E assim caminha a humanidade…

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) admitiu, em entrevista ao jornalista Josias de Souza, que há suspeita de corrupção no cartel dos trens no Estado de São Paulo, mas até agora nada foi provado contra integrantes do governo tucano.

Então, tá…

13 comentários em “E assim caminha a humanidade…

  1. Infelizmente o PT tenta passar a imagem para o Brasil de que o PSDB é o partido mais corrupto, o mais dilapidou com este pais, o que foi provado neste caso dos trens de SP??nada , somente suspeitas e mais suspeitas, isto se arrasta à tempos, esta é a tática PTista, lembro do caso de Dona Ruth Cardoso, foi criado um dossiê para incriminá-la por uso do cartão corporativo, uma aberração!!!nada , absolutamente nada foi provado. Quem não lembra do dossiê dos aloprados, dois PTistas foram presos pela PF duas semanas antes das eleições presidenciais de 2006, tentando comprar um dossiê que ligava o então candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, à máfia dos sanguessugas. Fala sério, deixem om mensaleiros presos, destes sim foram provados o que fizeram contra esta país.

    Curtir

  2. Sr. Gerson e comentaristas, não defendo A ou B. A bem da verdade, com raríssimas exceções, há muito, não existem partidos políticos, e sim, quadrilhas organizadas, com o único e exclusivo fim, de açambarcar o dinheiro público para sí e os seus. Em 24.01.14, Marabá-PA.

    Curtir

  3. Lei Kandir, uma desgraça para o Pará… Perfeito! Mas, agora, e a mais de 10 anos, o Lullopetismo tem a maioria no Congresso… Por que não reverte o quadro, não revoga a lei, não acaba com a famigerada desoneração?

    Curtir

  4. Pra mim, que sempre acreditei que as privatizações foram um golpe, devo dizer que foi uma enorme frustração o livro “A Privataria Tucana”, eis que prometeu divulgar as provas, e o que publicou foi apenas uma obra de ficção de quinta, numa autêntica propaganda enganosa. O mesmo se diga quanto ao “Príncipe da Privataria”. Tenho em casa os dois livros guardados para a posteridade.

    Ah, outra frustração é o próprio destino que tiveram as privatizações após a assunção lullopetista ao poder: nada foi revertido e os serviços seguem de mal a pior.

    Se bem, que neste caso, não sei se frustração seria o termo correto. Afinal, desde a época da campanha, quando assinou a carta ao povo brasileiro, na campanha do primeiro mandato lullopetista, que já havia sido feita esta promessa neoliberal ao grande capital estrangeiro, de “cumprimento dos contratos”, o que, na prática, dentre outras coisas, significava não anular as privatizações danosas ao patrimônio nacional.

    Curtir

  5. Antônio, porque o governo deveria reverter a situação de uma lei que ajudou outros estados em detrimento apenas do estado do Pará?

    Porque a lei , que fode a cartola da economia paraense, passou no governo tucano?

    O Certo deveria ser a mesma nem ter sido criada! Concordas?
    E porque anular as privatizações? porque onerar o estado com compras de patrimônios que foram verdadeiras lástimas?
    vendeu? tá vendido!
    O que não pode é um monte de empresários filhas da puta comprar, ganhar dinheiro e depois falir e pedir dinheiro pra União salvar a empresa das cagadas que fizeram!

    Morreu Maria Preá? Então pronto!

    rsrsr!

    Curtir

  6. Alberto, numa República Federativa Democrática de Direito, à legitimidade de uma norma, é cediço que não basta que ela favoreça à maioria. E depois, reverter o quadro, revogar a lei, acabar com a desoneração não significa necessariamente acabar com a ajuda aos outros estados, ou mesmo prejudicar os outros estados que ora se beneficiam.

    De todo o modo, a rigor, o que eu propus, e mantenho, é que seja revertida, via congresso (me reportei bem claramente à maioria do governo), a situação desfavorável imposta ao Pará pela Lei Kandir, e acabar com a desoneração é apenas uma das alternativas que apresentei.

    E, finalmente, do que eu escrevi, o mais importante: no que respeita à Lei Kandir, os prejuízos paraense se devem em igual medida, tanto aos tucanos que a instituíram, quanto ao lullopetismo que a mantém. Numa palavra, neste particular, como de resto em vários outros, o lullopetismo, é a continuação aprimorada do muito de ruim que foi o governo tucano. Com isso estou concordando contigo que a Lei kandir não deveria ter sido nem editada.

    Quanto às privatizações, o motivo da anulação seria o prejuízo causado ao patrimônio brasileiro, seja com a venda pp dita dos ativos mediante operações supostamente fraudulentas, seja pela avaliação supostamente substimada destes ativos, seja pela forma como estes ativos foram pagos (com dinheiro emprestado pelo próprio Brasil), seja pelas manobras supostamente ilegais realizadas para favorecer os comandantes da privatização, geradoras, inclusive, da falência das empresas adquiridas a que te referes.

    E, quando se trata de patrimônio público, não vigora aquela máxima da casa do sem jeito, segundo a qual, o que tá feito, tá feito (“vendeu? Tá vendido”). Há todo um instrumental que permite desfazer o negócio e responsabilizar os espertos (os que venderam, os que compraram e os que faliram as empresas). E para fazer uso destes instrumentos, basta ter compromisso público, espírito republicano, enfim, querer verdadeiramente ver o interesse público prevalecer.

    E o governo lullopetista não fez, não faz, e nem fará nada disso porque o único verdadeiro e firme compromisso que tem é com a aquisição e manutenção do poder. Prova disso são as alianças que fez com Collor, Sarney, Calheiros, e, pasme, a dose pra elefante, Maluf.

    Aqui também cabe o que foi dito sobre a Lei Kandir: O governo lullopetista é a continuação aprimorada do muito de ruim que foi feito no governo tucano..

    Agora, finalizando mesmo, de lembrar que este discurso contra as privatizações e outras malfeitorias do desgoverno tucano não passa de mero e simples discurso lullopetista para lançar cortina de fumaça sobre seu próprio desgoverno, no qual muita gente bem intencionada acaba embarcando e repetindo sem se dar conta que o governo atual não mexe uma palha do tanto que tem ao seu alcance.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s