Momentos decisivos

POR GERSON NOGUEIRA 

Um jogo isolado, correspondente ainda à 4ª rodada do returno, pode ter sérias consequências para a rodada final desta fase do campeonato. O Cametá recebe o São Francisco, hoje à noite, no Parque do Bacurau, precisando da vitória para manter as chances de classificação no grupo A2. O mesmo vale para o time santareno, que tem 7 pontos e pode se classificar por antecipação no A1 em caso de triunfo.

O confronto interessa diretamente à dupla Re-Pa. Um tropeço do Cametá – que perdeu o técnico Cacaio para o Remo – deixará o Papão mais sossegado no grupo A2. Já um revés do São Francisco seria o resultado ideal para o Remo no grupo A1.

unnamed (8)Cabe lembrar que os bicolores enfrentarão o São Francisco na rodada final, na Curuzu, com chances de complicar a vida do Leão tapajônico. Em fase ascendente, com duas vitórias seguidas sobre o maior rival, o Papão é mais do que nunca favorito em seus domínios. Vai daí que o São Francisco, ciente dessa condição, tentará de todas as formas garantir em Cametá o resultado que lhe convém.

Amanhã, haverá outro jogo atrasado (este ainda da segunda rodada), entre Papão e Parauapebas. O raciocínio quanto ao apetite bicolor em relação ao São Francisco vale também para o Parauapebas, que estacionou em dois pontos no returno, depois de excelente caminhada no primeiro turno, quando chegou à decisão diante do Independente.

Com dois jogos por fazer ainda, o Pebas tem remotas chances de ir à semifinal. Para continuar sonhando, tem que vencer na Curuzu. No turno inicial, o time chegou a aprontar jogando como visitante em Belém, batendo o Remo logo na estreia. Na segunda fase do campeonato, porém, perdeu o ímpeto e vem acumulando maus resultados.

São dois bons aperitivos para a super rodada de domingo, quando os dez times estarão em campo, sendo que provavelmente apenas seis ainda brigando para chegar à semifinal: São Francisco, Remo e Independente de um lado e Paragominas, Papão e Cametá de outro.

Dependendo do que acontecer hoje e amanhã, o Papão pode chegar à última rodada apenas para cumprir tabela, podendo até poupar alguns titulares contra os santarenos.

O Remo, atormentado pela obrigação de vencer em Paragominas, poderá desfrutar de relativo alívio caso o Cametá derrote o São Francisco. Relativo porque o Independente também representa ameaça. O Galo receberá em Tucuruí o lanterna Gavião, com grandes possibilidades de contabilizar 3 pontos e chegar a 9 na classificação.

Ingredientes que permitem esperar desde já fortes emoções para a tarde de domingo.

———————————————————–

Vivendo e aprendendo a jogar

Com base em informações colhidas ainda durante o jogo – e com o prazo de fechamento da coluna indo até 22h –, informei erradamente que a torcida do Remo estava em maior número no Mangueirão, no clássico de domingo à noite. Foi justamente o contrário: a do Papão foi superior nas arquibancadas e cadeiras (10.786 contra 7.964), embora no borderô oficial da FPF o Remo apareça com maior renda, devido aos descontos do Sócio Torcedor bicolor.

Um lapso lamentável, pelo qual peço desculpas, contando com a compreensão dos 27 fiéis baluartes da coluna e a todo o povo que acompanha o Círio.

Aos gatos pingados que não conseguem atinar para o fato de que falhas acontecem, declaro o meu perdão incondicional. Já vai longe o tempo em que insultos obtusos e cretinices em geral tiravam minutos do meu sono. Enfim, vida que segue.

———————————————————-

As voltas que o mundo dá

O futebol não cansa de nos surpreender. Tiago Galhardo, que andou por aqui jogando pelo Remo e depois pelo Cametá, sem deixar muita saudade, ressurgiu no Campeonato Carioca arrumando a meiúca do Madureira. Tem feito jogos bem interessantes, esbanjando habilidade nos passes e lançamentos. Destacou-se tanto que o Botafogo chegou a cogitar sua recontratação, mas acabou superado pelo Coritiba, que já sacramentou o acerto com o meia-armador.

Prova irrefutável de que a bola sempre dá novas oportunidades.

———————————————————-

Brincando com coisa séria

A coleção de notícias ruins daria para elaborar um alentado roteiro dramático – se estivéssemos falando de ficção. Acontece que esta é a dura realidade atravessada pelo Remo neste começo de temporada. Ontem, outro abalo: divulgou-se que a sede social teve a energia elétrica cortada.

Ameaçado de dupla eliminação, na Copa Verde e no Parazão, os problemas que afetam o time têm estreita relação com os desmandos administrativos. Em dívida com o elenco, que ainda espera a complementação salarial de fevereiro, a diretoria não tem forças para exigir ou impor nada.

Na verdade, a ausência tem sido a principal marca da cúpula diretiva do clube. O problema vinha se manifestando desde os tempos de Zé Teodoro, que reclamou disso inúmeras vezes. A reiterada distância entre dirigentes e jogadores gerou até princípios de motim no elenco.

Desta vez, porém, a situação desenha-se mais dramática. O Remo terá que vencer em Paragominas para ir à semifinal do returno. Dificilmente obterá êxito nessa empreitada se os salários continuarem atrasados. A cota do Re-Pa ficou de ser usada para o pagamento dos atletas.

Até ontem não havia confirmação de quitação do débito.

(Coluna publicada no Bola/DIÁRIO desta terça-feira, 07)

14 comentários em “Momentos decisivos

  1. Um adendo amigo Gerson,

    Thiago Galhardo, jovem jogador na época que frequentou os arraias azulinos, fez um bom campeonato paraense no time de Flávio Araújo, tanto que, ao lado de Eduardo Ramos pelo PSC, foi alçado a maestro da competição; caindo de rendimento próximo ao final do campeonato. Em síntese, o meia tinha (ou tem) talento, faltava (ou falta) cabeça.

    Ps.: Já em Cametá foi um caso para se esquecer, Thiago foi muito apagado.

    Curtir

  2. Fora o Galhardo, tudo gira em torno dessa literal ‘Era das Trevas’, ora vivida pela nação azulina. Remo. E não poderia ser de outra forma, já que desgraça também é notícia, infelizmente. Sem querer bancar o alquimista que arruma solução mágica pra tudo, penso que a ópera dark se resume no seguinte: Ou ganha do Paragominas ou até o ano que vem.

    Curtir

  3. E o gol do Yago, ontem foi eleito como o melhor da rodada pela ESPN e também pelos internautas. PAPÃO!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  4. Assisti o jogo Botafogo 4 x 1 Madureira domingo e fiquei avaliando o Galhardo, o cara era pra ter decidido o jogo em favor do Madura pois o jogo estava 1 x 0 pro Madura e o Galhardo teve pelo menos duas chances de ouro pra marcar e nada, quer dizer, não mudou nada do que esteve por aqui, que vá para o Coxa! Agora o centro avante do Madureira é bom!
    Em 2012 o Paysandu venceu o Icasa aqui em Belém por 3 x 2 e em Juazeiro levou de 6 x 2, naquele dia foi o último jogo do Dadá pelo Papão, dizem que houve entrega de jogo, pelo fato do LOP não ter pago os salários como havia prometido, achei estranho aquela “contusão do Dadá domingo, conclusão “te cuida” pirento!

    Curtir

  5. O Formato do Campeonato Paraense desse ano definitivamente veio pra deixar a torcida do remo apavorada do começo ao fim, haja coração, não sabem se compram a passagem de férias ou vão ficar mais um pouquinho, parece feriado na quinta feira, o chefe vai enforcar ou não a sexta…..rsrs

    Curtir

  6. Amigo Claudio, com duas derrotas São Francisco ainda pode se classificar, o Saldo de Gols dele são 3 bolas, o do Remo é 0.

    Curtir

  7. Todo mundo quer classificar o Remo na marra, o único que não quer é ele próprio!
    Penso que o PFC chegará relaxado neste jogo do dia 12 dando ao Remo uma grande chance de chegar a semi-final. Por que?, no jogo de hoje, caso o Cametá não vença a partida, classifica o PFC por antecipação, pois só poderia chegar a 7, ou 8 pontos na rodada final.
    Ao São Francisco é matar ou morrer, não creio que o time de Santarém vença a partida da última rodada no dia 12 do Paysandú dentro da Curuzu, dando, mais uma vez, uma ajudinha para a leão cambaleante.
    O São Francisco tem no jogo desta noite a sua chance de se classificar ou dar adeus ao campeonato!
    Logo, o PFC, entrega o jogo para o time da Antônio Baena!

    Curtir

  8. Ia fazer a mesma colocação feita pelo Máximo em relação ao galhardo, não mudou nada mesmo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s