Polêmica em torno de advogado do STJD

Do Blog do Paulinho

Desde o início do ano, a CBF vende aos clubes como benefício emprestar o advogado Osvaldo Sestario para defendê-los, com honorários pagos pela entidade. O profissional sempre foi conhecido como “porta de STJD”, em alusão aos advogados “porta de cadeia”, que ficam nas delegacias mendigando clientes. Todos os clubes da Série B (menos Palmeiras), C e D podem se utilizar da “sugestão” da CBF, que, a princípio, aparenta ser uma moleza.

Porém, além do claro conflito de interesses de ter um advogado defendendo dois ou mais clubes que podem, eventualmente, entrar em diversos conflitos entre si, ou terem divergências de posicionamento, há o “Pulo do gato”, em que muito dinheiro está realmente envolvido no negócio.

Trata-se da informação privilegiada, exatamente por ter acesso a todos os clubes, do sistema de cobrança dos direitos de formação de atletas. Sestario vem atropelando diversos advogados militantes há anos no futebol nesse tipo de cobrança, com aval e até possível sociedade dos dirigentes da CBF.

Um negócio milionário e que costuma passar absolutamente despercebido da imprensa em geral.

2 comentários em “Polêmica em torno de advogado do STJD

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s