2 comentários em “Rock na madrugada – Guilherme Arantes, A Cidade e a Neblina

  1. Amigo Gerson, conhece a banda anterior à carreira solo do GA, Moto Perpétuo? Lançaram somente um álbum (homônimo, em 1974). Faziam um rock progressivo mesclado com MPB, que deixou resquícios nos primeiros discos solos do cantor/pianista. Vale a pena.

    Curtir

  2. Emanuel, acompanho G. Arantes desde o primeiro disco da banda Moto Perpétuo. Aliás, esta música que postei foi composta nesse período e é um rock de levada até mais solta em comparação com o estilo progressivo que Arantes cultivava no começo da carreira. O som deles era muito calcado no Yes, uma das superbandas daquela época, mas feito com indiscutível qualidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s