15 comentários em “Lá se vai a muralha alvinegra

  1. Merecido reconhecimento a este bom goleiro, já o vi em ação em sua primeira passagem pelo Botafogo quando ainda era bastante jovem.

    Curtir

  2. O melhor goleiro brasileiro em atividade! Quem diria que o contestado guarda-redes do Cruzeiro se tornaria um dos melhores da posição no Brasil?

    Curtir

  3. Gustavo e Fernandes,

    Achava Jefferson extremamente limitado e baixo para a posição. Eis que o goleiro se reinventou. É plástico, ágil, tem um ótimo reflexo e tem uma elasticidade de fazer inveja. Muito se fala em Cássio, do Corinthians, que para mim é um goleiro comum, é no máximo um bom goleiro, já que sua estatura e envergadura o conferem uma certa eficiência. Jefferson, por sua vez, é a antítese em termos físicos – e mesmo técnicos – do goleiro mosqueteiro. Em tempos de goleiros gigantes, o alvinegro (ainda?) é acima da média por não se encaixar nos padrões atuais da posição. Caso se confirme o acerto será um reforço e tanto para os Diabos Vermelhos, estes que vivem a contestar o jovem e selecionável espanhol De Gea.

    Curtir

  4. Primeiro Dória agora Jefferson, mais um brasileiro que vai ficando no quase….. e ainda nem começou o campeonato!

    Curtir

  5. Mas ninguém fala nada do mico do bolsa esmola, te contar, parece que comeram abiu!

    6×0 pro Ceará e mucura na lanterna kkkkkkk

    Curtir

  6. Fora de foco:

    O futebol brasileiro mesmo ainda longe da organização europeia, o principal centro do futebol neste quesito. Tem adotado de uns anos pra cá, principalmente depois do inicio da era dos pontos corridos,( onde o Paysandu teve o privilegio de ser um dos estreiantes nesta nova fase do futebol penta campeão mundial), uma organização em suas divisões onde se pudesse alcançar os melhores times no indice tecnico, ou seja, jogando futebol, e não como antes, onde era fácil muitos times serem aquinhoados apenas por conchavos, viradas de mesas etc, o nosso próprio Paysandu já teria sido ajudado pelo Senador Jáder em 98.

    Hoje não se admite mais isso, mas o REMO parou no tempo, e quer por quer conseguir vaga numa série que tenta se organizar, que é a D.

    Os seus dirigentes mumificados, de forma despreparada não conseguiram a vaga no campo, mas querem a vaga fora dela.

    Ora secando seus clubes vizinhos que estão por fechar as portas por suas dificuldades e se utlizando dessa abertura covarde, tenta se dar bem, igual a um urubú quando fica ameaçando um leão, pra que o mesmo largue a carniça.

    Ano passando, segundo o próprio Roberto Porto, teria comprado a vaga do Cametá e este ano quer usar o mesmo artificio

    Eu consigo perdoar a imprensa, pois sabe da força do Remo e por motivos obvios as vezes até lhe apoia. Mas é claro que é errado.

    Ei seu Clube do Remo, estamos em 2013, o futebol hoje é outro. O Paraense qualifica os participantes nas competições por indice tecnico e não por número de torcedor.

    Em Manaus, o Nacional que hoje disputa a Copa Brasil e irá entrar na Série D, se não subir, ano que vem não disputará nada, pois perdeu o titulo pro Princesa de Solimões.

    Então parem de mendigar por vaga na Série, esperem 2014 chegar, montem um time bom e ganhem no campo.

    Fazendo isso vcs ajudam a moralizar o tão criticado futebol brasileiro.

    Faça a sua parte.

    Édson do Amaral

    Curtir

  7. Bom goleiro, que sem dúvida vai levar em suas lembranças a marcante derrota frente ao Papão da Amazônia pela copa dos campeões de 2002, quando ainda defendia as cores do Cruzeiro de BH.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s