As voltas que a bola dá

POR GERSON NOGUEIRA

Mais que uma caixinha de surpresas, o futebol virou uma gangorra sem fim. Em menos de duas semanas, Dado Cavalcanti e Cacaio, técnicos respectivamente de Papão e Leão, mudaram radicalmente de condição e prestígio na gangorra dos resultados de suas equipes.

No instante de maior glória, Dado era reverenciado pela profusão de gols que o time disparou sobre o pobre São Francisco, pelo Parazão. O resultado foi saudado com todos os superlativos possíveis. Com justa razão. Poucos times conseguem construir uma goleada de 9 a 0 em meio ao sonolento equilíbrio reinante no futebol brasileiro.

unnamed (64)Antes disso, Dado já colecionava louvores pela condução segura do Papão no returno do campeonato estadual, apesar de um sério tropeço diante do Parauapebas dentro da Curuzu. Seu retrospecto, porém, era amplamente favorável, sustentado pelas duas vitórias consecutivas sobre o maior rival, pelo Parazão e pela Copa Verde. E a triunfal apresentação contra os santarenos coroou a lua-de-mel com a torcida.

Veio então a segunda partida da semifinal da Copa Verde. A expectativa era da confirmação da passagem do Papão às finais. Quando a bola rolou, todas as projeções foram derrubadas pela bravura e determinação do time remista, que pareceu se multiplicar em campo.

A façanha azulina causou profunda decepção na torcida do Papão e em seus dirigentes. Dado iniciou ali o período mais instável de sua passagem pelo Papão.

Do outro lado, um cenário inteiramente oposto. O treino de ontem no Evandro Almeida confirma o bom astral que passou a dominar a cena remista. À frente de tudo, Cacaio, técnico contratado às pressas para tentar salvar a campanha do Remo no Parazão.

Logo na primeira entrevista, foi sincero: sabia que só havia sido chamado porque o Remo vive séria crise e não tinha como buscar opções mais caras lá fora. A constatação não diminuiu seu entusiasmo. Partiu para a reconstrução do ambiente, conflagrado pelo atraso de salários e a falta de confiança na diretoria.

Dois dias depois de assumir, conduziu o time a um empate injusto diante do Atlético-PR no Mangueirão. Pela movimentação e empenho, merecia vencer. Em seguida, ficou ao lado dos jogadores na declaração pública em que foi escancarada a precária situação financeira do clube.

O próximo compromisso foi contra o Paragominas. Ex-técnico do Jacaré, Cacaio pôs em prática o conhecimento sobre o adversário e motivou o time a buscar a vitória a qualquer custo. Deu certo.

Depois, foi a Curitiba e quase superou o Atlético. Empatou em 1 a 1, de novo merecendo a vitória. Perdeu nos penais, mas com o sentimento de dever cumprido. Era notório que o time havia crescido e se tornado mais competitivo sob seu comando. O triunfo no Re-Pa de sábado confirmou sobejamente as evidências.

Cacaio emerge como salvador da pátria. Dado enfrenta as críticas e resmungos pela derrota. Resta saber se a gangorra já se acomodou ou ainda irá balançar até o fim do Parazão e da Copa Verde. A conferir.

————————————————————

unnamed (80)

Leão enfrenta uma nova batalha

Apenas 72 horas depois da batalha contra o Papão, o Remo volta a campo para uma nova decisão. Terá pela frente o Paragominas. Apesar de ligeiro favoritismo, a previsão é de um jogo duríssimo para os azulinos, com forte marcação e muita luta no meio-de-campo.

Enquanto o Paragominas elenca uma série de desfalques, Cacaio terá a volta de Eduardo Ramos. Só perdeu Dadá – e que perda! O volante foi o grande nome do clássico de sábado, marcando o gol mais bonito da rodada nacional – segundo enquete da ESPN Brasil, ontem à noite.

————————————————————

Bota, Vasco e o fator Eurico

Dizem que Eurico Miranda foi mais decisivo na semifinal de domingo do que qualquer atacante do Vasco. Tudo em função do penal meio mandrake marcado assinalado contra o Flamengo. Com ajuda externa ou não, o Vasco está classificado para encarar o Botafogo nas finais.

O Alvinegro também se beneficiou de um lance irregular. No primeiro gol do clássico com o Fluminense, sábado, Rodrigo Pimpão estava adiantado ao receber a bola e cruzar para Bill marcar. Depois, o Glorioso empreenderia uma jornada dramática – como tudo que envolve o Fogão – para superar o Tricolor.

A decisão começa domingo e, pela primeira vez, há um perfeito equilíbrio entre os duelistas. Em campo. Fora, a sombra de Eurico segue a assombrar.

———————————————————–

Novo xerife da CBF vai peitar a Globo?

Marco Polo Del Nero, novo manda-chuva da CBF, está convicto de que pode derrubar um dos pontos mais controversos da relação da entidade com a Globo: o nefasto horário de 22h para jogos de meio de semana. Nenhuma TV aberta no mundo ocidental pratica horário tão inusitado, para beneficiar sua grade de programação e ferrar com a vida do torcedor de arquibancada.

Del Nero, com a pose de recém-empossado, garante que a Globo nunca impôs nada ao futebol paulista, que ele dirigia até pouco tempo atrás. Por essa razão, entende que o relacionamento permite que alterações de horário sejam discutidas. Ele pensa em reivindicar a adoção do horário de 21h30.

O problema será convencer a emissora dos Marinho a recuar mesmo que seja apenas em meia hora uma faixa que explora sozinha desde que o Campeonato Brasileiro foi criado nos moldes atuais.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta terça-feira, 21)

237 comentários em “As voltas que a bola dá

  1. Tem derrota que trás beneficio ao clube, e tem certas vitorias que são prejudicial a clubes. Como assim? Imaginam vcs se o Paysandu elimina o Remo e vai a final da Copa Verde! Pelo menos 03 coisas podiam acontecer: 1- O nosso presidente achar que o time esta no caminho certo com o elenco que tem, 2 – O tecnico nosso achar que com esse time da pra pelo menos se manter na serie B, 3 – A torcida do Papão achar que vamos ter um time competitivo para a B. Eu como torcedor do Paysandu quero de todo coração parabenizar o Clube do Remo pela garra, determinação, vontade de ganhar e acima de tudo respeito e humildade que teve para ir a final, e melhor de tudo isso ter deixado um sinal de alerta pelos lados da Curuzu que pelos menos uns 10 jogadores que ali estão ja podiam arrumar suas malas e ir embora.

    Curtir

  2. Amigo Gerson Nogueira, nessa tema: “As voltas que a bola dá”, eu digo que nem tanto ao Ceu com o time do Paysandu e nem tantop ao inferno com o time azulino como progavam. Quero com isso dizer que em relação ao Paysandu, essa instabilidade no início da temporada (quase é rebaixado no parazão, perda do título do primeiro turno sem sequer chegar ás finais, tropeço diante de equipes inespressíveis como Tapajós, Pebas, Independente, Cametá , etc, so confirmam o que eu nunca neguei aqui e vc talvez por ser o dono do blog onde verifica diariamente tudo que é postado e comentado, vc sabe que eu sempre postei que esse time do Papão, o plantel no todo é muito fraco. Sempre disse inclusive que só não está pior por causa de alguns poucos remanesecentes da da base do acesso a B em 2014, como Picachu, Veiga, Pablo e Recife. Sem estes o vexame poderia ser maior onde hoje poderíamos pela prmeira vez em 100 anos está margando um rebaixamento para a segundinha do sofrível parazão. Essa sempre foi minha opinião aqui, onde o Papão estava jogando so com a fama de time de série B, na qual vai estrear no próximo dia 09 contra o poderoso Bota, porque esse time não sei nem afirmar se serviria ao menos para uma terceirona. Em relação ao time azulino com base velhusca que o Ze Teodoro vinha mantendo, era muito pereba como sempre postei aqui e deve dar graças a deus também por não está rebaixado mais uma vez no parazão a exemplo de 2000. Por isso eu sempre postei que a despeito de crise financeira que sempre atrapalha um time, na minha opinião o pior problema azulino vinha sendo o ZE, o qual mantinha encostado o melhor time base que o azulino possui composta por jovens que jogam muita bola e estão com um vigor físico e vontade de vencer no futebol estupenda como igor joão e Ruam, Ameixa, Ilailson, Roni, Bismark, Bismaerc etc. Na minha opinião essa base é a melhor de Belém e vinha sendo colocada de lado pelo ZE, por isso o azulino vinha mal e não tanto por salário atrasado como propagavam. Aí sai Ze,entra Cacaio que fez milagre?? não. Cacaio fez o que qualquer um treinador no azulino deveria fazer: Colocou para jogar essa boa base azulina jóvem com quase 7 jogadores e mesclou com alguns velhuscos que jogam muito bem como Ramos, Dadá, Max, Barreto etc. Esse time está entrosado porque foi praticamente o time que ganhou o Papão de 4×1 em 2014 e agora novamente apronta em decisão contra o bicolor. Cacaio teve apenas boa visão e fez o obvio. so isso. Por é que digo que nem tanto ao inferno com o azulino. E ainda despensaram Jhonata. Imagine se esse estivesse lá. Além de tudo isso, esse time azulino com essa base jovem, além de jogar muito, sempre jogou muito traquilo toda vez que entrou porque entraram no jogo sem nehuma pressão por parte da torcida, diretoria e imprensa local. Ou seja, a molecada foi colocada para jogar na certeza que se perdessem não seriam cobrados e nem criticados por ninguém, mas ninguém mesmo. Ao contrário teriam muito apoio de todos. Inclusive no caso de uma vitória bicolor a desculpa seria que ganhou de time sub 20 azulino. So que agora Gerson Nogueira, as coisas mudam de figura. Ou seja, toda a tranquidade que essa base azulina jovem vinha mantendo ao entrar en campo, sem cobrança de ninguém, e sem despertar alerta dos adversários, não vai mais ocorrer porque ja se percebeu que esse é na verdade a melhor composiçao azulina e talvez a melhor base do parazão. Com isso os adversários, inclusive o Papão passarão ter mais cuidado e não entrarão mais jogando como se realmente estivessem fazendo amistoso com sub 20 azulino, pisando em ovos. Agora Aumentou a responsabilide do time azulino, inclusive dessa garotada que antes entaravam em campo para jogar com tranqulidade e sem pressão de ninguém, mas gora não tem mais desculpa de em caso de revés, dizer que era o time sub 20 que perdeu.

    Curtir

  3. Cacaio está se saindo mil vezes melhor que o Zé Teodoro, nunca vi um técnico tão medroso como esse, passou meses no Remo e o time não sabia fazer uma tabela no meio de campo.

    Cacaio chegou e botou ordem na casa, os jogadores sabem o que fazer com a bola e a marcação melhor em todos os setores, que continue assim.

    Curtir

  4. Ninguém sabe o dia de amanhã, ainda mais no futebol, assim como não dá pra dizer que o Remo vai engrenar de vez, continuar ganhando seus jogos e assim conquistar calendário para a temporada inteira, com o fenômeno azul, consequentemente, prestigiando. Enfim, nenhum de nós pode dizer que a roda vai continuar a girar a nosso favor. Todavia, eu, desde o início, falei aqui neste espaço que, uma vez substituído o antigo técnico pelo regional Cacaio, o time ia mudar para melhor, bastando para isso, além da motivação natural que um novo treinador trás a uma equipe, mudar algumas peças que não vinham rendendo e dar vez a outros que são reconhecidamente valorosos.
    Disse também que os dois jogos contra o CAP estavam em aberto, com o Leão tendo chances de seguir em frente. Não conseguiu porque o futebol é assim mesmo. Percebi que no primeiro jogo contra o PSC, nosso time levou o primeiro gol logo no início da partida, e isso, somado a outros fatores técnicos, foi fundamental para a derrota ante o rival. No segundo jogo em que perdemos também a saída do Eduardo Ramos por contusão deixou a equipe desestabilizada, sem poder de reação.
    São detalhes que eu, embora não entenda muito de táticas e técnicas, como o nosso amigo Claudio Santos e o Lopes Jr, entre outros, percebi.
    Também tenho dito que não há jogo previamente perdido ou ganho. Futebol, como se atribui a Nenê Prancha, é uma caixinha de surpresa.
    Agora, se o Clube do Remo ganhar o jogo de hoje, vai encarar de igual pra igual o Paysandú – sabendo que este tem um elenco qualificado – ou o aguerrido Parauapebas. Nessas condições, é difícil pararem o Leão.
    Conseguindo isso, a arrecadação será superior ou próximo a um milhão e meio no jogo contra o Cuiabá.
    É o que há. Mas vamos esperar o jogo de daqui a pouco.

    Curtir

  5. Eu disse na hora que aqueles 9×0 tinham sido uma farsa e o resultado do re x pa mostrou a realidade. Nenhum time perde naturalmente de nove, tem que haver entregação pra isso. Chamo a atenção para o pífio desempenho bicolor este ano. Em dezoito jogos (incluindo o amistoso re x pa), venceu somente a metade, sendo que enfrentou apenas adversários sem série. E já foi eliminado do primeiro turno e da copa verde…

    Curtir

  6. Nas minhas leituras bíblicas tem uma passagem onde Jesus Cristo numa de suas pregações, responde para um governante rico e poderoso que costumava reclamar do excesso de responsabilidade que lhe empeunham muita pessoas. Jesus Cristo disse-lhe: ” muito te foi dado. Portanto, muito te será exigido” transportando essa passagem para o futebol hoje em Belém, serve um pouco para caracterizar esse time composto por essa ótima base composta por quase 7 atletas jovens, de grande potencial, que foram até agora responsáveis pela maiores alegrias da torcida azulina, num momento de crise sem precedentes. Essa formação azulina que eliminou o Paysandu, com a presença de 7 ex sub 20, vem segurando a barra azulina e dando satisfação aos azulinos nos últimos 2 anos, onde em 2014 ganharam o título paraense depois de 6 anos de jejum. aplicando uma sonora goleada no Paysandu de 4×1 que impossibilitou a reação, ganhou de forma justa a vaga na série D e teve divisão em 2014 sem precisar comprar vaga. Já no inpicio de 2015 essa mesma formação consegue outro feito histórico eliminando o Paysandu de competição inter regional quando muitos não imaginavam, e chegando a decisão de uma competição da CBF depois de 10 anos. Essas conquistas para o momento azulino de crise histórica que vem se arrastando há muito tempo, sem seu estádio para jogar, falta de dinheiro, é muito ampla e relevante e se deve praticamente a ajuda dos atletas que vieram do sub 20. Por isso digo que muito foi dado a esses jovens, e agora também muito lhes será exigido. Aquela situação de entrarem em campo jogando sem pressão de ninguém, não vai mais existir e as desculpas também não. No jogo com o time paraanese la se perdessem por 10, talvez ninguém fizesse muito alarde ou barulho porque diriam que foi o sub 20 que perdeu ETC. Agora é diferente, porque todos ja perceberam que essa formação azulina que eliminou Papão até fácil, é na verdade a melhor formação azulina, e que eu considero forte porque a garotada alem de jogar bem tem um vigor físico muito bom e estão habituados ao futebol local por serem daqui. Agora é que a ficha caiu para a garotada azulina e as cobranças surgirão por parte de todos e os adversários com certeza agora entraram mais ligados em jogos contra essa formação azulina. Essa molecada para mim já provaram que jogam bem. Quero ver é se jogndo agora com peso da responsabilidade, conseguirão fazendo essas proezas.

    Curtir

  7. Caro Davi, acredito, que assim como eu, os mais sensatos torcedores do Papão, tem a plena convicção de que não temos plantel para o parazão, imagine para o brasileiro. Infelizmente a torcida fica nas mãos das diretorias que fazem os planejamentos, contratações e outras coisas voltadas ao futebol, porém, vejo que ainda de forma muito amadora, embora o Paysandú tenha tentado seguir um novo rumo.
    Já havia citado que as duas vitórias sobre o rival não serviriam de base pois o momento do time azulino, que com esta vitória, não mudou em nada, apenas o ímpeto e a entrega em campo, pois tecnicamente continua a mesma coisa. Não se iludam o time não é o melhor do paraense.
    Quanto ao Paysandú penso que muito, mas muita coisa deve ser repensada!

    Curtir

  8. Vou dá uma de Pajé aqui neste boteco do Gerson,

    Para mim, as chances do Remo ser campeão do segundo turno (e do paraense) está diretamente relacionada a eliminação precoce do Paissandu no jogo de amanhã contra o Parauapebas

    Creio que se o PSC voltar a pegar o rival, por mais que o jogo venha a ser disputado, as chances do Paissandu são bem maiores, pois não creio que o PSC voltará a ser apático contra o rival como foi no último sábado.

    Curtir

  9. Amigo Celira, eu quase concordo com você. É, meu credo é que se o rival passar as chances diminuem, mas continuam lá a existir. E isso mesmo que o bicola jogue como um azougue. Agora, tudo dependendo dos atletas azulinos cumprirem o seu dever mais tarde. Sorte a eles!

    Curtir

  10. Amigo Celira, infelizmente tenho de admitir que lendo alguns comentários, inclusive o seu, chego a conclusão que para muitos bicolores ainda não caiu a ficha que esse time do Paysandu é muito fraco. Time não, o plantel no geral é muito fraco. Se o Maia queria montar um time fraco ecaro para o Papão, ele conseguiu. Celira, sinceramente e honestamente falando não agora por causa de mais essa derrota em jogo decisivo para o azulino, nem querendo ser pessimista, mas dentro da realidade digo o que já falei demais aqui: Confiaveis e com ressalvas nesse time do Paysandu são somente 4 jogadores e mais ninguém. São eles PICACHU, VEIGA, PABLO ( que agora so vive no dp médico) e RECIFE. O restante dos 30 jogadores do plantel se vc acredita neles eu respeito sua opinião, mas eu não tenho como acreditar nesses goleiros que aí estão, em zagueiros como W alves, magnun alves, marlon, romário dão etc., em meio campistas como: radamés ( que como falei so serve para o marketing do clube mesmo) , ROGERINHO( aquele dos 9×0), Elanardo, Djalma que já esta aí um tempão e não se firma como titular, sendo sempre quebra galho), Capanema ( que está inclusive jogando sob pressão, de 4 meses de contrato), Jhonata que chegou agora e ainda precisa mostrar muito para ser confiável. No ataque não tem como acreditar em leleu, erico junior, leandro cearense, heber santos . Me desculpa amigo celira, mas não dá para acreditar em riviravolta com um plantel desses, onde so 4 se salvam. Dessa forma, se passarmos pelo combalido PEBAS, o que já acho difícil, infelizmente temos poucas possibilidades de chegar na decisão seja qual for o time que venha. Celira, eu sou fanático no bom sentido, tiro o meu sarro e não puco com azulinos quando o pAPÃO vence, mas não deixo de ser realista e não posso deixar de ser. Pode o Papão chegar ainda à decisão do turno e campeonato?? pode, mesmo porque existem ainda as chances matemáticas e so depende dele. mas eu acho isso pouco provável e se ocorrer isso mesmo, pode ter certeza que vou tirar meu sarro que sempre tiro com quem eu quiser, mas também isso não apagará a imagem que tenho desse time ruim e platel fraco que é o bicolor de 2015 montado pelo Maia. Infelizmente. celira.

    Curtir

  11. Mais uma desse time caloteiro, amigos Mauricio e Claudio.

    Junto com o Gavião, não teriam prestado contas ao BanPará, e este não liberou dinheiro pra ninguém.

    Tá brabo!

    Curtir

  12. Paragominas se uniu, e como o vencedor da partida de hoje leva 60% da renda, vão fazer de tudo pra ganhar.

    Meu palpite é que o parazão acaba hoje pro time azul cor de defunto.

    Curtir

  13. Tem mais um clubinho aí que está prestes a entrar na lista dos caloteiros. Diz que uma recentíssima derrota teria causado sério abalo nas respectivas finanças. Do que resultaria, em breve, uma senhora canelada em seus atletas. As notícias são de que lhe restam apenas duas esperanças: a primeira é a famosa factoring, mas que está sendo evitada pois já há internamente gente muito preocupada com o grau de endividamento para o mesmo credor, o qual daqui há pouco já pode até tomar posse do clubinho; a segunda é um novo jogo com o rival, o qual sempre lhe socorre quando há problemas desta natureza. Mas, o problema é que este jogo salvador é incerto, eis que tanto o clubinho, quanto o rival dependem de jogos muito difíceis para avançar até este jogo redentor.

    Curtir

  14. Clubinho? Amigo Antônio perdendo as estribeiras cedo rsrsrss

    Paysandu tá em dias, segundo o próprio presidente, apesar do prejó que foi ficar de fora da final da copa verde, ainda não tá vendendo o almoço pra comprar a janta, como um clubão já faz todo ano.

    Curtir

  15. ESCALAÇÕES:

    REMO: Fabiano, levy, Max, Igor João e Alex Ruan. Waryan Santos, Ilaílson, Bismarck e Eduardo Ramos. Rafael Paty e Ratinho

    Técnico: Cacaio

    Banco: César Luz, Raphael Andrade, Ciro Sena, Jadilson, Alberto, Felipe Macena, Fabrício, Matheus Carioca, Val Barreto e Silvio.

    PAGOMINAS: Maicky Douglas, Rogério Rios, Cristovam, Douglas e Vitor. Ronald, Lucas Gaia, Bruno Maranhão e Cristiano Gaúcho. Rodolfo Bastos e Aleílson.

    Técnico: Charles Guerreiro

    Banco: Paulo Roberto, Dudu, Rondinelli, Alécio Rammon, Uander, Renê Castilho, Lukinha, Buiú, Beá e Suesley.

    ARBITRAGEM:

    Árbitro: Andrey da Silva e Silva

    Aux.1: Hélcio Araújo Neves
    Aux. 2: Lúcio Ipojucan Ribeiro silva Matos

    Curtir

  16. Amigo Claudio, se acabar empatado o rival pode disputar sua 3° partida em penais em menos de uma semana, quase um record.

    Curtir

  17. 13 min – Gerson amigos, Remo tá muito bem do meio pra frente.. Gosto do Ratinho quando ele vai mais à frente.. É muito perigoso..Lucas Gaia, do PFC, tenta marcar o ERamos individualmente e, até que consegue de vez em quando… Remo, do meio pra trás, marca errado e vai tomando um susto atrás do outro…Zaga joga em linha tendo o PFC 2 homens dentro da área e vão levando muito perigo à zaga azulina…Volante do Remo, não sabem quem marcam e acabam sem marcar ninguém… Todo cuidado é pouco.. nesse momento, jogo é muito igual…

    Curtir

  18. 22 min – Remo, precisa fazer o Bismarck sair mais de trás e marcar junto com o Waryan Santos e o Ilaílson… Remo perde o meio campo, por sempre jogar desorganizado taticamente, como sempre falei e hoje não estar apresentando aquela vontade demonstrada até aqui e que supria essa desorganização…

    24 min – Chuuuuuuuuuuuuuuuute do Bismarckkkkkkkkkkkkkkkkkk praaaaaaaa defeeeeeeeeeeeeeeesa do goleirooooooooooooooooo

    Curtir

  19. Não foi nada, ameixa podia pegar até um amarelo por simular.

    Bayern Cinco a zero, 1/ tempo apenas.

    Curtir

  20. 37 min – Gooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo ééééééééééééééééééééééééé do Leãooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo e queeeeeeeeeeeeeeeeee golaçooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo Eduardo Ramooooooooooooooooooooooooooooooooooooos 1 x 0

    Curtir

  21. Amigos, ia fazer este comentário no jogo passado, mas a derrota do bicolor me tirou o foco, o gramado do Mangueirão é muito alto, deveria ser revisto isso. Quanto mais alto o gramado mais lerdo o jogo.

    Quase gol do Remo. Paty perdeu.

    Curtir

  22. REXPA, na final do segundo turno, dependendo do futebol apresentado do PSC, deve ser novamente o REXPA do milhão. Que maravilha!

    Curtir

  23. O Paissandu deveria ter baixado o preço do ingresso para amanhã, em acordo com o PFC, pois a torcida está ressabiada. Promessa de público pequeno no Mangueirão amanhã.

    Curtir

  24. Confesso que pensei que a torcida do rival azulão fosse colocar pelo menos 30 mil pessoas, afinal, é o jogo da sobrevivência.

    Curtir

  25. Olha, Gerson e amigos, que jogo…… Sempre falo que o Remo sobrevive de motivação… Hoje,continua desorganizado taticamente em campo e pior, não joga do meio pra trás, com a mesma pegada e disposição dos outros jogos e deu muito contra ataque ao PFC… Waryan Santos, se preocupa em marcar o Bruno Maranhão individualmente, com o Ilaílson sobrando, só que esquecem que o PFC vem com um ala Cristiano, no meio que comanda a saida do PFC, e sem marcação… PFC joga com ilaílson e Rodolfo dentro da área e o Remo marca em linha e sempre no mano a mano… Remo, pela qualidade individual de jogadores como Eduardo Ramos e Bismarck, levam muita vantagem sobre a zaga do PFC… No Início, o volante Lucas Gaia ameaçou acompanhar o camisa 10 azulino, mas este levava ele pro lado esquerdo pra saída do Alex Ruan, como faziam no tempo do Zé Teodoro, pra fugir da marcação e ele acabou desistindo, um erro mortal, pois, com isso, Eduardo passou a jogar livre, leve e solto e vai comandando esse time do Remo, ao lado do Bismarck.. Olha, não sei como seria o Remo hoje sem o Eduardo Ramos… Num todo, Remo foi um pouco melhor, mas em oportunidades perdidas, PFC merecia sorte melhor no jogo… Qualidade individual do Eduardo Ramos e o bom futebol jogado pelo Bismarck, vão dando a vitória ao Leão azul… Remo, precisa acrescentar mais um volante ou mais um zagueiro, pra matar esses 2 atacantes do PFC, pra sobrar um, já que o Levy, marca com os olhos… Bom jogo até aqui e vai fazendo valer a maior categoria dos jogadores azulinos… Olha, é bom o Remo voltar a mostrar a mesma disposição com que vinha jogando.. PFC não está morto…

    Vamos ao 2º tempo

    Curtir

  26. Nada definido jogo em aberto. Paty teve a chance de ampliar. Aleilson muito perigoso ainda mais com o Fabiano como goleiro, vamos aguardar.
    Jogo equilibrado o PFC chegou com mais perigo.

    Curtir

  27. TV cultura precisa urgentemente de três câmeras de alta definição, por favor, quem quiser pode doar.

    Quase gol do Remo.

    Curtir

  28. Eu não gostei Claudio. O jogo está apenas 1 – 0. Qualquer vacilo pode resultar em empate e consequentemente penalti. Remo, com está mudança, pode chamar demais o PFC.

    Curtir

  29. 22 min – Quaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaseeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee o Bismarckkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk faaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaz tocoooooooooooooooooou praaaaaaaaaaaaaaaa foooooooooooooraaaaaaaaaaaaaaaaaa ora ora Biasmarckkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk como se perde um gol desse meu Deus do Céeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu

    Curtir

  30. Jogadores locais, de Remo e Paissandu, que vem se destacando este ano (no primeiro ano com chances de titularidade).

    Paissandu: Marquinhos
    Remo: Ameixa e Igor João

    Curtir

  31. Esse Charles Guerreiro é muito fraco e covarde, tem o buiú no banco e não coloca.

    Perder de 1 e de 3 dá no mesmo

    Curtir

  32. Regrediram, muito por culpa de técnico, Leandro Carvalho (reserva do ineficiente Aylon e do parado Souza), Márcio (volante) e Araújo.

    Curtir

  33. 46 min – Felipe Macena entrou muito bem e Remo ganhou o meio campo, toda 2ª bola, mas não soube ir ampliando…

    47 min – Beáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa perdeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuuuuuuu inacreditáveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeel sozinhoooooooooooooooooooooooooooooooooooo tocooooooooooooooooou praaaaaaaaaaaaaaaaaa foooooooooooooraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ora ora Beáaaaaaaaaaaaaaa

    Curtir

  34. PFC lutou até o fim, espero que os jogadores do Paysandu tenham visto a garra deles.

    Pelo menos o remo vai sair do campeonato com um bom trocado

    Curtir

  35. Remo fez a parte dele. Chegou a final com méritos. Agora, cabe ao Alviceleste da Amazônia chegar a final para que, domingo, o tira teima possa acontecer.

    Curtir

  36. A sorte está do lado do Remo. Vamos ver se vai continuar o acompanhando.
    Time não tem organização tática depende da qualidade individual. Joga na vontade.
    Esse V BARRETO já teve a sua fase no Remo. Levy sem comentários e o Fabiano não passa segurança.
    Ilailson, WSantos e ERAMOS, pelo gol, os melhores.

    Curtir

  37. Como é que o papão conseguiu perder pra esse timeco? Esse time do remo é uma imundice.creio que os jogadores bicolores devem ter varado a madrugada jogando baralho na concentração, não vejo outra explicação.

    Curtir

  38. Esse time do PFC é muito melhor q a mucura sem vergonha kkkkkkk mais um eliminado kkkkkkkkk chupa mucura

    Curtir

  39. Remo jogou melhor sábado do que hoje, mas do que adianta jogar bem e perder o jogo? Não vale nada. Melhor ganhar de 1 – 0 e saber que está na final. Parabéns azulão! Comemore torcedor do azulão!

    Curtir

  40. Lira, não tenho medo, seria até melhor enfrentar o Rival, só que não acredito na capacidade do Dado de tirar da cabeça do grupo de jogadores comandado por ele que tem que jogar (também) com vontade. Isso já aconteceu no Ceará, da mesma forma. Amigo Miguel Ângelo acompanhou isso e pode ratificar. No Paysandu tem muita gente, especialmente da diretoria, que acha que ainda estamos em 2003, que o Paysandu é um clube com superestrutura, etc, e passa isso aos jogadores, criando a ilusão que podem resolver na hora que quiserem. O Maia tenta quebrar essa ideia, mas é difícil. Veja aqui mesmo uns comentários assim de pessoas próximas da diretoria – e não estou falando do Édson, que evidentemente brinca e tira sarro o tempo todo, o que acho muito legal.

    Curtir

  41. Olha, Gerson e amigos, que jogooooooooooooooo…. Remo, voltou melhor nesse 2º tempo, pressionava, mas não conseguia ampliar o marcador.. Remo, perdia a 2ª bola e o meio campo… Com a entrada de um 3º volante, Felipe Macena, aí sim, Remo passou a ganhar toda 2ª bola e, com a ajuda que deu o Charles, tirando o Bruno Maranhão, Waryan Santos, que marcava ele individualmente, foi aparecendo no jogo e contribuiu muito na ligação, nesse 2º tempo… Remo, teve tudo pra matar esse jogo, mais cedo e não soube… Com o cansaço do Bismarck e do Eduardo Ramos, penso que a equipe caiu de produção e, em não liquidando a fatura, PFC foi pra cima, só restava isso a equipe do Charles, que por pouco, não empatou o jogo, levando para os penais, num gol incrível perdido pelo Beá no último minuto de jogo… Num todo, Remo foi melhor e poderia ter conseguido essa classificação, com mais facilidade… Remo, precisa voltar a jogar com aquela vontade demonstrada no jogo contra o PSC, se quiser levar esse 2º turno…
    Destaques do Remo, hoje: Max, Waryan Santos, Bismarck e Eduardo Ramos… Jogaram muita bola

    Comemore torcedor Azulinooooooooo…. O Leãoooooooo é Finalistaaaaaaaaaaaaa do 2º turnoooooooo do Parazãoooooooooo 2015

    Valeeeeeeeeeeeeeeuuuuuuuuuuuuuu Leãooooooooooooooooo

    Curtir

  42. Fiquei na moderação, então repito o comentário. Lira, não tenho medo, seria até melhor enfrentar o rival, só que não acredito na capacidade do Dado de tirar da cabeça do grupo de jogadores comandado por ele que tem que jogar (também) com vontade. Isso já aconteceu no Ceará, da mesma forma. Amigo Miguel Ângelo acompanhou isso e pode ratificar. No rival tem muita gente, especialmente da diretoria, que acha que ainda estamos em 2003, que o rival é um clube com superestrutura, etc, e passa isso aos jogadores, criando a ilusão que podem resolver na hora que quiserem. O Maia tenta quebrar essa ideia, mas é difícil. Veja aqui mesmo uns comentários assim de pessoas próximas da diretoria – e não estou falando do Édson, que evidentemente brinca e tira sarro o tempo todo, o que acho muito legal.

    p.s. troquei o nome do seu time por rival para ver se saio da moderação

    Curtir

  43. O secador apareceu mordido kkkkkkkkkkkkkk ele tava com o ouvido colado no radinho secando, mas não deu certo, agora vai ter um trabalhão pra trocar a fralda da avó q deve tá toda cagada kkkkkkkkkkk amanhã tem mais kkkkkkkkk eu choro

    Curtir

  44. Lira, não tenho medo, seria até melhor enfrentar o Rival, só que não acredito na capacidade do Dado de tirar da cabeça do grupo de jogadores comandado por ele que tem que jogar (também) com vontade.

    Curtir

  45. Não tem mais dúvida que esse formação azulina do Cacaio é muito superior a do ZE TEODORO, principalmente na pegada. O time do ze teodoro nem corria em campo mais. Parecia que todos os atletas azulinos estavam estafados. Esse time do Cacaio dá combate do ínício ao fim e so relaxou nos minutos finais até por precaução de não se expor mais e na sorte quase o PFc empata aos 46. Esse time azulino do Cacaio corre muito, e Cacaio nem estava no banco hoje comandando. Mais uma vitória azulina merecida sem ajuda de arbitragem. Eu acho que assim tem de ser para o campeonato paraense voltar a ter credibilidade de todos inclusive da torcida igual como tinha na década de 80, onde foram registrados os maiores públicos da competição. E por falar em arbitragem, quero ver agora a cara de azulinos que desconfiaram, criticaram não queriam Andrey da Silva. O cara apitou muito, foi imparcial como deveria ser e não errou no jogo praticamente passando despercebido. parabens ao Andrey que não teve medo de críticas e desconfianças e também não cedeu à pressão azulina comentendo erro primário como o dito arbitro paraense da FIFA DELSON FREITAS cometeu em 2014, não marcando um penal legítimo em cima do Lima aos 46 do segundo tempo que só ele não viu. Andrey não é nem da FIFA mas deu bom exemplo para todos. parabens ao trio de arbitragem desse jogo que não teve medo de cara feia dos remistas.

    Curtir

  46. Fiquei na moderação, então repito o comentário. Lira, não tenho medo, seria até melhor enfrentar o rival, só que não acredito na capacidade do Dado de tirar da cabeça do grupo de jogadores comandado por ele que tem que jogar (também) com vontade. Isso já aconteceu no Ceará, da mesma forma. Amigo Miguel Ângelo acompanhou isso e pode ratificar. No rival tem muita gente, especialmente da diretoria, que acha que ainda estamos em 2003, que o rival é um clube com superestrutura, etc, e passa isso aos jogadores, criando a ilusão que podem resolver na hora que quiserem. O Maia tenta quebrar essa ideia, mas é difícil. Veja aqui mesmo uns comentários assim de pessoas próximas da diretoria – e não estou falando do Édson, que evidentemente brinca e tira sarro o tempo todo, o que acho muito legal.

    Curtir

  47. Arredondando pra 400 mil essa, que se tire, 20% de despesa. Sobraria 320 mil.

    Pro remo 192 mil
    Pro PFC 128 mil

    Desses 128 mil, 70 % vai para os atletas do jacaré, 90 mil, no caso.

    Curtir

  48. Amigo Claudio, Lira, Elton, Oliveira e demais amigos.

    E agora, como fica a situação do Roni?

    Ele fez falta hoje, mas desertou.

    Curtir

  49. Despesas 126 mil, égua!

    Sobrou 261 mil de renda

    REMO – 157 mil
    PFC – 104 mil
    Jogadores do PFC tem direito a 60 % = R$ 62.400

    Curtir

  50. O clube deve algo ao jogador, e este sabe que não vai receber agora. Por isso, vai ficar por isso mesmo. Só espero que, se ele voltar, venha com a ideia de colaborar com o grupo, que me parece estar “fechado”, pelas palavras do zagueiro João.

    Curtir

  51. Celira, tentei te responder, mas fiquei na moderação. Em resumo, acho que dado não consegue tirar o sapato alto de pessoas próximas da direção do bicolor – mas não desta – que está contaminando o elenco.

    Curtir

  52. Quanto ao Roni, se é verdade o que diz o Zeca Diabo, deveria o Miléo sanar essa pendên$ia e mostrar ao jogador que esse caminho nem sempre dá resultado positivo

    Curtir

  53. Quanto ao Roni, se é verdade o que diz o zeca, deveria o miléo sanar essa pendên$ia e mostrar ao jogador que esse caminho nem sempre dá resultado positivo

    Curtir

  54. É melhor as bicoletes começarem a rezar desde hoje, LEÃO na final. Para o jogo de domingo o time tá completo com a volta do Dadá na meiuca. Segura Leão, valeu pela classificação a final.

    Curtir

  55. qual vai ser do pajé pra domingo?! já sei a mucura vai ganhar amanha de 10 x 0 do Pebas né, e domingo vai dar de 4 x 0 no leão, pra completar a mucura vai ser campeão da copa do Brasil! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  56. Mesmo que o Dado conseguisse o título regional para o Papão eu o dispensaria do time bicolor!
    A apatia dos jogadores no último clássico e o espírito de oba-oba durante algumas partidas onde a torcida chegou a gritar olé, não levam o time a lugar nenhum. Basta lembrar a carrada de gols perdidos, as firulas desnecessárias, a retenção de bola excessiva e os chutões quando pressionados, junte tudo isto, e veja o resultado que deu! Papão fora da final da Copa Verde e ainda tentando uma vaga na semi-final do returno! Se o time faz isto em campo é porque fora do gramado o treinador não tem pulso para cobrar mais objetividade do time.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s