CBF recebe dossiê do Bom Senso F.C.

bomsensofc2-thales

Por Thales Soares (globoesporte.com)

Depois de quase duas horas de reunião na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Bom Senso F. C. entregou um dossiê com cinco exigências. O grupo representado por Paulo André, Cris, Dida, Juninho Pernambucano e Seedorf recebeu do presidente da entidade, José Maria Marín, e do vice, Marco Polo del Nero, a promessa de que o documento será estudado e um novo encontro deve acontecer em duas semanas.

As exigências são as seguintes: 30 dias de férias; um período de pré-temporada adequado; o máximo de sete jogos a cada 30 dias; a implantação do fair play financeiro em 2015; e atletas, treinadores e executivos devem fazer do conselho técnico das competições e entidades. Eles também pedem que as datas Fifa sejam respeitadas. Com isso, não haveria jogos de clubes nos mesmos dias da seleção brasileira. Hoje, isso é rotina. Além disso, destacam a diferença de público do Brasil para outros países com menos tradição como os Estados Unidos e até em relação à Segunda Divisão de Inglaterra e Alemanha.

– Entregamos este dossiê e eles ficaram de estudar. São cinco pontos em benefício do futebol brasileiro. Em duas semanas devemos ser convocados novamente para conversarmos e definirmos os objetivos e metas já para o ano que vem. A gente deixa a bola nos pés da CBF para que comecem a se posicionar e mostrem para todos essas atitudes. O movimento mostra saídas e soluções. É do interesse de todos que a gente melhore a qualidade do futebol apresentado no país. Temos visto eventos ruins e com algumas medidas podemos melhorar muito a curto e médio prazo essas condições. Torço para em duas semanas ter boas notícias – disse Paulo André, que falou em nome do grupo.

O dossiê foi elaborado em conjunto pelo Bom Senso F. C., a Comissão de Atletas, a Universidade do Futebol, o Grupo Futebol do Futuro e o advogado João Henrique Chiminazzo. São 15 páginas com as cinco reivindicações, com argumentos que utilizam números e dados de competições e clubes brasileiros na atualidade comparados com os da Europa.

Há a preocupação, inclusive, de que o movimento não trate apenas dos principais clubes do país. O documento inclui o fato de que apenas 15,8% de 641 clubes entre primeira e quarta divisões estaduais possuem um calendário que os coloque em atividade o ano inteiro.

6 comentários em “CBF recebe dossiê do Bom Senso F.C.

  1. O que falta agora é os Clubes se reunirem e fixarem uma tabela de pagamento para os craques do Bom Senso F. C. bem como para os treinadores que sempre comandam esse time. Pois com o absurdo de salários pagos para alguns desses grandes e bem intencionados atletas e seus treinadores, quase sempre os Clubes brasileiros ficam falidos enquanto os jogadores e treinadores do Bom Senso F.C com o absurdo de salários recebidos, ficam rindo a toa . Juram amores eternos e quando os Clubes não pagam os super salários dos bacanas, o amor acaba sendo discutido na casa do índio . Se eles quiserem ganhar esses super salários, que partam para a Europa e de lá não regressem mais. Bom senso também para os dirigentes de Clubes que engolem os empresários e suas galinhas dos ovos de ouro.

    Curtir

  2. A ininiciativa é louvável, mas penso que o Bom Senso FC nao deve negociar, mas exigir. O momento é propício à mudanças por causa do Mundial 2014, uma vez que o país está em evidência e o movimento reformista poderá ganhar simpatia internacional. Se deixarem para depois da copa e das eleições, a CBF e a Globo agirão nos bastidores, além do que, apoiadores da causa como o Ministro Aldo Rebelo e alguns Deputados boleiros talvez não estejam mais no poder e tudo ficará como está.

    Curtir

  3. Égua Rocildo, depois de um bom tempo discordando das tuas opiniões finalmente tenho que te dar razão sobre esta questão envolvendo a briga CBF x bom senso f.c.pois se por um lado os jogadores tem razão em criticar o excessos de jogos,os cartolas Também deveriam cobrar bom senso dos jogadores para reduzir os salários astronômicos que muitos ganham,sinceramente acho inconcebível os clubes pagarem 10,20,30,50,100 mil para um jogador , é por isto que quase todos os clubes estão quebrados.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s