Por uma nova chance

POR GERSON NOGUEIRA

Edcléber é um dos remanescentes da melhor geração extraída das divisões de base do Remo nos últimos anos. Participou do time que fez brilhante participação na Copa Norte e Copa do Brasil sub-20 em 2013, chegando às semifinais do torneio nacional. Surgiu junto com Rodrigo, Sílvio, Tsunâmi, Ameixa, Igor João, Roni, Yuri, Nadson.

unnamed (56)Era um dos destaques pela capacidade de executar funções diversas, aparecendo no meio-campo ou atuando no ataque. Depois do torneio, ficou no ostracismo, como a maioria daqueles garotos.

Sem oportunidades no clube, foi cedido por empréstimo ao São Raimundo em 2014, depois para o Gavião Krikategê e novamente para o São Raimundo este ano na disputa da seletiva de acesso ao Parazão.

Cacaio, em boa hora, resolveu resgatá-lo e ofereceu nova chance. Contra a seleção de Castanhal, no domingo passado, Edcléber mostrou que continua bom de bola, certeiro com o pé esquerdo e disposto a conquistar um lugar no elenco.

Marcou dois gols, exibindo categoria, e ainda deu o passe perfeito para Welton fazer o terceiro gol no amistoso. Acima de tudo, jogou com desembaraço e disposição. Na verdade, seu rendimento naquela manhã de sol só surpreendeu quem não acompanha sua evolução.

As características de Edcléber são de um jogador moderno, capaz de executar diversas funções e se adaptar a esquemas variados. Cacaio deve ter observado isso, podendo lançar mão do atleta ao longo da Série D.

O retorno de Edcléber ao Remo acontece em momento curioso no clube, quando os atletas da base servem como moeda de troca para sanar os muitos problemas financeiros. Estranhamente, alguns dirigentes parecem confiar pouco no potencial das revelações azulinas, chegando em alguns casos a depreciar atletas de boa técnica, como Alex Ruan.

Poucos desses jogadores têm chances na equipe titular. O último foi Ameixa, recentemente negociado com o Corinthians. Alex Ruan deve seguir o mesmo caminho.

De origem humilde, como a maioria dos jogadores oriundos da base no nosso futebol, Edcléber tem a oportunidade rara por aqui de mostrar seu valor no clube que o revelou. Vai precisar batalhar espaço e se firmar, mas tem a vantagem de conhecer bem o terreno onde pisa. Que tenha, acima de tudo, muita sorte.

———————————————————–

Para confirmar a recuperação

Contra o América-MG, o Papão parece ter enterrado a fase de tropeços na Série B. Depois de quatro resultados ruins, o time reencontrou a vitória com atuação digna de elogios. Hoje, diante do Mogi Mirim, precisa reencarnar o espírito competitivo que permitiu superar o adversário mineiro e consolidar de vez a recuperação.

O sistema com três atacantes que se movimentam e marcam a saída de bola do adversário funcionou perfeitamente contra o time de Givanildo Oliveira. Misael, Leandro Cearense e Wellington Jr. foram peças fundamentais no triunfo de terça-feira. Com a volta de Aylon, é provável que Misael seja sacado, mas a estratégia tem que ser mantida.

Em tese, o Mogi oferece menos perigo que o América. Ensaiava uma arrancada, mas foi derrotado na última rodada. O problema é que avaliações desse tipo na Série B são sempre traiçoeiras. O campeonato é marcado por altos e baixos, com surpresas e reviravoltas a cada semana. Todo cuidado é pouco.

———————————————————–

Dewson ganha merecido destaque no Brasileiro

Depois da tranquila atuação no clássico entre Atlético-MG e São Paulo na quarta-feira, o árbitro paraense Dewson Freitas ganhou elogios de peso na crônica esportiva do Sudeste. Segundo o comentarista de arbitragem da ESPN, Sálvio Espíndola, Dewson “é o melhor apitador da Série A até o momento”.

O jogo vencido pelo Galo foi o de menor número de faltas na competição; 12 apenas. O índice lembra partidas do futebol europeu. Dewson tem média de 20,67 infrações assinaladas por jogo. Já apitou nove partidas do Brasileiro, sempre com boas atuações.

Infelizmente, só no Pará é que Dewson não tem a devida valorização. No último Campeonato Paraense passou até pelo constrangimento de ser vetado para uma semifinal de turno, sob alegação de que “intimidava” demais os jogadores do Papão em campo. Dirigentes prometeram filmar o jogo como forma de pressioná-lo.

Como castigo anda de avião a jato, o árbitro que o substituiu na partida acabou expulsando o atacante Bruno Veiga, por reclamação, e não se ouviu queixa em relação à arbitragem por parte dos dirigentes.

Dewson vai muito bem nesta Série A, representando dignamente o futebol do Pará. Merece aplausos e respeito.

———————————————————–

Payxão nas telas do cinema

O trailer do documentário “100 anos de Payxão”, que conta a história do Papão, chega aos cinemas na próxima semana. O filme virá logo em seguida, no final do mês de agosto, com previsão de exibição em todas as capitais do país.

O documentário reconstitui a história do clube através do relato de grandes heróis bicolores e opiniões de gente de peso no futebol, como Carlos Alberto Torres, José Trajano, Paulo Vinícius Coelho, Guilherme Guerreiro e Xico Sá, entre outros.

A produção é do músico paraense e bicolor Marco André e da Urca Filmes, que produziu os filmes da série “Tropa de Elite”. A direção é de Priscila Brasil e Gustavo Godinho.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 31)

27 comentários em “Por uma nova chance

  1. O filme do reminho vai ter o titulo: Dormir na praça em Macapá, Comi feijoada azeda, mais estou de pé kkkkkkkkk sem inveja.

    Curtir

  2. Muita sorte ao Edcleber, pois o Mais Querido tá precisando.

    Listrado jogando em casa, com adversário do Z4, é lógico que dê a lógica: vitória do mandante.

    Com a nova “regra”, segundo a qual reclamações (por faltas marcadas ou não marcadas ou invertidas etc) autorizam aplicação de cartão amarelo, é possível que o Dewson consiga melhor sorte ao apitar um Re/Pa. Isso se depois do sucesso que vem obtendo, ainda aceite apitar algum Re/Pa.

    Curtir

  3. Ainda tem idiotas como o Galvão Bueno po exemplo, que diz que certos centros não tem árbitros capazes de apitar grandes jogos, mas esquecem que nesses tais grandes centros o que tem de árbitro de baixo nivel não está no gibí

    Curtir

  4. Esse filme do centernada vai ficar devendo cinco anos kkkkkkkkk tem q ter um desconto kkkkkkkkk será q vai passar a mucura dormindo na praça, jogando com cachorro no interior, apanhando do Bacuri no chiqueiro, a festa das bonecas, a derrubada do muro pelo Biro- Biro-, a fuga de campo, o Nicácio chamando a infiel de merda? Uma coisa eu sei, o tabu 33 não vai passar kkkkkkkk é muita vergonha kkkkkkk é por isso q eu digo: mucura nossa eterna piada kkkkkk

    Curtir

  5. Eles falaram tanto na feijoada q resolveram fazer uma lá na Curuzu kkkkkkkkkkkkk tava azeda, dizem q tinha algo estranho boiando kkkkkk

    Curtir

  6. O Mogi Mirim ensaiou uma recuperação mas caiu na última rodada, porém o Paysandú tem que encarar a partida com muita seriedade para evitar surpresas desagradáveis.
    Tudo em prol do Papão desde este faça o dever de casa.
    Quanto ao filme é esperar para ver e guardar a recordação de muitas conquistas que nenhum clube do Norte do Brasil nem de longe se aproxima, muitos remistas morrem nestas horas, fazer o quê se o Papão é o Maior Papa Títulos , o Melhor time da Região Norte do Brasil, e não adianta torcedores de time de quarta tentar argumentar pois contra números não existe argumento.

    Curtir

  7. Eu sei que o espaço é democrático mas como tem torcedor que contribui com o aterro sanitário por aqui. Quando vejo quem são passo a diante pois não acrescentam nada nem para os seus times e muito menos com críticas inteligentes sobre seus adversários. Comportam-se como colegiais do tempo em que brigar na porta da escola era seu passa tempo favorito.
    Ainda bem que há vida inteligente no blog e esta é a grande maioria!

    Curtir

  8. Legal Silva. Me emocionei vendo esse trailer, imagine assistindo o filme. Eu e meu filho já estamos com ingresso para hoje a noite. Sucesso sempre ao Papão da Curuzú!!!

    Curtir

  9. A raiva dos remistas é saber que não tem conteúdo pra superar o vasto histórico de glórias do papão.

    Curtir

  10. Temos também o Carlos Henrique que esteve no São francisco no ultimo parazão ele tb é remanescente do leãozinho citado, muito bom de bola e está procurando clube para a segundinha ou…

    Date: Fri, 31 Jul 2015 03:42:21 +0000 To: rildoagro13@hotmail.com

    Curtir

  11. Na verdade, os remistas já se conformaram com a sua situação.
    Paysandu na palco e eles na plateia.

    Na minha humilde opinião, o remo vai passar longos anos onde está.
    Serie B, é um sonho distante. Muito distante.

    Isso é fato!

    Curtir

  12. O papum não ganha nada vai tentar ganhar o titulo no cinema não conseguir vencer em campo é o jeito apela pro cinema imagine ser for vice no cinema

    Curtir

  13. Eu gosto quando o amigo Edson posta previsões sobre o que vai acontecer com o Remo, sempre erra, o ano passado foi assim, kkkkkk

    Curtir

  14. Sobre o Edcléber e o Dewson, não me surpreende em nada. O paraense tem mania de vomitar no prato em que come, sempre imitando os trejeitos dos sudestinos. Fazer o quê…?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s