O livro do Botafogo campeão

POR MAURO CEZAR PEREIRA

O jornalista Thales Machado tinha 8 anos de idade e morava em Três Corações, no interior de Minas Gerais, quando o Botafogo levantou o título brasileiro de 1995. De algum tempo para cá, resolveu mergulhar na história daquela conquista. Pesquisou tanto, ouviu tal quantidade de personagens da época que virou especialista no tema.

“As vezes sinto que sei mais sobre determinadas passagens do que pessoas que participaram”, conta. Era óbvio que tanta informação sobre a montagem do time, os problemas, a campanha e a vitória final deveriam ser levada aos torcedores, botafoguenses em especial, claro. Por isso ele criou “O Botafogo de 95”.

“As histórias do futebol, principalmente de títulos de grandes clubes, perigam cair na mesmice. Botafoguense que se preze lembra que o time conquistou o título de maneira improvável no Pacaembu. Só que um feito do tamanho do Brasileirão de 1995 para o Botafogo, que completa 20 anos dia 17, merece muito mais”, acrescenta.

Pensando nisso, Thales criou o @OBotafogode95 no Twitter. “Me inspirei em um perfil organizado por alunos da PUC-RS que acompanharam o dia do Golpe Militar de 1964 cinquenta anos depois. Tuitaram em tempo real. Fiz o mesmo com o título do Botafogo em 1995, mas ao invés de um dia, direto há sete meses”, explica. Depois disso surgiram outros, como @galomemoria, @2003oanodoCruzeiro e @acopadascopas

O perfil acompanha o dia a dia como se fosse hoje, com pesquisas em arquivos de jornais e entrevistas. Jogos, histórias, treinos, negociações e passagens geniais, como Paulo Autuori barrado na apresentação, de tão desconhecido que era. Ou a saga para achar um companheiro para Túlio: tentaram Bebeto, Ronaldo, Edmundo, Valdeir e até Canniggia! Por acaso, ficaram com Donizete.

Todas essas e mais histórias estão no livro “O Botafogo de 95”, que foi lançado no Rio de Janeiro na quarta-feira, dia 16, véspera do aniversário do título, na Livraria da Travessa de Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 97), às 19h. É praticamente um presente aos seguidores do Twitter, que financiaram a produção da obra, arrecadando quase R$ 26 mil.

“Deu pra fazer um livro bom, bonito e barato, já que o exemplar sairá por R$ 35”, destaca. Como é um projeto da internet, para a internet, apesar de ser um livro clássico, de papel, a venda é sempre mais barata pelo site do projeto — clique aqui e acesse.

Para quem é de Belo Horizonte, lançamento dia 22, 19h, no Itatiaia Rádio Bar (Rua Pium-í, 620). “Vamos relembrar 1995 de maneira diferente!”, garante o autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s