21 comentários em “Capa do Bola, edição de segunda-feira, 07

  1. Muito bom mesmo amigo Cláudio. Nao vi o jogo, aliás vi sim, através da narração da Clube do Pará. E pela narração deu pra perceber que o time novamente encontrou serias dificuldades para desenvolver um bom jogo, pois apresentou praticamente os mesmos defeitos, até o destempero do Potyguar nas irritantes reclamações ao árbitro do jogo. Estamos classificados, algo que parecia difícil, porém continua essa preocupação com o time não rendendo satisfatoriamente. O amigo Cláudio em seus comentarios projeta alguns sintomas de evolução do time, assim espero, pois para ser campeão, precisa ter um padrão de jogo confiável.

    Curtir

  2. Postagem fora do foco.

    Eis que muitas vezes reina a desinformação, e a palavra de um jornalista ou de alguém conhecido sempre é levada em conta, passando a valer como verdade absoluta. Daí a responsabilidade desse profissional.

    No entanto, temos que nos pautar pela verdade, sendo ela favorável ou não às nossas cores e ideologias.

    Um jornalista – que não do grupo RBA – postou no FB (creio que no jornal também) a relação dos maiores artilheiros do campeonato paraense de todos os tempos.

    Incluiu nessa relação o nome de Dario, que, em 1979, teria feito naquele campeonato 26 gols, vindo atrás de Bira, que foi o goleador máximo com 32 gols, jamais superado até hoje.

    Ocorre que consultei o pesquisador azulino Rocildo Oliveira, que contestou a informação.

    Segundo Rocildo, de fato Dario fez 26 gols em 1979, porém no campeonato paraense somente fez 16, sendo que o vice-artilheiro daquele ano foi o bicolor Roberto Bacuri, com 17. Dario, de acordo com os dados de Rocildo, fez 16 no campeonato e mais 9 em amistosos e ainda 1 gol no campeonato brasileiro, somando os 26.

    Ainda segundo Rocildo o jornalista omitiu o nome de Câmara, do Clube do Remo, que fez 21 gols em 1960.

    É o que há, e está no Blogue do Valentim, à disposição de quem possa contestar e tornar pública a verdade dos fatos, com as devidas fontes de comprovação.
    Obrigado.

    Curtir

  3. Caro Lucilo, bem diferente do Claudio, pelo menos no 2 tempo o que ví foi o Remo pegar um sufoco danado dos índios, e pra mim não foi nada de tática e sim superioridade da casa.

    Se eles em vez de treinarem arco e flecha ou corrida de tora, treinassem chutes a gol, com certeza o leão tinha saído cheio de flechadas no traseiro rsrsrss

    Curtir

  4. Desculpe Edson, mas Remo nao levou esse sufoco no 1t como voce diz. O que aconteceu, ja tinha acontecido contra o Independente: Demorou uns minutos inciais para se achar em campo, e quando se acha o Remo cresce, apenas tivemos aquela infelicidade do gol no inicio, mas o Remo na crescente conseguiu fazer 2 gols quase que seguidos, e poderia ter feito mais, se não fosse o cansaço do Athos. Athos saiu, Remo sumiu. E ai noto outra diferenca: Antes o Athos era nulo com o Ramos, agora Athos fez falta no 2t.

    Curtir

  5. Queda de rendimento do Dadá no segundo tempo foi decisiva para o desequilíbrio do setor de marcação, amigo Cláudio. Além disso, Ramos some do jogo quando fica sozinho na armação.

    Curtir

  6. A julgar pelos gols marcados pelo Cearense, principalmente, contou com uma grande furada do índio zagueiro que naquele lance não mostrou nenhum tipo de intimidade com a bola.
    E para a dupla da capital classificada faz muito bem para o futebol paraense.

    Curtir

  7. Ontem assistindo a decisão do Paulistão vi no Ituano, já classificado para a série D, um time muito focado no título, marca muito sem dar espaços aos jogadores adversários, mas sem muito poder de fogo. Ou seja, é um time que prima pela marcação e joga por uma bola para ganhar o jogo.
    Para a felicidade geral da nação, os principais e muito bons valores da equipe já estão contratadas pelos times de série A e B, isto é, haverá o desmanche do time!

    Curtir

  8. Serio Miguel? Tava ate comentando com um colega de trabalho agora pouco que o Ituano seria eh um forte candidato ate o titulo da serie D. Uma pena mesmo…

    Curtir

  9. Não Cabe, foi o Paulista de que deu de 9. Edson, isso poderia se estender para uma discussão sem fim, mas vou afirmar: “Paysandu nem isso conseguiu, ganhando suado na curuzu e empatando em Maraba, enquanto Remo foi de 4 e la ainda foi vitoria por 2×1” rsrs…

    Curtir

  10. O time do Ituano foi arrendado pelo Juninho Paulista, se eu não me engano, por 20 anos, investiu muita grana na clube. Construção de CT e outras benesses ao clube de Itu. Deste time, para a série D, ficarão em torno de 30% do atual elenco, mas os que forem liberados serão substituídos por outros jogadores que foram destaques no paulistão. Não será um time fácil de ser batido, podem ter certeza, a intenção do Juninho é colocar o time do interior na série A!, se vai conseguir…é outra coisa, mas que está levando a sério este atual investimento, isto ele está!
    Ontem falava com um amigo que conhece bastante o futebol paulista, principalmente os times do interior, e ele comentava sobre a intenção do Juninho! Cabra de coragem e arrojado no investimento! E estava presente no meio da torcida ontem no Pacaembu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s