Os dados ainda estão rolando

Por Gerson Nogueira

Com o desgaste acumulado por vários insucessos nos últimos anos, dentro e fora dos gramados, o Remo encara a partir de amanhã outra semana decisiva e cheia de suspense. A cruzada quase quixotesca dos advogados do torcedor Wendell Figueiredo, buscando garantir a presença do clube na Série D do Campeonato Brasileiro, deve ter um desfecho definitivo.

Os oponentes são poderosos e temíveis. De um lado, a CBF, sua preocupação em não ser derrotada novamente na Justiça Comum, como no ano passado, e ainda a histórica má vontade com o futebol do Pará.

A outra frente é representada pelo STJD, apêndice da entidade, que tomou providências ágeis para limpar a área e impedir que um clube nortista venha a bagunçar o coreto. A condenação, em tempo recorde, ainda precisa ser confirmada pelo Pleno, mas o propósito de intimidar foi atingido.

bol_dom_140713_23.psArriscar previsões a essa altura é, no mínimo, temerário. Nas redes sociais e nas esquinas da cidade, a empreitada de Figueiredo divide opiniões. Para alguns torcedores, a luta é inútil e arriscada. A maioria, porém, comprou a causa e avalia que o esforço é válido, levando em conta que são alegações pertinentes e legítimas.

Com argumentação centrada no descumprimento de prazos por parte da Federação Rondoniense de Futebol, a ação impetrada pelos advogados Válber Motta e Vanessa Egla obteve liminar em Ananindeua, obrigando a CBF a paralisar os jogos do Genus-RO.

É fato que os prazos de indicação do representante foram solenemente desrespeitados, mas esse trunfo da defesa (na briga de bastidores) foi desfeito na sexta-feira com a cassação da liminar pelo desembargador José Maria do Rosário, do Tribunal de Justiça do Estado.

Para ter força de pressão por uma saída amigável, os advogados precisavam manter o Genus-RO fora de combate. O revés no TJE pode fragilizar a reivindicação azulina junto ao presidente da entidade, José Maria Marin, que aceitou receber dirigentes do Remo nesta segunda-feira, em São Paulo.

Todas as semelhanças com o exemplo do Treze da Paraíba, cuja saga rebelde foi extremamente bem-sucedida no ano passado, caíram por terra diante da decisão do desembargador paraense. Ao contrário do que ocorreu com a ação remista, o clube de Campina Grande foi blindado pela justiça paraibana, conseguindo subjugar a CBF nos tribunais. O êxito do Treze decorreu também do forte engajamento da bancada parlamentar do Estado, situação apenas parcialmente reproduzida em torno do Remo.

No encontro agendado para a capital paulista, a diretoria azulina tentará convencer a CBF a reconsiderar a composição do grupo A1. Em termos práticos, o pleito é de difícil encaminhamento, levando em conta a firme determinação da entidade em manter o clube de Rondônia, mas a aceitação do diálogo já enseja alguma possibilidade de sucesso. O desfecho da conversa pode reservar surpresas.

O certo é que, mesmo que não consiga lograr êxito, o Remo precisa sair mais forte do que entrou nessa queda-de-braço. Como instituição, não pode mais se submeter a vexames e derrotas indignas.

———————————————————-

Insegurança no gol fragiliza o Papão

Com nove pontos na classificação geral da Série B, o Paissandu pode fechar a semana abaixo da 12ª posição. O incômodo foi provocado pelo tropeço em casa diante do São Caetano, na última terça-feira. Na partida, o primeiro gol do Azulão gerou críticas ao estreante goleiro Marcelo e confirmou um velho e conhecido drama do Papão no gol, embora a falha tenha começado pelo descuido do zagueiro Jean, que permitiu a Jael fazer o giro e chutar.

Marcelo, ao ser questionado sobre o lance fatal, saiu-se no melhor estilo Rogério Ceni de ser. Talvez buscando transmitir segurança emocional, rebateu as críticas e ainda disse que só deve satisfações ao técnico e ao treinador de goleiros. Cometeu, sem necessidade, duas escorregadas. Perdeu a chance de assumir o erro na jogada. E se equivocou ao esquecer que, num clube de massa, o torcedor também merece explicações.

De quebra, reabriu o debate sobre a carência do time na posição. Desde Alexandre Fávaro, o Paissandu não conseguiu um goleiro que dê tranquilidade à defesa e passe segurança ao torcedor. Marcelo terá outras chances para se reabilitar, mas precisa corrigir o discurso.

———————————————————–

Bola na Torre

Marcelo Nicácio, centroavante bicolor e herói do empate com o São Caetano, é o convidado do programa. Guilherme Guerreiro apresenta, com participações de Valmir Rodrigues e deste escriba baionense. À meia-noite, na RBATV, logo depois do Pânico na Band.

———————————————————-

Direto do blog

“A crise do maior sempre perturbará os menores. Sem novidade. Galera, agora é momento de prudência e esperar o resultado da suposta reunião. Não confio muito nas informações sobre o caso. Minha perspectiva é que o Remo saia mais forte de toda essa situação”.

De Rosivan Silva, empedernido azulino, confiante em dias melhores.

25 comentários em “Os dados ainda estão rolando

  1. INDEPENDENCIA JÁ OU SUBSERVIENCIA ETERNA
    Nosso estado é um abastecedor de minerais, vegetais, animais humanos e não humanos para o país e todos continentes deste planeta, mais não fica um grama dessa riqueza em favor do povo deste estado. Pois nossos políticos são omissos, inoperantes e de atividades duvidosas. Nossa justiça age contra os interesses do estado e de seu povo. Anos atrás o Sr. Luís Neto na época vice-presidente do Clube do Remo foi para o estado do Rio de Janeiro participar de uma reunião com CBF e FPF para entrar em um acordo com essas entidades, pois o nosso clube tinha conquistado no campo o direito de galgar através de uma disputa de módulos o direito de ir para a 1ª divisão, mas o nosso diretor se acovardou e aceitou uma proposta esdrúxula efetivada através dessas empresas. Não podemos deixar que a historia se repita. O meu companheiro de torcida quase faz uma das maiores bobagens de sua vida que era retirar o processo contra a CBF e seu afiliado e afilhado da FPF Genus. Mas retornou a sua sanidade e manteve o processo, para alegria de todos torcedores que possuem o sangue cabano circulando em nossas veias. Chega de sermos escorraçados, quer pela CBF, FPF e justiça deste estado. Vamos começar nossa independência através do futebol e tendo como bandeira de luta nosso amado e idolatrado CLUBE DO REMO. Não nos esquecemos da repentina recaída da enfermidade do Sr. Antônio Carlos Nunes, justamente no momento que o nosso presidente vai comparecer na reunião convocada pela CBF. Pirão não nos decepcione pelo amor que você tem a sua família não aceite proposta indecente.

    Curtir

  2. Time sem vergonha alem de nao ter competencia em campo pra ter direito a disputar a serie D, ainda fez a torcida Paraense passar vergonha indo em Roraima comprar vaga, e agora quer melar o campeonato de qualquer jeito. Criem vergonha Na cara de vcs seus porqueiras.

    Curtir

  3. Caro escriba mor do blog, nutro por você profundo respeito. No entanto, essa certeza jurídica que você escreve no post acima de que: ” É fato que os prazos de indicação do representante foram solenemente desrespeitados…” não corresponde a verdade. Os artigos da Lei que foram alegados por suposto descumprimento foram o 8º, 9º(com referência ao 5º) e 10º. A CBF cumpriu todos os prazos do ET publicando em abril no seu site(basta recuperar os documentos), o regulamento da série D dentro dos prazos de 60 e 45 dias respectivamente, fato este amplamente noticiado pela imprensa.As tabelas não poderiam ter nomes dos clubes cujos campeonatos ainda não tinham sido encerrados, como os casos do Pará e de Rondônia. A indicação do representante de Rondônia 3 dias antes de iniciar a competição está prevista no regulamento de competições da CBF em caso de força maior, o que de fato ocorreu. Gérson, se o imbróglio entre FPF e S.Cruz de Cuiarana tivesse desfecho posterior aquela data da retirada da ação pelo Cuiarana, o nosso representante poderia ser indicado TAMBÉM há 3 dias do início da competição e ser plenamente legal. Isto é que diz a lei e os regulamentos das competições.
    Quais foram os prazos solenemente desrespeitados?

    Curtir

    1. Amigo Ricardo, não sou dono da verdade, mas sei também ler regulamentos e sua tese colide com princípios consagrados no Estatuto do Torcedor quanto a prazos e respeito aos direitos do consumidor. Apenas isso.

      Curtir

  4. Gerson, quanto a goleiro do PSC, já disse aqui algunas vezes, e volto a repetir, que infelizmente a nova diretoria deixou escapar aquele bom, que terminou a série-C, cujo nome não me recordo.

    Curtir

  5. Concordo com o amigo escriba, lei e para ser cumprida o estatuto do torcedor e bem claro quanto aos prazos e direitos do torcedor, o problema e que no Brasil criamos leis somente para estar no papel, ai vem os babacas de plantao que acredito que sao daqueles, que avancam o sinal vermelho, o guarda de transito manda parar para multa-lo, o cara ao inves de reconhecer que cometeu uma inflacao e aceitar a multa, o mesmo acha mais conveniente dar aquela propina de R$20, 30, 40 reais porque e mais facil burlar a lei do que respeita-la. Tenha Santa paciencia as regras tem que ser respeitadas, Independente se isso tenha que ser atraves da justica, o problema e que justica?
    Agora amigos, venham viver aqui nos EUA que vao aprender o que e respeito as leis e as regras, as coisas aqui funcionam mesmo, quem ja teve a oportunidade de viajar para este pais, sabe que as regras comecam no desembarque e todos respeitam e a lei.

    Curtir

  6. Prezado Heleno, quebrando seu galho, pesquisei aqui mesmo (arquivo do blog) e encontrei o nome do ex-goleiro que você tanto se refere, chama-se João Ricardo. Também achava ele muito bom goleiro.

    Curtir

  7. Até aqui eu estava acreditando que o Marin tinha convidado o Remo para o tal almoço.

    Sinceramente eu estava estranhando. Agora vem o Sr. Gerson e põe as coisas em seu lugar. O Marin aceitou receber os remistas.

    Alguém operou para que isso acontecesse. Fala-se no nome do cel. Antonio Carlos. Mas não é ele que busca incessantemente prejudicar o “leiaum”?

    Curtir

  8. Caros, o mesmo prazo não cumprido por Roraima, inviabilizaria a indicação do Remo…ou a contagem de tempo aqui no Pará é diferente do resto do País?…..façam o favor de rezar…amanhã será proposto ao Remo o seguinte: fica quieto e suspendemos a punição ou prepara pra arcar com as consequencias…outra coisa: duvideo- dó que serão recebidos pelo Marin ou Del Nero….quem viver verá…Parem de enganar o torcedor…isso sim…a propósito, foi noticiado que o Marin se reuniria com politicos liderados pelo senador Jader na 2a feira passada…o que houve com essa reunião….impressionante que não se fala nada disso…desrespeito ao torcedor…

    Curtir

  9. Quem ama sua pátria não a abandona. Fica para lutar por suas melhorias em tudo.

    O respeito às leis é tão grande que os gringos vivem fomentando guerras para poder vender armas que fabricam; soltam bombas atômicas em países já vencidos e indefesos; invadem outras nações a título de serem paladinos da democracia, liberdade e justiça; espionam a vida de nações (parceiras ou não) de forma grosseira e indecente; interferem nas vidas dos outros; traem a amizade e boa fé de aliados, fornecendo resultados de tecnologia a países em conflito (vide Argentina x Inglaterra na guerra das Malvinas); e muito mais, que seria exaustivo e tomaria muito do espaço do blog enumerar.

    O que é que eu vou aprender num país como esse? A ser tratado como subhumano, que é como eles tratam os que eles chamam pejorativamente de “latinos”, os negros e seus descententes (os afros) e os que não são, como eles se acham, a elite da humanidade?

    Nós, os que ficamos para lutar pelo engrandecimento do Brasil, não precisamos de ninguém de fora (brasileiros ou alienígenas) para nos dizerem o que presta e o que deve ser extinto na nossa pátria.

    Curtir

  10. A seguir cenas dos próximos capítulos da novela O leão e a série D!
    De tudo que esta acontecendo parece que o tal Wendel e o Remo querem punir financeiramente o Genus, o time já perdeu dois patrocinadores, e este legítimo representante de Rondônia pode e deve cobrar judicialmente os prejuízos impostos pela ação do time paraense.
    Colegas aqui da Paraíba citam que se a CBF baixou a guarda para o Treze é porque ela mesma foi causadora do transtorno com aquele acordo macabro entre ela e o Rio Branco, daí surgiu a brecha usada e bem alavancada pelo Treze, embora eu acha que o Treze não deveria ter tido a vaga já que o Araguaina foi o maior prejudicado sendo rebaixado para a série D, mas no caso do Remo, ninguém tem nada haver com o fato do Remo ter sido INCOMPETENTE no gramado de conquistar a sua vaga na quarta divisão.
    A que ponto chegou o tão poderoso clube do Remo, um dos “grandes” do Pará, se humilhar, é demais e os masoquistas que certamente não são a maioria deveriam agir em prol da instituição antes que esta acabe de vez!
    Lembro que clubes como o Gama e o CRB foram punidos pela CBF, o time paraense não seria o primeiro!

    Curtir

  11. E ninguem cala esse chororô.
    Chora o Pirão
    Chora o caxiado
    Chora o torcedor.

    Engraçado, na época que o treze parou o campeonato a imprensa paraense criticou demais o clube paraibano, agora fica batendo palma pra ação desses frustrados torcedores remistas.
    Um conselho: Remistas, o time de vcs acabou. O que resta pra vcs é secar.Acabou

    Curtir

  12. Esse comentário nº 9 é uma piada, não é? O Norte Americanos respeitam que lei? que direito? ah sei, respeitam tudo que lhes é interessante. Então lê essa reportagem de um jornal brasileiro, porque tu andas muito por fora das notícias aqui, seu BABACA.

    “Na última década, pessoas residentes ou em trânsito no Brasil, assim como empresas instaladas no país, se tornaram alvos de espionagem da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (National Security Agency – NSA, na sigla em inglês). Não há números precisos, mas em janeiro passado o Brasil ficou pouco atrás dos Estados Unidos, que teve 2,3 bilhões de telefonemas e mensagens espionados.”
    Quem não respeita nem a privacidade dos outros, vai respeitar o que?

    Curtir

  13. Não acredito que vai dar algum samba em favor do LEÃO esse almoiço de amanhã. Acho ainda que Pirão vai engolir seco um sapo neste almoço.

    O REMO foi muito maltratado pelos seus dirigentes amadores e irresponsáveis. Os únicos prejudicados são a torcida paraense que em sendo maioria azulina sofre ainda com o resultado de administrações nocivas.

    Vai acabar acontecendo do REMO precisar se desfazer de um grande bem pra pagar tudo o que os incompetentes empurraram para o LEÃO AZUL.

    No blog do tudãoetudinho ele revela o ROMBO nas costas do REMO. A situação está pretíssima. Mas tem jeito.

    Curtir

  14. Kkkkkkkk comentario 16, aqui essa noticia ja foi publicada a pelo menos 2 meses aqui, Te dizer! Amigo, desde que a Internet foi criada, todas as informacoes sempre passaram pelos servidores americanos, eu sempre tive esse conhecimento, alias, como sou formado na area de informatica isso nunca foi novidade.

    Curtir

  15. Eu sinceramente remista que sou, estou torcendo que essa punição não seja revertida em favor do Remo, acho também que o parazão de 2014 e 2015 se afaste e não participe, vamos ver se esse parazão vai dar um caldo sem o Remo.

    Curtir

  16. Minha opinião sobre o Pirão é que ele entrou do lado de quem não estava fechado com o Remo, e sim com os dividendos que ele proporciona atraves das bilheterias em todos os campeonatos que jogou, Copa do Brasil e Parazinho. Opinião.

    Curtir

  17. Égua, os caras são muito arrogantes.

    Agora estão achando que estão como toda a Coca Cola e que o campeonato sem eles não vai dar nada.

    Se toquem, caras…… recolham-se à vossa insignificância…. se manquem….. se orientem….. etc…etc…

    Curtir

  18. Os numeros do Parazão e Copa do Brasil não mentem, o que dá renda e público nesse estado é o Fenomeno Azul, não adianta convocar, implorar pra torcedor modinha ir ao estádio, a prova taí, Águia de Marabá e Paragominas sem falar no paissnadú, não lotam estádios público de fraco a razoável, os números não mentem e só ler os borderos dos jogos do parazinho, é fato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s