brasil de 1959 a 1986, no cinejornal Canal 100. As imagens, registradas em película de 18 e 35mm, acrescidas de depoimentos atuais, viraram dez documentários de  22 minutos, que serão exibidos nos canais ESPN de 25 a 29 de abril. Na ESPN Brasil os filmes serão exibidos após o SportsCenter 3ª edição, na ESPN a partir das 19h e no ESPN + a partir das 13h30 no dia seguinte.
Foram mais de dois anos de pesquisas e três de produção que culminaram na captação de depoimentos de 20 ídolos do esporte. Entre eles, Rivellino, Carlos Alberto Torres, Jairzinho, Tostão, Falcão, Zico e muitos outros. Pelé ganhou uma homenagem especial, um filme que conta a espera pelo milésimo gol do jogador com testemunhos que revelam curiosidades sobre esse marco do futebol brasileiro. Os pilotos do automobilismo Wilson e Emerson Fittipaldi também participam dos documentários, em cenas e depoimentos
sobre circuitos de rua realizados no Rio de Janeiro e em São Paulo.
Os documentários são, entre outros, “Reviva a Espera do Milésimo”, sobre toda a expectativa em torno do milésimo gol de Pelé; “Reviva o Fla-Flu Épico”, sobre o famoso jogo entre Flamengo e Fluminense que, em 1963, reuniu o maior público da história do futebol no Brasil (177 mil pagantes), e “Reviva as Feras do Saldanha”, sobre o time de ases montado pelo ex-jogador do Botafogo, técnico da seleção brasileira, escritor e jornalista João Saldanha (foto), para disputar a Copa do Mundo de 1970. O time incluía Carlos Alberto Torres, Djalma Dias, Joel, Rildo, Piazza, Gerson, Jairzinho, Tostão, Pelé e Edu.

1970elim
Após a exibição nos canais ESPN, os documentários, idealizados por Alexandre Niemeyer, filho do criador do Canal 100, Carlos Niemeyer, e desenvolvidos pela empresa Ovo em Pé, serão disseminados em outras mídias. A ideia é apresentá-los nos cinemas, antes dos filmes em cartaz, e em monitores dispostos em locais ao ar livre; em pontos de venda, como lojas e shopping centers.
A Petrobras prestou sua contribuição para que essa parte da história do Brasil não se perdesse. “Um acervo cinematográfico de tal relevância para o esporte brasileiro precisa ser acessível à população. A Petrobras tem tudo a ver com esse projeto que resgata uma época de ouro do esporte no Brasil e seus heróis, verdadeiro patrimônio nacional, e o devolve aos brasileiros. Além disso, como patrocinadora da cultura no país, tem a oportunidade de garantir e disseminar o acesso a esses acervos riquíssimos, tão
representativos da identidade do nosso povo”, diz o gerente setorial de Patrocínio Cultural da Petrobras, Luis Fernando Lima de Brito. (Comunicação Petrobras) 

3 comentários em “Petrobras patrocina filmes clássicos do Canal 100

  1. Amigos, será que reproduzirão o filmaço campeão de bilheteria do Paysandu 100 anos de Paixão????????? espero que sim
    kkakakakakakakakakaka

  2. Após um longo tempo afastado, eis que retorno ao boteco virtual, camarada! Saudades dos documentários do Canal 100 que eram passados antes dos filmes nos cinemões de Belém. Saudades também do Palácio e do Olímpia.

  3. Assisti ao doc sobre o Fla-Flu épico de 1963. Um verdadeiro documento histórico. O futebol brasileiro precisa recuperar a glória dentro e fora dos campos, perdida em algum desejo inconsciente por vitórias a qualquer custo e por arquibancadas assépticas. Outro doc que aguardo é Geraldinos, sobre o fim da Geral no Maracanã e a elitização do futebol nos estádios, o que levou ao afastamento daquele aficcionado mais humilde, grande patrimônio de nossa cultura futebolística.

Deixe uma resposta